Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Imprensa official

Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, em sala de Imprensa, após a vitória por 2-1 sobre o Santa Clara nas meias-finais da Taça da Liga.Começar a perder e análise: «Começar a perder num período em que temos duas derrotas sente-se às vezes no jogo. Principalmente depois da expulsão e do 2-1 e não fomos inteligentes nessa parte, mas na primeira parte fomos muito intensos. Depois da expulsão complicámos um bocadinho o nosso jogo, podíamos e tínhamo que ter feito mais golos, mas vencemos justamente, acho que não há dúvidas sobre isso e vamos agora combater pela final.»Maior responsabilidade e tensão para a final? «Pode ter dois sentidos. Neste jogo a responsabilidade está dividida. São dois clubes grandes e isso pode auxiliar a tirar alguma tensão. Um período em que olhamos para o treino, para o que fazemos, para os jogos. É um período que só o tempo vai auxiliar a equipa a passar por estas situações que não passou no ultimo ano. Será um jogo completamente diferente. Complicamos, quando a equipa podia ficar algo nervosa, a seguir ao golo do Santa Clara, não ficou, ficou depois do 2-1 e podia ficar tudo mais fácil. Não há muito sentido. Há que adverti, devem focar no que devem fazer e preparar a final.»Mudanças na equipa: «Tivemos o jogo passado, uma série de jogos e desejamo ganhar os jogos todos, desejávamo ganhar este, desejamo ganhar a final e ganhar ao Belenenses, porque o campeonato é o nosso principal objetivo. Toda a gente tem de estar preparada, não sabemos o que acontece com a covid-19, as lesões e o ritmo tem de se manter, é preciso sempre sangue novo quando há muitos jogos. Deram provas que estão todos capacitados a dar uma boa resposta.»Intranquilidade: «É do período novo, não há que fazer grande caso disso. Faz parte. Temo que passar por isto, não estávamos habituados a perder. A equipa sente e é bom sentir, é sinal que estamos habituados a vencer e não vencer deixa-nos marcas. Passaremos claramente este período. Já jogámos sem o Coates e demos uma grande resposta nesse jogo. Ocorre, quando ganhamos jogos tudo de bom.»Final: «É uma final com um grande clube, é 50/50, obviamente que desejamo vencer e estou confiante que vamos vencer.»Falhanço de Paulinho: «É completamente contornável porque é futebol, falhou e amanhã marcará. Não lhe declaro nada porque já estive lá. Já fui jogador e o melhor é não dizer nada, não é preciso dizer nada, ele está pior do que toda a gente. Não dar muita conversa sobre o caso e de certeza que ele vai desejar melhorar e fazer golos. O futebol é uma montanha-russa. Tem que trabalhar para no sábado ser um jogador decisivo.»

Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, em exclusivo à Sport TV, em antevisão ao jogo frente ao Santa Clara, a contar para as meias-finais da Taça da Liga.Pedro Porro: «Não jogará. Não está a 100 por cento e não estando a 100 por cento a escolha recai no [Ricardo] Esgaio e no [Gonçalo] Esteves. Temos ainda outras soluções se desejarmo ser ainda mais ofensivos. Vamos exibi uma equipa bastante forte.»Palhinha até ao final da época? «O Palhinha vai a jogo. Em relação ao mercado, não sabemos. Faltam sete dias. É um espaço curto, toda a gente vai saber o que vai acontecer, não vale a pena pensar nisso. O Palhinha está para jogo e está bastante bem. Confio que posso ficar com o Palhinha, mas o futebol tem coisas que não controlámos, sabemos que a situação do clube e do país não mudou assim tanto. Narração com o Palhinha e espero que ele continue.»30 milhões seria um bom valor por Palhinha? «Isso já não é comigo, olho mais para a parte técnico-tática. O Palhinha faz-nos muita falta, mas tudo o que ocorrer iremos resolver na parte esportiva.»Declarações do treinador do Sporting na antevisão ao jogo com o Santa Clara, quarta-feira , da final four da Taça da Liga.Taça da Liga: «É bom combater por títulos. São boas sensações. O que interessa é sempre vencer, nem que seja um particular. Os triunfos auxiliam qualquer grupo. Vamos jogo a jogo, com o objetivo de vencer a Taça da Liga.»Sensações no balneário: «É um sinal de pré-requisito e isso é bom. O grupo sente as derrotas. Olhámos para os jogos, as derrotas são diferentes. O Braga e o Santa Clara foram diferentes. Não estivemos a correr atrás no ano passado e sentimos a pressão que não tínhamos no ano passado. Temos de nos habituar a estes momentos. Não são tão aprazíveis as sensações como no ano passado.»Ricardo Horta atingido por uma garrada: «Não lhe liguei, mas mando-lhe um abraço. Condenamos qualquer maneira de violência.Ainda o penálti contra o Braga: «O penálti mudou o jogo, trouxe instabilidade. Não é preciso dizer mais nada, o clube expressou o que sente. Não falo sobre arbitragem.»Declarações do treinador do Sporting em antevisão feita, esta terça-feira, à meia-final diante do Santa Clara, relativa à 15.ª edição da Taça da LigaUrgência de vencer: «Não esperava [vencer a Taça da Liga em 2019/20]. Na altura, só desejava vencer o jogo. Se estou num período inicial da carreira, nessa altura ainda mais inicial era. A urgência de vencer um título parece a mesma. Na altura, pensava que era importante vencer aquele jogo [contra o FC Porto, na final de 2019/20], e não mudou nada. Essa parte já passou. No futebol, resultados maus mudam muita coisa. Há que continuar o trabalho e temos bastante para jogar e para vencer. Esta semana, podemos definir o título, mas precisamos de, primeiro, vencer o Santa Clara.»Maior responsabilidade: «Somos um clube grande, perante o Santa Clara, um excelente clube, que tem vindo a aumentar, com muito bons jogadores. A responsabilidade é completamente diferente. Temos a responsabilidade maior [em conseguir o triunfo e a passagem à final]. Sentia a mesma urgência no Braga. A grandeza do clube aumenta a nossa responsabilidade devemo levar com naturalidade. Nossa responsabilidade é pré-requisito dos sócios.»Planificação do jogo: «Olhámos para o que fizemos mal no jogo do campeonato. Os jogos entre as mesmas equipas são a melhor ferramenta para preparar o próximo jogo. A preparação foi a mesma, mas usámo esse jogo [derrota com o Santa Clara nos Açores] como referência.»

