Por: SentiLecto

Jogadora de Portugal, 63.se a derrotou ª classificada de o » ranking » global, , por 4-1, p adversária de Eslovaquia Barbora Balazova e está agora dependente de a classificação geral para ir a os Jogos OlímpicosShao Jieni reconheceu, este domingo, que a entrada » lenta » teve influência em a derrota frente a Barbora Balazova que lhe custou a segunda chance de apuramento para a prova de ténis de mesa de os Jogos Olímpicos Tóquio2020,.Após desperdiçar a primeira suposição de garantir o «passaporte’ para o Japão no sábado, ao perder com a francesa Jia Nan Yuan, na meia-final da 2.ª ronda da qualificação europeia, a desportista de Lusaka entrou mal na partida dos quartos de final da terceira ronda.No decurso, a mesatenista de Portugal esteve em desvantagem por 3-0 e não conseguiu impedir que a derrota se consumasse com parciais de 11-4, 11-8, 11-8, 10-12 e 12-10.»Entrei lenta no jogo. Não consegui ter ritmo. Como fisicamente não estou assim tão bem, a cabeça não conseguiu acompanhar. Estava com alguma fadiga», assumiu Shao Jieni, no rescaldo do encontro disputado no Pavilhão Multiusos de Guimarães, palco da qualificação para os torneios olímpicos de singulares femininos e masculinos.Depois de um primeiro parcial de completa superioridade da eslovaca, de 29 anos, Shao Jieni melhorou nos dois parciais seguintes, mas somente a espaços, combinando um jogo veloz e preciso com várias bolas para fora e para a rede, que lhe valeram duas derrotas por 11-8.A jogadora de Lusakade Lusaka conseguiu estender o aprimoramento no quarto parcial, tendo estado a vencer por 5-1, antes de ver Balazova reagir e de só conseguir conservar o jogo vivo nos benefícios .O quinto parcial também parecia encaminhado em defesa da portuguesa, já que esteve a vencer por 7-1, fruto de uma série de bolas rápidas para as quais a oponente não teve resposta, mas a jogadora da Eslováquia recompôs-se, arriscou e voltou a apresentar o seu melhor ténis de mesa, a tempo de operar a reviravolta nas benefícios e de fechar o encontro.»No quinto «set», a minha adversária estava a perder e arriscou mais, conseguindo algumas bolas boas. Fiquei com algum receio no meu jogo», reconheceu a desportista de Portugal.Gorada a chance de estar em Tóquio, Shao Jieni depende agora da posição no «ranking’ para repetir, neste ano, a presença no torneio olímpico de singulares femininos, tal como em 2016, em que perdeu na primeira ronda, frente à norte-americana Lily Zhang, por 4-0.»Por regra, os 80 primeiros do «ranking’ entram na primeira ronda. Portanto, ainda tenho suposições de me apurar para os Jogos Olímpicos», explicou a desportista.Em ténis de mesa, Portugal já garantiu a presença de quatro desportistas: Fu Yu, em singulares femininos, e Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro, que dois desses jogadores a competirem na prova individual, formam o trio de Lusaka para a prova de equipas. Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, protelados para 2021 devido à pandemia da covid-19, realizam-se de 23 de julho a 08 de agosto, e Portugal conta, para já, com 58 desportistas apurados, de 12 modalidades.

