Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cores do Time

Vasco Seabra quer crescimento do Moreirense fortalecido frente ao Portimonense.O treinador Vasco Seabra quis este sábado que o Moreirense fortaleça o crescimento mostrado no triunfo sobre o Nacional , na véspera de receber o Portimonense, em encontro da 15.ª jornada da I Liga.»Os primeiros 30 minutos dão-nos segurança sobre a equipa dominadora, intensa e agressiva que desejamo ser. Sentimo-nos contentes, mas esse jogo ficou para trás e temos agora um duelo extremamente difícil. Desejamo estender este estado e dar-lhe consistência para que possa ser mais forte», assinalou o técnico, em conferência de jornalismo.Na Choupana, os minhotos estrearam-se a vencer no campeonato sobre alçada do sucessor de César Peixoto, após o empate com o Vitória de Guimarães , sendo que um novo triunfo ofereceria «margem de conforto para serem ainda mais competitivos».»O conforto é sempre bastante relativo. Sentimos que ganhar duas vezes nesta I Liga dá-nos uma subida bastante grande na tabela, mas se estivermos dois ou três jogos sem vencer começamos a ficar mais perto dos lugares de baixo. Temos uma responsabilidade bastante grande de jogar para vencer e um grupo bastante focado e com vontade», enquadrou.Volvidos três partidas em oito dias, incluindo a eliminação da Taça de Portugal diante do Santa Clara , Vasco Seabra procura capitalizar uma «semana limpa» de jogos, caracterizada pela «maximização de características» e pela «correção de certas situações».»Foi importante para que os jogadores pudessem recuperar antes de estarem novamente abertos a novas informações. Abordámos o processo coletivo e procuramos dar o nosso cunho em busca de uma equipa mais compacta e competitiva e de valorizar o jogo do Moreirense, sem deixar de observar aquilo que está para trás e está bem feito», contou.O treinador reconhece a «qualidade individual» do Portimonense, cuja ascensão na tabela «começa a traduzir um pouco mais o real valor da equipa», e apela aos minhotos que «estejam no seu melhor» para superar um «oponente bastante difícil» rumo aos 20 pontos.»É um lugar habitual declararmo que trabalhar sobre triunfos é bastante melhor, mas essa é a realidade. Precisamos de conservar as nossas referências e os predicados que têm sido valores inegociáveis para nós, como o espírito coletivo, a alma, a dedicação e a entrega. Pretendemos um Moreirense nesta permanência, se possível com o triunfo», afiançou.Abdu Conté, Pedro Amador, Sori Mané, André Luís, Derik Lacerda e Pedro Nuno ficam ausentes por lesão, enfrenta um jogo de suspensão por ter, enquanto Lazar Rosic retorna de castigo e Fábio Pacheco sido admoestado com o quinto amarelo na Choupana.»O plantel é competitivo, consistente e juntado, trabalha bastante bem e tem espírito e uma responsabilidade coletiva bastante grande. Estou cumprido com eles. Vai ser sempre para adicionar, se entrar alguém. Caso oposto, vamos com eles com toda a convicção e força, porque sentimos que temos homens para as nossas ambições», deduziu.O Moreirense, sétimo colocado, com 17 pontos, recebe o Portimonense, na 12.ª posição, com 14, no domingo, às 17:30, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, num encontro da 15.ª jornada da I Liga, com arbitragem de Gustavo Correia, da associação do Porto.