Faz 11 dias, qual contribuiu com um golo, sobre o anfitrião Vizela, em jogo de a 18, em o domingo 16 de janeiro Declarações de o médio português de o Sporting em reação a a vitória por 0-2 para o.ª jornada da Liga BwinSuperioridade e justiça: «Não iniciámo bastante bem, consentia [com a questão], [ há que dar] mérito ao Vizela. Mas, depois, assentámos e, a partir daí, controlámos até ao final do jogo. Nessa altura, o Vizela conseguiu chegar mais vezes à baliza mas o jogo foi bem conseguido e aovtriunfojjustoGolo marcado ao Vizela: » era sempre bom marcar, estava bastante contente por auxiliar a equipa. Jogo a jogo, seguiremos em frente [no campeonato].»Derrota com o Santa Clara ficava para trás: » ocorria… Nem sempre conseguíamo estar ao nosso melhor, tentámos [vencer], mas há dias assim. Hoje, no começo da segunda volta [da Liga Bwin], era importante ganhar e dar uma boa resposta depois do [desaire contra o] Santa Clara e foi dada.»

Jornalismo é a nomeação coletiva dos veículos de comunicação que exercem o Jornalismo e outras funções de comunicação informativa – em contraste com a comunicação puramente propagandística ou de entretenimento.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Rúben Amorim comenta falhanço de Paulinho: «O melhor é não declarar nada»
>>>>>Rúben Amorim dá garantia sobre Porro e aborda Palhinha: «Toda a gente vai saber» – January 25, 2022 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Alteração na nomeação do árbitro que vai apitar o Sporting-Santa Clara – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Rúben Amorim chama Geny Catamo e ainda não conta com Porro – January 24, 2022 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Golos na Taça da Liga resultam em alimentos para a Rede de Emergência Alimentar – January 24, 2022 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>»O TAD condenou Rafael Leão e a indemnização já estará perto dos 20 milhões» – January 25, 2022 (ojogo-pt)
>>>>>Rúben Amorim: «Ricardo Horta? Não lhe liguei, mas mando-lhe um abraço» – January 25, 2022 (EntretenimientoBit)
>>>>>Rúben Amorim mantém a «urgência em vencer» títulos: «Desde 2019, nada mudou…» – January 25, 2022 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Exclusivo Sporting procura lamber feridas recentes e Amorim tenta igualar Jesus – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 478 138 NONE 49 nos: 2, (tacit) nós: 47
2 eu 15 0 NONE 19 (tacit) eu: 19
3 jogo 8 0 NONE 17 um jogo completamente diferente: 1, Jogo: 1, esse jogo: 2, o jogo passado: 1, o jogo: 4, jogo: 6, nosso jogo: 1, este jogo: 1
4 parte 0 0 NONE 6 a parte desportiva: 1, parte: 1, essa parte: 1, Essa parte: 1, a primeira parte: 1, a parte técnico-tática: 1
5 Palhinha 0 50 ORGANIZATION 5 (tacit) ele/ela (referent: O Palhinha): 1, o Palhinha: 1, O Palhinha: 3
6 equipa 80 7 NONE 5 uma equipa muito forte: 1, A equipa: 1, a equipa: 3
7 Clara 0 0 PERSON 5 Santa_Clara: 1, o Santa_Clara: 4
8 Falhanço de Paulinho 0 70 PERSON 4 Falhanço_de_Paulinho: 1, (tacit) ele/ela (referent: Falhanço_de_Paulinho): 3
9 Porro 0 50 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: Porro): 3, Porro: 1
10 responsabilidade 240 0 NONE 4 A responsabilidade: 1, a responsabilidade maior: 1, Maior responsabilidade: 1, a responsabilidade: 1