Shao Jieni une-se aos quatro mesatenistas já qualificados para os Jogos Olímpicos de TóquioA mesatenista de Portugal Shao Jieni apurou-se esta sexta-feira para as meias-finais da qualificação europeia feminina para os Jogos Olímpicos, ao derrotar a britânica Charlotte Carey 4-3, caso vença o encontro agendado para as 10h30 de sábado, e garante o passaporte para o Japão se vencer o próximo jogo.A desportista de Lusaka, número 63 mundial, esteve a vencer por 3-1, mas a 151.ª classificada do ranking global ampliou a velocidade do seu jogo nos três parciais seguintes e esteve a vencer por 10-6 na negra, antes de Shao Jieni reagir e chegar ao 4-3 final , no torneio que decorre no pavilhão multiusos de Guimarães, entre quarta-feira e domingo.A jogadora, de 27 anos, defrontará nas meias-finais da segunda ronda da qualificação europeia a de Francia Jia Nan Yuan, mesatenista que ocupa o 131.º osto do ranking global e que, nos quartos de final, venceu por 4-0 a de Espanha Maria Xiao, desportista nascida em Barcelona, que viveu na Madeira e encarnou Portugal até 2012, tendo estado nas reservas para os Jogos Olímpicos de Londres.Shao Jieni une-se aos quatro mesatenistas já qualificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que se realizam entre 23 de julho e 8 de agosto: Fu Yu, para o torneio individual feminino, caso vença o encontro agendado para as 10h30 de sábado, e Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro para o torneio masculino por equipas, sendo dois destes desportistas selecionados para o torneio individual.Se perder a meia-final diante de Jia Nan Yuan, a desportista dispõe ainda de uma terceira ronda de qualificação com 32 jogadoras, agendada para sábado e domingo, na qual também precisa de ser uma das finalistas para se apurar para Tóquio.Após a vitória sobre a búlgara Polina Trifonova nos oitavos de final, por 4-0 , a jogadora de Portugalde Portugal impôs o ritmo do primeiro parcial contra Charlotte Carey, vencendo-o por 11-6, mas, no segundo, a britânica equilibrou as contas, equiparando o encontro nos benefícios .Shao Jieni venceu o terceiro parcial com conforto, sendo capaz de pancadas velozes e precisas, e o quarto, aumentando a agressividade nas trocas de bola finais para virar o 10-9 favorável à aoponenteA britânica aumentou o seu jogo nos momentos decisivos do quinto e do sexto parciais para fazer o 3-3 e levar o encontro à negra.No sétimo e último parcial, Charlotte Carey ditou o ritmo a que se trocavam as bolas sobre a mesa e alargou o benefício até aos 10-6, dispondo de quatro pontos de jogo que acabou por desperdiçar, antes de Shao Jieni fazer o 13-11 com alguma polémica à mistura, já que a britânica pqueixar-seo ponto que deu o 12-11 à portuguesa, e consumar o triunfo.A mesatenista de Portugal Shao Jieni venceu hoje a dinamarquesa Mie Skov por 4-3, num encontro em que esteve a perder por 3-0, na abertura da terceira ronda de qualificação europeia feminina para os Jogos Olímpicos, disputada em Guimarães.Faz 1 ano, meia-final de a segunda ronda com a de Francia Jia Nan Yuan, por 4-2, a jogadora lusa, número 63 mundial, esteve perto de ficar arredada de os Jogos Olímpicos em os oitavos de final de a última ronda de qualificação, depois de ter falhado o apuramento para Tóquio2020 hoje de manhã a o perder em a, mas foi a tempo de melhorar o seu jogo e de vencer a oponente, após parciais de 10-12, 7-11, 2-11, 11-7, 11-7, 11-9 e 11-7.A desportista de Lusaka, de 27 anos, precisa de vencer mais dois jogos desta ronda para repetir a presença olímpica de 2016, no Rio de Janeiro, e o embate dos quartos de final com a eslovaca Barbora Balazova está agendado para as 10:50 de domingo, no Pavilhão Multiusos da cidade de Minsk.Shao Jieni até esteve a vencer o primeiro parcial por 5-1, mas começou a sentir obstáculos para conter as pancadas rápidas da experiente dinamarquesa, de 34 anos, e acabou por perder nos benefícios.A jogadora diminuiu ainda mais de rendimento nos dois