Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cores do Time

Leões, que exposição de classe na segunda parte decidiu a vitória, dividem, assim, a liderança com os russos do Ekaterinburg. Único golo padecido aconteceu aos 39 minutosDois golos de Alex Merlim e outro de Diego Cavinato deram, esta quinta-feira, o triunfo ao Sporting frente aos de Croacia do Olmissum, por 3-1, na abertura do Grupo B da Ronda de Elite da Liga dos Campeões de futsal.Embora na ponta final tenha mostrado obstáculos quando o Olmissum apostou no cinco para quatro, após primeira parte padecida, apesar do domínio das ações de jogo, o Sporting arrancou para a vitória na segunda parte. O Sporting é campeão da Europa.Um resultado que coloca o Sporting a dividir a liderança com os russos do Ekaterinburg que, esta quinta-feira, venceram os holandeses do Hovocubo, por 5-1, equipa que na sexta-feira, às 18:00, mede forças com os «leões».Com um começo de jogo bastante dividido, o Sporting foi mostrando algum ascendente. Zicky teve por duas vezes chance de colocar os campeões europeus em título em benefício, mas não teve a frieza necessária para o fazer. Aos quatro minutos, Waltinho rematou à trave da baliza a cargo de Josip Bilandiz.Miguel Ângelo, aos nove, viu António Sekulic, em cima da linha de golo, negar-lhe a inauguração do marcador, depois de um remate atravessado, de fora da área. Contudo, Alex Merlim, segundos depois fez um 1-0, com uma «bomba», arremessada da zona dos nove metros.Apesar do golo padecido, o Olmissum conservou o mesmo estilo de jogo, a pressionar o portador da bola do Sporting e a fechar-se bastante bem no seu último terço do terreno.Se no capítulo defensivo estava a instituir muitos obstáculos aos comandados de Nuno Dias, no ofensivo nem por isso, em várias ocasiões, o guarda-redes Guitta aproveitou para subir no rinque para oferecer superioridade numérica ao Sporting.O magro 1-0 ao pausa acabava por premiar o Olmissum, sobretudo pelo trabalho feito pelo guarda-redes Josip Bilandzic, que, por exemplo, negou o golo a Carinal a três segundos do final da primeira parte.O Sporting não podia ter entrado melhor no segundo tempo, com Diego Cavinato a fazer o 2-0, após assistência de Waltinho.A formação de Alvalade puxou dos galões e abriu por inteiro a, até então, defesa bem coordenada croata com o «mago» Alex Merlim a bisar no encontro, aos 24 minutos, após uma excelente jogada e assistência do capitão João Matos.O cronómetro ia progredindo e não havia vislumbre de reação por parte do Olmissum, que curiosamente passou a ser vítima da ideia que trouxe para o jogo: pressionar o portador da bola.O campo parecia estar inclinado, tal era a pressão que os campeões nacionais e europeus iam colocando no jogo, valendo ao Olmissum as defesas de Bilandzic.Bastante raramente os de Croacia conseguiam passar a linha de meio-campo, motivo pelo qual passara a jogar no cinco para quatro, com Postruzin a fazer de guarda-redes progredido.Nesse período, os de Croacia controlaram a posse de bola e encostaram o Sporting à cordas, conseguindo chegar ao tento de honra, com o golo de Nikola Pavic, aos 39 minutos, após passe de Matej Horvat.

