Por: SentiLecto

O FC Porto venceu o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal

Cheque as escolhas de Sérgio ConceiçãoOnze do FC Porto: Marchesín; Manafá, Fábio Cardoso, Marcano e Wendell; Otávio, Bruno Costa, Sérgio Oliveira e Pepê; Francisco Conceição e Evanilson.Suplentes do FC Porto: Cláudio Ramos, João Mário, Zaidu, Grujic, Vitinha, Fábio Vieira e Toni Martínez.A Taça é uma prova especial para Carlos Carvalhal. Enquanto treinador, pelo Leixões, chegou ao Jamor logo na quarta época, e ao comando bragançano ainda não perdeu, tendo ganho o troféu em 2020/21O Braga vai começar no domingo, no Barreiro, que serve de casa emprestada para o Moitense, a defesa da Taça de Portugal, conquistada na última época ao vencer o Benfica na final, e Carlos Carvalhal terá novamente a chance de confirmar que esta é uma competição especial na sua carreira.Para lá de ter chegado ao Jamor logo na quarta época enquanto treinador, ao serviço do Leixões , Carvalhal tem um registo invicto na prova ao leme da equipa de Minsk.Entre a primeira passagem pelo banco bragançano, em 2006/07 , e a temporada passada, o treinador contabiliza sete triunfos e um empate ao longo de oito jogos realizados, com um saldo de 28 golos marcados e somente cinco padecidos. E convém declarar que alcançou-se o empate perante o FC Porto, em o primeiro jogo de as meias-finais de a época passada, disputado em a Pedreira.Faz 2 anos, assim, a última derrota de Carlos Carvalhal em a Taça de Portugal ocorreu, frente a o Benfica, em a Luz, por 3-2, quando era treinador de o Rio Ave, em um jogo em que um de os golos de os vila-condenses marcou jogador de os minhotos, agora Piazón.E se se olhar aos números mundiais, o cenário continua, se o treinador não tem qualquer derrota pelo Braga na segunda competição nacional mais importante a ser francamente positivo. Em 37 jogos realizados na prova, Carvalhal ganhou 25, empatou cinco e perdeu somente sete, um caminho com 72 golos marcados e 36 padecidos.A invencibilidade do técnico na Taça ao serviço dos arsenalistas vai ser colocada à prova por um conjunto que compete nos Distritais da AF Setúbal, pelo que, em teoria, é grande a pchancede poder melhorar o pcaminhona competição.A semana está a ser preparada de «maneira normal», mas com o intuito «de contrariar» o favoritismo que o FC Porto carrega. Alexandre da Silveira declara que a equipa «está pronta» para o jogoA terceira eliminatória da Taça de Portugal tem pontapé de saída na próxima sexta-feira, e um dos jogos é entre o Sintrense, equipa que compete na série E do CdP, e o FC Porto. Questões de brilhito vão disputar em o Estádio do Real , em Massamá , a partida.Em Sintra, a semana tem sido orientada «no sentido de contrariar» o favoritismo dos dragões, tal como explicou o diretor esportivo Alexandre da Silveira. «Em termos da equipa e do planeamento estratégico para o jogo, tem sido perfeitamente normal. Obviamente que conhecemos muito bem o FC Porto e as ideias do treinador e, portanto, temos trabalhado no sentido de contrariar isso e dar o nosso melhor», progrediu o diretor-desportivo, considerando que se «fala um bocadinho mais desse jogo por ser contra um grande».Relativamente aos preparativos da receção, Alexandre revelou que tem sido uma «trabalheira monumental». «Entre a organização, o planeamento e como é que se processam os adeptos e as câmaras televisivas, tem sido, realmente, um trabalho bastante grande. De resto é mais uma semana de trabalho no Sintrense, prontos para jogarmos contra o FC Porto», garantiu.No jogo em que se espera casa repleta «há uma motivação extra» provocada pela visibilidade que a prova rainha traz aos jogadores e ao clube.»O importante é mostrarmos que temos um projeto bastante interessante no Sintrense, com jovens jogadores e uma estrutura profissional. Mesmo aqui na nossa dimensão, no Campeonato de Portugal, temos a tecnologia GPS, que custa milhares de euros por temporada e temos um mental coach», contou o diretor-desportivo, frisando o protagonismo que o clube dá à formação dos adesportistas «Os nossos jogadores que não acabaram o 12.º ano têm isso pago por nós e organizado por uma pessoa da SAD. Os que já acabaram o 12.º ano fazem um curso de línguas.»

Na sexta-feira 08 de outubro vitória por 1-0 dos dragões no teste realizado com o clube do Campeonato de Portugal.O FC Porto realizou um treino em conjunto com o Salgueiros, equipa do Campeonato de Portugal. Os dragões venceram por um golo sem resposta, autoria do avançado de Brasil Evanilson.Sérgio Conceição preparava o encontro com o Sintrense , para a Taça de Portugal, ainda com uma lista alargada de ausências devido aos compromissos das seleções: Diogo Costa e Pepe , João Mário, Vítor Ferreira, Fábio Vieira e Francisco Conceição , Nanu , Mbemba , Marko Grujic , Matheus Uribe e Luis Díaz , Tecatito Corona e Mehdi Taremi .

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Porto

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sintrense-FC Porto: assista aa sinopse da goelada portista na Taça de Portugal
>>>>>FC Porto estreia-se na Taça de Portugal frente ao Sintrense e com este onze – (ojogo-pt)
>>>>>Ao serviço do Braga, Carvalhal tem percurso quase imaculado na Taça de Portugal – October 13, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>Sintrense prepara a receção ao FC Porto: «Tem sido uma trabalheira monumental» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 280 0 NONE 8 nós: 1, (tacit) nós: 7
2 Sintrense 0 0 ORGANIZATION 8 o Sintrense: 5, (tacit) ele/ela (referent: o Sintrense): 3
3 o FC_Porto 80 0 PLACE 6 o FC_Porto: 4, O FC_Porto: 2
4 A Taça 150 0 OTHER 5 A Taça: 1, a Taça: 1, (tacit) ele/ela (referent: A Taça): 3
5 prova 140 0 NONE 5 a prova: 3, a prova rainha: 1, uma prova especial: 1
6 Alexandre da Silveira 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Alexandre_da_Silveira): 1, Alexandre: 1, (tacit) ele/ela (referent: Alexandre): 1, Alexandre_da_Silveira: 2
7 eu 0 0 NONE 5 (tacit) eu: 5
8 a organização 0 0 NONE 4 (tacit) ele/ela (referent: a organização): 4
9 equipa 0 0 NONE 4 equipa: 3, a equipa: 1
10 treinador 0 0 NONE 4 o treinador: 2, treinador: 2