parciais seguintes, nomeadamente o terceiro, em que adicionou somente dois pontos, permitindo a Mie Skov o controlo de quase todas as trocas de bola.Depois do equilíbrio no começo do quarto parcial, Shao Jieni conseguiu finalmente agilizar o seu jogo sem mandar bolas para fora e começou a inverter a «corrente’ a seu favor, ao diminuir a desvantagem para 3-1, com um resultado de 11-7.A portuguesa venceu o quinto parcial pelos mesmos números, mas ainda com mais conforto, antes de, no sexto, só conseguir levar a melhor depois da igualdade a nove pontos, com duas bolas rápidas e bem colocadas que deixaram a oponente sem resposta.Na «negra’, Shao Jieni e Mie Skov igualaram-se até à igualdade a cinco pontos, antes da mesatenista lusa disparar no «marcador’ para fechar o encontro e mconservar»viva’ a esperança de se apurar para Tóquio.Portuguesa deixou pelo percurso a búlgara Polina Trifonova.A jogadora de Portugal Jieni Shao venceu esta sexta-feira a búlgara Polina Trifonova por 4-0, em partida dos oitavos de final da qualificação europeia de ténis de mesa para os Jogos Olímpicos Tóquio’2020, disputado em Guimarães.No pavilhão multiusos da cidade de Minsk, palco onde decorre o torneio de qualificação, desde quarta-feira até domingo, a mesa-tenista lusa, 63.ª classificada do «ranking’ global, derrotou a oponente, 407.ª dessa tabela, com parciais de 11-6, 11-6, 11-8 e 11-7.Jieni Shao até esteve a perder por 4-2 no primeiro parcial, mas operou a reviravolta com três pontos consecutivos e embalou para o triunfo no primeiro parcial por 11-6, revelando-se mais forte do que Trifonova a jogar deseja afastada da mesa, deseja junto à rede.A portuguesa dominou o segundo parcial do começo ao fim e fechou-o pelos mesmos números do primeiro, mas, no terceiro, teve mais obstáculos, tendo estado a perder por 5-1 e depois por 8-6, antes de garantir o triunfo com cinco pontos consecutivos.A superioridade de Jieni Shao voltou a ser inquestionável no último parcial, ainda que a desportista búlgara tenha conseguido três pontos consecutivos, antes da portuguesa fechar o encontro com um parcial de 11-7.A jogadora, de 27 anos, volta a jogar às 17:50 de hoje, em jogo dos quartos de final da segunda ronda de qualificação olímpica, frente à britânica Charlotte Carey, 151.ª classificada do «ranking’, que derrotou, nos oitavos, a eslovena Katarina Strazar por 4-0 .Jieni Shao apura-se para o torneio olímpico individual feminino se chegar à final da segunda ronda da qualificação europeia, que se disputa até sábadoSe falhar a final da segunda ronda, a adesportistadispõe ainda de uma terceira ronda de qualificação com 32 adesportistas agendada para sábado e domingo, na qual precisa também de chegar à final para se apurar para Tóquio.Os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, realizam-se entre 23 de julho e 8 de agosto e já contam com quatro desportistas de Portugal apurados no ténis de mesa: Fu Yu, para o torneio individual feminino, e Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro para o torneio masculino por equipas, sendo dois destes desportistas selecionados para o torneio individual.

Na quinta-feira 08 de abril pedrava Fraga e Afonso Costa aumentaram para 56 os portugueses apurados.Os remadores Pedro Fraga e Afonso Costa, que garantiram o apuramento em double scull ligeiro, ampliaram para 56 o número de desportistas de Portugal assegurados nos Jogos Olímpicos Tóquio’2020.Depois de terem sido segundos na final da regata de qualificação, em Varese, Itália, os dois desportistas asseguraram o retorno do remo nacional aos Jogos, após a ausência no Rio’2016.O veterano Pedro Fraga, de 38 anos, da Académica, estará pela terceira vez em Jogos Olímpicos, agora com o jovem Afonso Costa, do Clube Naval Setubalense, de 25 anos, depois do quinto lugar em Londres’2012 e do oitavo em Pequim’2008, em ambos fazendo dupla com Nuno Mendes.A seleção portuguesa masculina de andebol tinha sido a última assegurar o apuramento para