Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sérgio Vieira de Mello

Técnico da formação de Algeriade Algeria, que pontuou nas duas últimas rondas, assumiu que o objetivo é adicionar mais três pontos frente «a uma das equipas que melhor futebol pratica»O treinador do Farense prometeu, este sábado, uma equipa «ambiciosa» no jogo frente ao Sporting de Braga, relativo à oitava jornada da I Liga, no qual o técnico dos ade Algeriaalmeja sadicionaros três pontos.»A nossa ambição vai ser superar todas as qualidades que o adversário tem, para sermos mais fortes do que eles nos diferentes momentos do jogo. Só a pretensão e a resolução é que permitirão governar ao objetivo que é a triunfo», declarou Sérgio Vieira, na antevisão, em vídeo, à partida.O técnico considerou o Braga como «um oponente altamente difícil, não só pela performance que tem tido internamente como pela prestação» na atual edição da Liga Europa.O treinador do Farense enfatizou: «Devido ao valor individual do plantel como um todo, devido ao valor do seu treinador, do seu processo de trabalho e das ideias de jogo, sabemos que o Braga é uma das equipas que melhor futebol pratica e tem, há anos, um projeto ambicioso para conquistar títulos».Sérgio Vieira recordou que a vitória frente ao Boavista , na jornada anterior, o primeiro nesta temporada da I Liga, permitiu acalmar a pressão que os algarvios vinham a sentir pela falta de pontos.»O triunfo trouxe um clima diferente, de mais confiança, de acreditar em tudo o que vínhamos a fazer até à data. Sem conquistar pontos, havia sempre esse clima [de dúvida] se, perante a maneira como jogávamos, íamos conseguir os nossos objetivos», recordou.Segundo Sérgio Vieira, frente aos «axadrezados’, o Farense focou-se mais no pragmatismo do que na característica de jogo ofensivo, para suprimi os erros defensivos que estavam a prejudicar o conjunto.»Aquilo que toda a gente quer – adeptos, jogadores, treinadores, direção – é ganhar, e ganhar de uma maneira consistente. Fomos afinando uns pormenores e direcionando o nosso foco mais para os objetivos de época do que para a beleza do nosso jogo. Estávamos a ser bastante imaginativos e dominadores, mas os erros defensivos acabavam por retirar-nos os pontos necessários», justificou.O Braga, segundo classificado, com 15 pontos, recebe o Farense, 16.º, com cinco, no domingo, às 20:00, no Estádio Municipal de Braga, com arbitragem do leiriense António Nobre.

Vítor Oliveira foi jogador do Sporting de Braga em 1981/82 e 1982/83 e também técnico do clube de Brasil em 1998/99O Sporting de Braga lamentou a morte do treinador Vítor Oliveira, recordista de subidas de equipas à I Liga, oacontecidaeste sábado, em Matosinhos, rlembrandoo seu passado como futebolista e treinador dos bracarenses.Faz 39 anos, Vítor Oliveira foi jogador de o Sporting de Braga e 1982-83 e também técnico de o clube de Brasil em 1998-99.O Sporting de Braga endereça «sentidas condolências à família e amigos de Vítor Oliveira».O treinador, com uma longa carreira no futebol de Portugal, faleceu hoje, aos 67 anos, depois de se sentir indisposto confirmou à agência Lusa fonte próxima da família.s, enquanto andava na zona de Matosinhose o assistiu o ex-jogador e treinador, que estava sem clube desde que orientou o retorno de o Gil Vicente em a I Liga em a época passada, em o local e transportado para o Hospital Pedro Hispano mas acabou por não resistir.Entre 1978 e 2020, Vítor Oliveira comandou Famalicão, Portimonense, Maia, Paços de Ferreira, Gil Vicente, Vitória de Guimarães, Académica, União de Leiria, Sporting de Braga, Belenenses, Rio Ave, Moreirense, Leixões, Trofense, Desportivo das Aves, Arouca, União da Madeira, Desportivo de Chaves e Paços de Ferreira.Natural de Matosinhos, Vítor Oliveira encarnou Leixões, Paredes, Famalicão, Sporting de Espinho, Sporting de Braga e Portimonense como futebolista, tendo ficado conhecido como o «rei das subidas’, já como treinador, ao celebrar 11 promoções em 18 presenças na II Liga.

