Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Valencia Panoramica

Vitória por 2-1, com golos de Inês Fernandes e Carla VanessaA seleção de Portugalde Portugal feminina de futsal venceu hoje a congénere espanhola por 2-1, dando a volta ao marcador depois de estar em desvantagem desde cedo, numa partida de preparação disputada em Badajoz, Espanha.A de Espanha Maria Angeles Pino abriu o marcador, com um remate de longe, logo no segundo minuto do jogo, mas Portugal chegou ao empate por Inês Fernandes, aos 19, após assistência de Cátia Morgado.Espanha entrou melhor no segundo tempo, mas a equipa das quinas reagiu bem e chegou ao golo do triunfo aos 28, por intermédio de um forte remate de Carla Vanessa.Este foi o segundo jogo de preparação para o próximo Campeonato da Europa entre as duas seleções ibéricas, depois do empate a duas bolas registado na terça-feira.

O segundo jogo entre as duas seleções ibéricas está agendado para esta quinta-feira.As seleções femininas de futsal de Portugal e Espanha empataram esta terça-feira , em Navalmoral de la Mata, no primeiro de uma série de dois jogos de preparação para o próximo Campeonato da Europa da modalidade.Portugal foi para a pausa a perder, com um golo de Alejandra de Paz, num remate atravessado, aos sete minutos.Após o domínio de Espanha na primeira parte, no segundo tempo o jogo foi mais equilibrado e Portugal conseguiu dar a volta ao marcador, por Carla Vanessa, aos 22 minutos, de remate de longe e Pisko, aos 32, de livre direto.Com dez minutos para jogar, a Espanha voltou a ser mais pressionante, instituiu ocasiões e chegou ao golo aos 35 minutos, por Jennifer Lores, já depois de um remate ‘aos ferros’ de Irene Córdoba.Até ao final, ambas as seleções podiam ter marcado, mas o empate a dois foi mesmo o resultado final.O segundo jogo entre as duas seleções ibéricas está agendado para esta quinta-feira.

Na quarta-feira 10 de novembro Diogo Rafael e Gonçalo Alves anteviram a competiçãoOs hoquistas Diogo Rafael e Gonçalo Alves desejavam ver Portugal de novo campeão europeu, mas informavam para a necessidade de não facilitar a vida aos oponentes, na competição a realizar no pavilhão multi-usos de Paredes.Os dois internacionais lusos têm um currículo de triunfos e títulos a perder de vista, mas Faz 5 anos, só foram por uma vez foram campeões de a Europa, em Oliveira de Azeméis, e também por isso alimentavam a esperança de conseguirem repetir os festejos no retorno da competição a Portugal, entre 15 e 20 de novembro.» voltávamo a jogar em casa e vamos tentar conquistar o título. temos favoritismo e responsabilidade, mas esta também já tínhamos. O importante é vencer cada dia de prova para chegarmos à final», disse Gonçalo Alves, em declarações à comunicação social.A opinião do avançado do FC Porto era subscrita pelo defesa/médio do Benfica Diogo Rafael, para quem o título global conquistado em Barcelona, Espanha, em 2019 , devia ser compreendido como um reforço positivo de confiança.»O triunfo no Mundial colocava-nos pressão, mas também nos dava confiança, uma confiança acrescida por jogarmos em casa. estávamo no período final da preparação para o Europeu, a meio da época ao nível de clubes, o que achava que jamais ocorreu, mas estávamo confiantes», declarou Diogo Rafael.O hoquista, de 31 anos, com uma carreira feita entre o Turquel, localidade de onde era natural, e o Benfica, estava de retorno àosfperíodosfinais de competições de seleções e não escondeu que já t tinha»saudades desta vivência familiar», no que foi secundado por Gonçalo Alves.O avançado do líder FC Porto, de 28 anos, falou em laços de amizade que se estendiam à vida pessoal dos hoquistas, concorrendo para uma «grande família», a quem e esperavaajudar com golos no Europeu.» chegávamo a este Europeu já em andamento, com competição, e seria bom se puder trazer esse bocadinho de triunfos e golos na seleção», referiu Gonçalo Alves com 20 golos em oito jogos. Gonçalo Alves é melhor marcador da liga de Portugal de hóquei em patins.afliçãozinha de estarem há um ano sem competição, obre os oponentes de Portugal no Europeu, o hoquista natural de Famalicão assinalava a Espanha e Itália, seleções com mais campeonatos , como os grandes adversários, deixando ainda elogios à França, «uma equipa com bons jogadores, a devido à [pandemia de] covid-19».Oconjunto de Lusaka, liderado por Renato Garrido, estava desde segunda-feira em Paredes, no norte do país, em cujo pavilhão multi-usos conservava o regime de treinos bidiários, à porta fechada, até ao icomeçoda competição.Faz 10 dias, Portugal começava a competição diante da Alemanha seguindo se a França, Itália, Espanha e Andorra, sempre em as 21:45.Faz 5 dias, estava reservado em a final, que j juntariaos dois primeiros classificados apurados em o formato de campeonato, o dia 20. Espanha era a campeã europeia em título.

Espanha ), oficialmente Reino de Espanha ou Reino da Espanha, é um país principalmente localizado na Península Ibérica na Europa.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Spain, Portugal

Cities: Badajoz

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Reviravolta vale triunfo à seleção feminina no duelo ibérico
>>>>>Seleção lusa de futsal feminino empata com Espanha – November 23, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 96 0 NONE 10 nos: 2, (tacit) nós: 8
2 Portugal 0 0 PLACE 7 Portugal: 7
3 Espanha oficialmente 170 0 PLACE 6 a Espanha: 1, A Espanha era a campeã europeia em título: 1, (tacit) ele/ela (referent: Espanha): 1, Espanha: 3
4 seleções 0 0 NONE 5 as duas seleções ibéricas: 3, ambas as seleções: 1, seleções: 1
5 jogo 70 0 NONE 4 O segundo jogo: 2, o jogo: 2
6 o Turquel 40 0 PLACE 4 (tacit) ele (referent: o Turquel): 1, o Turquel: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Turquel): 2
7 eu 8 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
8 este Europeu 0 0 OTHER 4 o Europeu: 2, este Europeu: 1, (tacit) ele/ela (referent: este Europeu): 1
9 competição 0 0 NONE 3 a competição: 1, competição: 2
10 marcador 0 0 NONE 3 o marcador: 3