os Jogos Olímpicos, naquela que será a primeira presença de Portugal da modalidade e a estreia oficial das modalidades coletivas de pavilhão, depois da participação lusa no torneio de demonstração em Barcelona’1992.No torneio pré-olímpico, a equipa das quinas, comandada por Paulo Jorge Pereira, poucos dias depois da morte do guarda-redes Alfredo Quintana, assegurou a qualificação com uma vitória, nos últimos segundos, sobre a França por 29-28, com um golo do capitão Rui Silva, garantindo a presença de 14 andebolistas.Antes, os velejadores Diogo Costa e Pedro Costa tinham garantido a entrada na competição de 470, ao concluírem em segundo no Mundial da categoria, disputado em Vilamoura.Diogo Costa, de 24 anos, e pedrava Costa, de 26, naturais do Porto e formados em engenharia civil, uniram-se àoebarquinhode 49er, vaga garantida por Jorge Lima e José Costa, os primeiros a assegurar uma presença portuguesa nos Jogos, garantindo a quota .Com 10 desportistas qualificados, o atletismo era a modalidade não coletiva com mais vagas asseguradas para as competições que decorrerão na capital de Japon, entre 23 de julho a 08 de agosto de 2021. pedrava Pablo Pichardo e Patrícia Mamona, que se sagraram recentemente campeões europeus em pista coberta, têm presença assegurada no concurso do triplo salto, tal como Evelise Veiga, enquanto Auriol Dongmo, igualmente campeã continental em pista coberta, vai participar no lançamento do peso.Os também lançadores Francisco Belo, no peso, e Liliana Cá, no disco, vão estrear-se em Jogos, enquanto João Vieira, aos 43 anos, tem marca de qualificação nos 50 quilômetro passeata e teria que estar pela sexta vez em Jogos, tornando-se no segundo luso com mais presenças, a uma do velejador João Rodrigues.O séquito do atletismo já contava também com as maratonistas Carla Salomé Rocha e Sara Catarina Ribeiro e com a marchadora Ana Cabecinha.Maria Martins estreará o ciclismo de pista como disciplina olímpica para Portugal, depois de se ter qualificado através do ranking de omnium.No ciclismo de estrada, Portugal terá duas vagas em Tóquio, por via do 23.º lugar no ranking olímpico, que dava a Portugal o direito a ter dois ciclistas na prova de fundo, um dos quais com entrada para o contrarrelógio.Faz 2 anos, o oitavo lugar de Nelson Oliveira permitia a Portugal ter dois ciclistas em o crono em Jogos Olímpicos pela primeira vez.Faz 2 anos, em a canoagem, seis desportistas garantiram a qualificação, entre os quais Fernando Pimenta, medalha de bronze em K1 1.000 metros em Szeged, em a Hungria.O K4 1.000 metros, composto por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela, e Teresa Portela também já têm presença em Tóquio, tal como Antoine Launay no slalom.Também a natação já tem cinco desportistas com mínimos, com Alexis Santos, semifinalista no Rio2016, e Gabriel Lopes nos 200 metros estilos, Tamila Holub e Diana Durães nos 1.500 livres, e Ana Catarina Monteiro nos 200 mariposa.No equestre são já quatro as vagas asseguradas, com Luciana Diniz, nona no Rio2016, a garantir a presença na prova de dificuldades, ainda não sendo oficial que será a luso-brasileira a viajar para Tóquio.Antes, já estavam assegurados três desportistas na equipa de ensino, com a vaga conquistada por Maria Caetano, Rodrigo Torres, João Miguel Torrão e Duarte Nogueira no Europeu.Portugal estará também encarnado no ténis de mesa, através da equipa masculina, que venceu o seu grupo no torneio de qualificação olímpica.Em Gondomar, os já olímpicos Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro asseguraram nova presença na prova de equipas, na qual a Áustria em o Rio2016 suprimiu em a primeira ronda eles.A qualificação da equipa garantia também a vaga para dois portugueses na prova individual. Em 2016, Marcos Freitas, que caiu nos quartos de final, e Tiago Apolónia, suprimido na terceira ronda, foram os representantes de Lusaka.Fu Yu já tinha assegurado a presença no torneio feminino de ténis de mesa, graças