Na sábado 07 de novembro algarvios recebiam o Boavista em Faro, no Estádio de São Luís.O treinador do Farense declarou que a sua equipa vai exibi-se altamente estimulada na receção de domingo ao Boavista, da sétima jornada da I Liga, que marcava o regresso ao Estádio de São Luís.»O Farense será, em parte, o mesmo de sempre. Culpado e determinado, mas agora altamente estimulado por este retorno à nossa casa, muito tempo depois. mudará a intensidade como viveremos este retorno, de uma maneira extrema, a nível de motivação, entrega e responsabilidade, para conquistar os três pontos», declarou Sérgio Vieira, na antevisão da partida.Com o Estádio de São Luís em renovação, incluindo a colocação de um novo relvado, o Farense, último classificado ainda sem vitórias na I Liga, deveu fazer três encontros no Estádio Algarve .»[O São Luís] É um palco que jamais tinha que ter saído dos grandes palcos do futebol de Portugal e que nos trazia algo diferente, que nos estimulava bastante, que modificava essa motivação numa energia extrema», prosseguiu o técnico.Lembrando o «fantástico» suporte dos seus adeptos, Sérgio Vieira lamentou que, rostito ao cenário pandémico, ainda não possam estar nas bancadas.» há outros clubes em que, tendo ou não público, a energia pouco se modificava. Com o nosso público, sabíamo que eram fantásticos e envolviam a equipa do primeiro ao último segundo. Infelizmente, ainda não podiam estar próximos de nós», lamentou.O empate com o Belenenses , na última jornada, em que a equipa algarvia deixou escapar a triunfo no último minuto de descontos, depois de Lucca ter falhado, com uma tentativa «à Panenka’, uma grande penalidade que garantiria o 2-0, deixou marcas.O jogador brasileiro, que entretanto já pediu desculpas aos adeptos nas redes sociais, foi alvo de um processo disciplinar por ter desrespeitado a ordem de marcação, tendo pedido a Ryan Gauld – que tinha assinado o primeiro golo da partida de penálti – para ser ele a executar, mas Sérgio Vieira garantiu que o balneário não ficou afetado por todas estas incidências.»Não, de modo algum. Isso era perceção exterior. eram situações normais, que ocorriam em qualquer clube. Nós, internamente, seguíamo o nosso trabalho, de maneira alegre, determinada, responsável, mais unidos do que jamais», assegurou, adicionando que «os grandes clubes trabalhavam dessa maneira: aquilo que era interno ficava interno para ser resolvido».Sobre o Boavista, que chegava ao São Luís após bater o Benfica por 3-0, Sérgio Vieira sustentou que, «em função do investimento feito, vinha bastante aquém das expectativas iniciais», cenário justificado com a entrada de muitos jogadores novos.O jogo entre Farense, 18.º e último classificado, com dois pontos, e Boavista, 13.º com seis, estava marcado para domingo, às 15h00, no Estádio de São Luís, em Faro, com arbitragem de Vítor Ferreira .

Sérgio Vieira de Mello foi um filósofo e diplomata brasileiro, funcionário da Organização das Nações Unidas durante 34 anos e Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos desde 2002.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Braga

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sérgio Vieira promete Farense «ambicioso» para vencer o Braga
>>>>>Braga lamenta morte do antigo jogador e treinador do clube – November 28, 2020 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 190 0 NONE 13 nos: 2, Nós internamente: 1, nós: 1, (tacit) nós: 9
2 Sérgio Vieira 0 0 PERSON 8 (tacit) ele/ela (referent: Sérgio_Vieira): 1, Sérgio_Vieira_de_Mello: 1, Sérgio_Vieira: 6
3 eu 0 100 NONE 6 (tacit) eu: 6
4 I Liga 0 0 ORGANIZATION 5 a I_Liga: 5
5 o Boavista 0 0 PLACE 5 Boavista 13: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Boavista): 1, o Boavista: 3
6 Farense 0 42 ORGANIZATION 4 o Farense: 2, O Farense: 1, o Farense último classificado: 1
7 futebol 200 0 NONE 4 melhor futebol: 2, o futebol português: 2
8 forma 80 0 NONE 4 uma forma extrema: 1, uma forma consistente: 1, a forma: 1, essa forma: 1
9 Estádio de São Luís 0 0 ORGANIZATION 4 o Estádio_de_São_Luís: 4
10 Vítor Oliveira 0 0 PERSON 4 Vítor_Oliveira: 4