Projeção feita pelo técnico da equipa sportinguista à disputa da Ronda de Elite ante o Sinara, o Hovocubo e o Olmissum. Faltam menos de 24 horas para começarO treinador de futsal do Sporting, Nuno Dias, advertiu esta quarta-feira para os obstáculos que os três oponentes na Ronda de Elite da Liga dos Campeões podem provocar aos atuais campeões europeus, no Grupo B da etapaç»Passar este período é um objetivo claro. No entanto, estamos bastante cientes dos obstáculos. Encontraremos três equipas que estão habituadas a ganhar e que, certamente, vieram a Lisboa com esse objetivo», destacou, em conferência de jornalismo conjunto com os treinadores das quatro formações que compõem o grupo.O primeiro oponente do Sporting é a equipa de Croacia do Olmissum, na quinta-feira, às 19 horas, seguindo-se os neerlandeses do Hovocubo, na sexta-feira, às 18:00, e, por fim, os russos do Sinara, no domingo, às 19 horas, todos no Pavilhão João Rocha, em Lisboa.»Todos os jogos serão altamente difíceis. Numa primeira análise que fizemos, percebemos que estamos numa Ronda de Elite forte. O que me interessa mesmo é o nossa performance e o que podemos fazer. Penso que estaremos preparados», declarou.Apesar do enorme favoritismo colocado nos leões, ainda por cima jogando em casa, Nuno Dias recusou esse rótulo à partida, pois terá que ser assumido «na quadra» e não durante a antevisão, mas considerou que «é sinal de que reconhecem proficiência e característica».»Temo que ser exigentes para continuar a ganhar. A pressão de ganhar é uma pressão boa. É a melhor pressão que podemos ter e não está ao escopo de todos, somente dos melhores. Sinto-me um privilegiado por ter essa pressão», frisou.O técnico do Sinara, Evgeny Davletshin, sublinhou que a equipa russa leva este torneio «muito a sério», embora reconheça que jogar na casa do Sporting «não é fácil», tendo em conta que só o primeiro classificado de cada grupo terá acesso à «final four» da Liga dos Campeões.O treinador do Hovocubo, que está pela primeira vez neste período da competição, deseja ir «pouco a pouco» no grupo, onde a equipa terá de «dar o melhor desde o primeiro dia» e «tentar aproveitar esta experiência para o futsal neerlandês» e para ela própriaO treinador Duje Maretic, que orienta o Olmissum, mostrou-se grato por jogar «na casa dos campeões europeus», tendo o objetivo de «encarnar o futsal croata da melhor forma possível» e «dar o melhor em todos os jogos», a iniciar pelo «grande teste» frente ao Sporting, onde poderão observar em que platô estão atualmente.»Espero ver os meus jogadores a dar o seu melhor. Estamos a preparar-nos bem para o jogo. O Sporting joga bastante bem no sistema atacante e é difícil defender contra eles. Têm uma estratégia bastante boa. Aliás, são bons em tudo, por isso é que são campeões europeus. Vamos tentar invalidar-los e acredito nos meus jogadores para tal»,disseu.A Ronda de Elite da Liga dos Campeões é constituída por quatro grupos, com quatro equipas cada, sendo que apenas os primeiros posicionados se apuram para a «final four», onde o Sporting, na última edição, levou a melhor, pela segunda vez no historial.

Na quarta-feira 10 de novembro Alex Merlim marcou os dois golos do triunfo do Sporting, por 2-1, ante o Braga. Sérgio Costa assinalou o tento arsenalista.Na sétima jornada do campeonato de futsal, o Sporting recebeu e venceu o Braga por 2-1. Alex Merlim assinalou os dois golos dos leões, aos 2 e aos 21 minutos, e Sérgio Costa diminuiu para os bracarenses, aos 36′.Os comandados de Nuno Dias adicionaram 18 pontos e ocupam o segundo lugar – o Benfica tem 15 e menos um jogo. O Braga estava no 11.º posto, com seis pontos.Refira-se que o líder do campeonato era o Fundão, com 21 pontos.

O Sporting Clube de Portugal ComC • MHIH • OB é um clube de Portugal, eclético e multidesportivo, fundado a 1 de julho de 1906, com sede em Lisboa no Complexo Alvalade XXI.

É casado com a também argumentista Raquel Palermo da qual têm dois filhos.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sporting começa defesa do título na Liga dos Campões com um triunfo
>>>>>Nuno Dias em alerta para a defesa do título europeu: «Temos que ser exigentes para voltar a ganhar» – December 01, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 120 40 NONE 10 nos: 1, (tacit) nós: 9
2 Sporting 100 0 ORGANIZATION 9 o Sporting (apposition: campeão de a Europa): 1, o Sporting: 5, (tacit) ele/ela (referent: O Sporting): 1, O Sporting: 2
3 eu 70 0 NONE 9 (tacit) eu: 7, me: 2
4 Olmissum 0 0 ORGANIZATION 6 (tacit) ele/ela (referent: o Olmissum): 2, o Olmissum: 4
5 pressão 360 0 NONE 5 a melhor pressão: 2, pressão: 1, A pressão: 1, uma pressão boa: 1
6 dificuldades 0 160 NONE 4 dificuldades: 1, as dificuldades: 3
7 Alex Merlim 0 0 PERSON 4 Alex_Merlim: 4
8 Nuno Dias 0 0 PERSON 4 Nuno_Dias: 2, (tacit) ele/ela (referent: Nuno_Dias): 2
9 parte 0 75 NONE 3 primeira parte sofrida: 1, a segunda parte: 2
10 triunfo 245 0 NONE 3 o triunfo: 2, a vitória: 1