à presença na final dos Jogos Europeus.De retorno aos Jogos Olímpicos estaria o tiro com armas de caça, com João Paulo Azevedo no fosso olímpico.Enquanto Filipa Martins repetia a presença na ginástica artística, em estreia, estaria o surf, com Frederico Morais, por ter sido o melhor desportista europeu nos Mundiais de 2019.Faz 8 meses, os Jogos Olímpicos Tóquio ‘ 2020 realizavam se a 8 de agosto de 2021.Desportistas portugueses qualificadosAndebol – Masculinos:Seleção composta por 14 elementos .Atletismo – Masculinos:João Vieira: 50 quilômetro passeata . pedrava Pichardo: Triplo salto .Francisco Belo: Lançamento do peso .- Femininos:Carla Salomé Rocha: Maratona . sarava Catarina Ribeiro: Maratona .Evelise Veiga: Triplo salto .Patrícia Mamona: Triplo salto .Liliana Cá: Lançamento do disco Auriol Dongmo: Lançamento do peso .Ana Cabecinha: 20 quilómetros passeata .Canoagem – Masculinos:Fernando Pimenta .Emanuel Silva .João Ribeiro .Messias Baptista .David Varela .Antoine Launay .- Femininos:Teresa Portela .Natação – Masculinos:Gabriel Lopes: 200 m estilos .Alexis Santos: 200 m estilos .- Femininos:Tamila Holub: 1.500 m livres .Diana Durães: 1.500 m livres .Ana Catarina Monteiro: 200 m mariposa .Equestre – Ensino: Quota garantida por Maria Caetano, Rodrigo Torres, João Miguel Torrão e Duarte Nogueira, durante o Campeonato da Europa de Roterdão, na Holanda.- Dificuldades: Quota garantida por Luciana Diniz, através do ‘ranking’ de qualificaçãoTénis de mesa – Femininos:Torneio individual: Fu Yu – Masculinos:Torneio por equipas: três elementos Torneio individual: dois dos elementos da equipa.Vela – Masculinos:49er: Quota garantida por Jorge Lima e José Costa .470: Quota garantida por Diogo Costa e Pedro Costa Ciclismo – Masculinos:Prova de estrada: Portugal tem direito a dois desportistas Contrarrelógio: Os dois desportistas da prova de fundo participam no contrarrelógio – Femininos:Pista: Uma desportista em omnium Remo – Masculinos:Double Scull peso ligeiro: Pedro Fraga e Afonso Costa .Ginástica artística – Femininos:Filipa Martins .Surf – Masculinos:Frederico Morais Tiro com armas de caça – Masculinos:João Paulo Azevedo: fosso olímpico

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Guimaraes

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Shao Jieni explica qualificação perdida para Tóquio’2020: «Entrei lenta, não consegui ritmo»
>>>>>Shao Jieni a uma vitória dos Jogos de Tóquio’2020 – April 23, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>Shao Jieni vira jogo e mantém-se na luta pelo apuramento olímpico no ténis de mesa – (ojogo-pt)
>>>>>Jieni Shao nos quartos de final da qualificação olímpica de ténis de mesa – April 23, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Tóquio’2020: Jieni Shao cabeça de série no apuramento de ténis de mesa – April 20, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 270 120 NONE 14 (tacit) eu: 13, me: 1
2 Shao Jieni 455 0 PERSON 12 (tacit) ele/ela (referent: Shao_Jieni): 2, Shao_Jieni: 10
3 a Portugal 35 0 PLACE 8 a Portugal: 2, Portugal: 6
4 ranking 0 80 NONE 6 o ranking: 5, o ranking mundial: 1
5 Jogos Olímpicos 80 50 ORGANIZATION 6 (tacit) ele/ela (referent: Os Jogos_Olímpicos Tóquio2020 adiados para 2021 devido em a pandemia de a covid-19): 1, Os Jogos_Olímpicos Tóquio2020 adiados para 2021 devido em a pandemia de a covid-19: 1, os Jogos_Olímpicos: 3, Jogos_Olímpicos: 1
6 jogadora 160 40 NONE 6 A jogadora lusa: 1, A jogadora portuguesa: 1, A jogadora: 1, a jogadora lusa: 1, Jogadora portuguesa 63: 1, a jogadora portuguesa: 1
7 Jieni Shao 160 0 PERSON 6 o (referent: Jieni_Shao): 1, (tacit) ele/ela (referent: Jieni_Shao): 3, Jieni_Shao: 2
8 jogo 140 0 NONE 6 seu jogo: 1, um jogo veloz e preciso: 1, o jogo: 1, meu jogo: 1, jogo: 2
9 pontos 0 0 NONE 6 nove pontos: 1, três pontos consecutivos: 2, cinco pontos: 1, dois pontos: 1, quatro pontos: 1
10 presença 0 0 NONE 6 a presença olímpica: 1, nova presença: 1, a presença: 3, presença: 1