O técnico insistiu na necessidade de a equipa manter os níveis exibicionais a cada jogoO treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, pediu esta sexta-feira à equipa «concentração» e considerou que os jogadores «não podem relaxar» se quiserem vencer no terreno do Moreirense, no domingo, na 15.ª jornada da I Liga.»Nós procuramos ser iguais a nós próprios em casa e fora, e devemo procurar estar concentradíssimos, não podemos relaxar nada por termos vencido esta partida [1-0 na receção ao Belenenses SAD], temos de conservar os mesmos níveis de concentração e de pretensão para que as nossas proficiências consigam ser idênticas e adicionar os pontos fora que temos adicionado em casa», alegou o treinador na antevisão do encontro.O técnico insistiu na necessidade de a equipa manter os níveis exibicionais a cada jogo e somar na partida diante do Moreirense o segundo triunfo consecutivo para conquistar pontos e chegar ao final do campeonato com a manutenção assegurada.»Não podemos relaxar. Às vezes, dá a sensação de que a equipa relaxou um pouco e não é igual a si própria no jogo seguinte, é isso que nós temos hoje na mente e temos focado muito esse assunto durante toda a semana com os atletas. Não se pode relaxar, porque com duas triunfos seguidas dá-se um salto belo na classificação e no fundo é à pdemandadisso que nós vamos a Moreira de Cónegos», garantiu.Paulo Sérgio realçou o equilíbrio que se verifica entre as equipas que combatem por escapar aos últimos lugares da classificação e considerou que o Portimonense deve inquietar-se mais em vencer e adicionar pontos do que com o lugar que ocupa atualmente na tabela classificativa.»As contas fazem-se no fim, mas é agora que devemo ir amealhando. Mais do que pensar na classificação atual, o que é importante é ir adicionando pontos para chegarmos à 34.ª jornada tranquilos e com o Portimonense na I Liga», alegou.O técnico argumentou que «não é tanto a classificação em si momentânea que é um objetivo, mas sim o adicionar pontos para um combate» que será «dura», porque «há um amplo conjunto de equipas» que, segundo o técnico, «são bastante semelhantes» numa «competição será bastante dura até final».O treinador considerou também que, «mesmo quando se ganha, há coisas que não são tão bem executadas» e a equipa técnica procura «trabalhar em cima dessas coisas que estão menos bem» e «aquelas que estão bem para sedimentar», vendo «erros cometidos para não voltarem a ser repetidos».Paulo Sérgio declarou que esse é um trabalho «bastante aturado e exaustivo de análise para que não se volte a repetir o mesmo espécie de erros» e fazer a equipa «aumentar e evoluir, deseja individual quer coletivamente».»O Moreirense é uma equipa boa, tem bastante bons executantes, tem um plantel bastante interessante e sabemos que não é tarefa fácil. Mas é um dos adversários, nós não fazemos diferente e não nos encolhemos em lado nenhum, esta é a ideia e a mentalidade e desejamo ir disputar o jogo com a pretensão de trazer os pontos para Portimão», alegou ainda o técnico da equipa de Algeria.O Portimonense ocupa o 12.º lugar da I Liga, com 14 pontos, menos três do que o Moreirense, que está na sétima posição.O jogo está marcado para domingo, às 17h30, no parque desportivocomendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Na sexta-feira 15 de janeiro Técnico do Moreirense projetou o embate frente ao Nacional, em jogo da 14.ª jornada da Liga, no qual vai em busca do primeiro triunfo. Afastamento na Taça de Portugal não deixou sequelasO treinador Vasco Seabra recusou que os futebolistas do Moreirense tenham ficado afetados pela eliminação na Taça de Portugal, antes da visita ao estádio do Nacional, em jogo da 14.ª jornada da I Liga.» era óbvio que desejávamo sempre bastante ganhar. Retirou-nos a chance de jogar os quartos de final, mas temos de nos agarrar à outra ochanceque nos r restavae p passavapor estar bem no campeonato. Este grupo não ficou a lamentar o leite derramado e as coisas que já ocorreram», assegurou o técnico, em conferência de jornalismo.O sucessor de César Peixoto procurava concluir uma série de três encontros em nove dias com o primeiro vitória pelo símbolo de Moreira de Cónegos, depois do empate com o «vizinho» Vitória de Guimarães e da derrota frente ao Santa Clara .» era um fase difícil, mas temos um grupo disponível para escutar e comprar as nossas intenções coletivas, sem esquecer princípios que já eram bons. tentávamo maximizar as qualidades da equipa, sempre num sentido de potenciarmos as ideias que, na nossa maneira de ver, possam valorizar mais o jogo e nos aproximem de triunfos», observou.Focado no trabalho gradual dos «aspetos ofensivos e defensivos e das transições», Vasco Seabra acreditava numa «boa resposta» do Moreirense na visita à Choupana, pedindo «competitividade, energia e raça coletiva» para superar «um oadversárioe um jogo difíceis».»O Nacional era uma equipa bem treinada, com característica no processo, que sabia o que fazia e estava junta há muito tempo. O jogo exigiria o máximo de responsabilidade, raça, atitude e crer da nossa parte. há um longo percurso a percorrer ao longo de 90 minutos, que serão duros e nos quais teríamos que saber padecer, mas daremos tudo para vencer», notou.O retorno àosvtriunfosnaoI Liga o ofereceriaconforto pontual e anímico ao plantel minhoto para assimilar aofmaneirade jogar ppedidopelo novo treinador, o quarto uusadoeestetemporada, depois de Ricardo Soares, César Peixoto e Leandro Mendes.»Mais importante do que sermos uma equipa pressionante é sabermos pressionar. existiriam momentos em que não conseguiremos pressionar em cima, mas há que ter argumentos para conseguir reagrupar, voltar a coordenar e defender o mais longe possível da nossa baliza, de forma a recuperar mais vezes a bola e estar mais vezes na frente», ilustrou.Vasco Seabra já poderia contar com o médio David Simão, um dos três reforços formalizados na reabertura do mercado de transferências, que esteve isolado em função de um teste com resultado positivo para o novo coronavírus, que provocava a covid-19.Já o defesa Pedro Amador, o médio Sori Mané e os avançados Pedro Nuno e André Luís continuavam lesionados, enquanto o defesa Lazar Rosic vai satisfazer um jogo de suspensão, depois de ter sido admoestado com duplo cartão amarelo na partida frente ao Santa Clara.O Moreirense, nono colocado, com 14 pontos, visitava o Nacional, na 11.ª posição, com 13 e um jogo em atraso, no domingo, no Estádio da Madeira, no Funchal, às 15:00, num encontro da 14.ª jornada da ​​​​​​​I Liga.

