Por: SentiLecto

João Paulo Rebelo realça a maneira como coordenou-se a edição especial de a Volta a Portugal.O secretário de Estado da Juventude e do Desporto enalteceu este sábado «o esforço extraordinário» da Federação Portuguesa de Ciclismo para coordenar a Volta a Portugal, assinalando a prova como um exemplo para outras modalidades. João Paulo Rebelo, que realçou ainda o êxito que a edição especial está a ter, referindo que tem lido nos jornais que, do ponto de vista dos espetadores televisivos, a prova «continua a ser um produto de excelência», aos jornalistas, antes do arranque da sexta etapa, nas Caldas da Rainha. disse: «Aqui estou nas Caldas, no fundo a fazer o agradecimento do Governo a este esforço extraordinário que a Federação Portuguesa de Ciclismo fez para que 2020, que já está a ser marcado por tantos transtornos, não tenha ficado marcado como um ponto negro na história da Volta a Portugal, que é uma mítica e histórica prova do ciclismo no nosso país». O secretário de Estado considerou que era «absolutamente imprescindível» que a Volta ocorresse, nomeadamente «para muitas equipas e para muitos desportistas», uma vez que a não execução da prova «poderia mesmo pôr em causa a permanência dos projetos esportivos». Sustentou: «É também um sinal que esta modalidade dá a todo o desporto e a todas as modalidades, de que se [um acontecimento] for devidamente planeado, não há razão para o desporto parar».O governante desejou ainda realçar, no seu agradecimento público, o papel do presidente da FPC, Delmino Pereira, «que desde a primeira hora não desistiu». «Não estamos a assistir à Volta nos seus tempos normais, mas está a ocorrer, está a ocorrer também com uma conduta do público e dos espectadores que não posso deixar de enfatizar, porque estão de forma adequada a assistir à Volta», completou.Faz 1 mês, a edição especial de a Volta a Portugal, coordenada por a FPC em tempos de pandemia de covid-19, iniciou, em Fafe, e conclui na segunda-feira, com um contrarrelógio em Lisboa.

Ciclista da Efapel venceu a etapa desta quinta-feira da Volta a Portugal.Triunfo na etapa: «É o primeiro triunfo em etapa, o sonho de vencer a Volta a Portugal ainda continua de pé. Estamos a 1.17 minutos da liderança e ainda temos muita Volta a Portugal pela frente. Tanto eu como o António Carvalho estamos na frente, temos duas peças importantes para jogar no resto da Volta a Portugal. Nada está decidido. Temos o contrarrelógio final, que vai provocar grandes diferenças».Obstáculos na Senhora da Graça: «Na etapa da Senhora da Graça as coisas não nos correram como desejávamo. Isto vem trazer força e motivação extra tanto para mim, como para os meus colegas e equipa técnica. Isto só nos dá força para o que resta da Volta».Elogio a João Rodrigues e estratégia: «Tentámos endurecer a corrida ao máximo para fazer diferenças logo na parte inicial da corrida e para deixar a W52-FC Porto com menos atletas, mas eles tiveram o João [Rodrigues], que esteve fortíssimo e conseguiu controlar a subida quase toda. A partir do meio da subida, vi que fazia bastante vento e aí decidi resguardar-me para tentar ganhar a etapa e dar cortes na chegada, acabou por correr tudo lindamente».Quando agredi lá em baixo, diferença para os oponentes: «A existir diferenças a sério deveria ter conseguido ir embora. Depois do túnel, sabia que as diferenças iriam ser mínimas, porque quem viesse na roda ia ter uma poupança de energia bastante grande, porque estava muito vento. Não deu para mais, ganhámos a etapa e três segundos para os principais oponentes. É melhor três do que nenhum».Sobre o contrarrelógio: «Certamente, vamos agredi antes do contrarrelógio. Se fosse amanhã o contrarrelógio, quase de certeza que o triunfo iria sorrir ao Gustavo Veloso, que é o homem mais forte. O ‘crono’ assenta-lhe na perfeição. É um contrarrelógio que fará muitas diferenças, por ser a rolar, é para experts e acho que tanto ao Amaro como ao Frederico [Figueiredo] não os favorece tanto para terem a Volta nas mãos.»»

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal, Colombia

Cities: Lisbon, Caldas Da Rainha, Caldas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Secretário de Estado do Desporto realça esforço extraordinário da FPC
>>>>>Jóni após vitória na Torre: «Queríamos deixar a W52-FC Porto com menos atletas» – October 01, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Jóni Brandão ganha na subida à Torre e Antunes segura amarela – October 01, 2020 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 37 0 NONE 12 (tacit) eu: 11, eu: 1
2 nós 80 0 NONE 11 nos: 2, (tacit) nós: 9
3 contrarrelógio 0 0 NONE 7 o contrarrelógio final: 2, um contrarrelógio: 3, o contrarrelógio: 2
4 a Volta 0 0 OTHER 6 a Volta: 3, (tacit) ele/ela (referent: a Volta): 3
5 diferenças 50 10 NONE 4 muitas diferenças: 1, as diferenças: 2, grandes diferenças: 1
6 João Paulo Rebelo 100 0 PERSON 4 João_Paulo_Rebelo: 3, o João: 1
7 a Volta_a_Portugal 90 50 OTHER 2 a Volta_a_Portugal: 2
8 ponto 0 50 NONE 2 o ponto: 1, um ponto negro: 1
9 o Amaro 0 32 PLACE 2 o Amaro: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Amaro): 1
10 sucesso 260 0 NONE 2 o sucesso: 2