O Moreirense Futebol Clube é um clube de futebol de Portugal, acolhido na clientela de Moreira de Cónegos, pertencente ao concelho de Guimarães.

Vasco César Freire de Seabra é um treinador de futebol de Portugal, atualmente no Boavista .

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal, Dominican Republic, Cuba

Cities: Santa Clara, Porto, Comendador

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Temos uma responsabilidade bastante grande de jogar para vencer»
>>>>>Paulo Sérgio avisa: jogadores «não podem relaxar» se querem vencer Moreirense – January 22, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 434 90 NONE 37 Nós: 1, (tacit) nós: 29, nós: 1, nos: 6
2 Moreirense 190 0 ORGANIZATION 11 O Moreirense nono colocado: 1, (tacit) ele/ela (referent: um Moreirense): 1, (tacit) ele/ela (referent: o Moreirense): 3, O Moreirense: 1, o Moreirense: 2, O Moreirense sétimo colocado: 1, um Moreirense: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Moreirense): 1
3 eu 88 0 NONE 10 (tacit) eu: 10
4 jogo 0 0 NONE 7 O jogo: 2, esse jogo: 1, o jogo: 2, jogo: 2
5 Vasco Seabra 0 0 PERSON 6 Vasco_Seabra: 5, O treinador Vasco_Seabra: 1
6 Portimonense 65 0 ORGANIZATION 5 O Portimonense: 1, o Portimonense: 3, ª jornada tranquilos e com o Portimonense em a I_Liga: 1
7 era 60 120 NONE 4 era óbvio: 2, era: 2
8 Nacional 0 0 ORGANIZATION 4 o Nacional: 3, O Nacional: 1
9 pontos 0 0 NONE 4 14 pontos: 1, pontos: 2, 17 pontos: 1
10 ambição 0 50 NONE 3 a ambição: 1, ambição: 1, nossas pretensões: 1