Por: SentiLecto

Petit, que declarou ter progredidos móveis no plantel que podem corresponder, declara ter soluções no plantel do Belenenses SAD para «ataque móvel»Petit lamenta que o Belenenses SAD não tenha conseguido contratar mais um jogador para competir com Cassierra e Edi Semedo , mas»Tentámos ir buscar ao mercado um jogador diferente do Cassierra e do Edi. Não conseguimos, mas ir buscar só por ir, não valia a pena. Sabemos dos obstáculos que cruzamo neste fase, mas somos nós treinadores que temos de nos ajustar. Posso jogar com avançados móveis na frente, com outras dinâmicas», admitiu.Em conferência de jornalismo de antevisão à partida da quarta jornada, com o Moreirense, Petit senfatizouas «duas boas semanas» de trabalho, devido à paragem para os compromissos internacionais, que permitiram à equipa melhorar, «não só em termos físicos, mas em termos defensivos e ofensivos».»Trabalhámos mais para aquilo que desejamo e devemo fazer, sabendo que, do outro lado, está uma equipa boa e de característica. Desejamo dar uma boa resposta, amanhã [domingo] a Belenenses SAD faz 21 anos de existência e desejamo dar um deleite aos adeptos, num dia importante para nós», disse.Petit, que já orientou o Moreirense, nas temporadas 2016/17 e 2017/18, elogiou o conjunto de Ricardo Soares, que exibe «dinâmicas bastante idênticas» ao treinador, desde a temporada anterior, «mas com jogadores diferentes».O treinador dos «azuis» mostrou-se cumprido com o plantel e com as «dores de cabeça» em algumas posições, nomeadamente, na baliza, entre André Moreira e Kritciuk, ressalvando que o Belenenses SAD podia ter mais pontos adicionados nas três primeiras jornadas do campeonato.»Entrámos bem no campeonato, em dois jogos fora fizemos quatro pontos. O jogo em casa com o Famalicão não era o resultado que desejávamo, foi injusto, tínhamo que ter mais alguns pontos, mas não podemos olhar para trás e sim para a frente, para o oponente de amanhã [domingo]», assinalou.Durante os últimos dias, tem sido noticiada a afirmada mudança de nome da equipa, com o presidente do Belenenses, Patrick Morais de Carvalho, a divulgar documentos que indiciam uma mudança do nome da SAD para Comporta FC, mas Petit explicou que são situações que «passam ao lado» do plantel.Belenenses SAD, oitavo classificado, com quatro pontos, e Moreirense, 10.º, com os mesmos pontos, defrontam-se na quarta jornada da I Liga de Portugal de futebol, no Estádio Nacional, em Oeiras, em jogo marcado para as 15:00 de domingo, com arbitragem de António Nobre, da associação de Leiria.

Ricardo Soares mostrou-se pouco inquietado com a saída do avançado, grande goleador do Moreirense na última época.O treinador Ricardo Soares relativizou a saída do avançado Fábio Abreu, que trocou o Moreirense, da I Liga, pelos sauditas do Al-Batin, já após o fecho do mercado de transferências em Portugal.»[Essa perda] não é uma preocupação. Estou habituado e já me deparei com várias situações parecidas. É altamente gratificante olhar para o meu plantel e conseguir arranjar outra estratégia ou dinâmica sem escapar das nossas ideias em absoluto, porque isso seria um erro tremendo», advertiu o técnico, em conferência de jornalismo.Fábio Abreu, de 27 anos, foi o quinto melhor marcador da última edição do campeonato, com 17 golos em 38 jogos, aos quais adicionou dois tentos nas primeiras três presenças em 2020/21, traduzindo 15 meses produtivos num negócio a rondar os 2,5 milhões de euros.»É gratificante pelo encaixe financeiro para o clube. Estou cá para valorizar ativos e isso foi conseguido mais uma vez. O trabalho compensou, mas ele já não está cá. Cabe-me modificar um matiz em função dos jogadores disponíveis e obter uma fórmula assertiva e eficaz para agredi, sendo que defensivamente também vai ter alguns preços», analisou.Confiante nas «soluções internas» do Moreirense, Ricardo Soares garantiu que «ninguém fica fora do processo» e enalteceu «um esforço enorme» observado durante «duas semanas bastante produtivas», em plena paragem da I Liga para os compromissos das seleções.»Os jogadores trabalharam bastante e com característica. Alguns deles aumentaram os índices físicos para platô adaptados à epré-requisitoda competição em que estão iintroduzidos Deu ainda para cimentar o processo e ter melhor conhecimento das ideias pretendidas. Estamos cumpridos com a conduta e esforço enorme de todos os desportistas», vincou.O treinador nota «uma boa base e um nível interessante» de acordo com «as pré-requisito» do conjunto de Minsk, que revela «alguma ansiedade» para «validar o trabalho» efetuado durante a semana no domingo, quando visitar o estádio do Belenenses SAD.»O oponente tem qualidades e dinâmicas interessantes e diferentes da norma em Portugal. É uma equipa bem trabalhada e coordenada, estável no plano defensivo, a defender e agredi com muita gente. Esperamos obstáculos contra jogadores de característica, mas olhamos para nós e acredito que vamo dar uma boa resposta», afiançou.O Moreirense venceu as duas deslocações ao terreno dos «azuis», embora «isso nada conte», na certeza de que o embate «vai ser difícil, pela valia do oponente e não por esta perda ou aquela», tendo em vista uma «margem de crescimento bastante superior à atual».Os médios Filipe Soares e Sori Mané debelaram problemas físicos e estão adequados, ao contrário do guarda-redes Kewin, do defesa Anthony D’Alberto e dos avançados André Luís e Derik Lacerda, enquanto o centrocampista Ibrahima Camará teve um teste positivo à covid-19 e está isolado.O Moreirense, 10.º colocado, com quatro pontos, visita o Belenenses SAD, oitavo, com idêntico registo pontual, no domingo, às 15:00, no Estádio Nacional, em Oeiras, em duelo da quarta jornada da I Liga, com arbitragem de António Nobre, da associação de Leiria.

Na sábado 03 de outubro o treinador do Belenenses admitia que equipa estava preparada para conquistar os três pontos frente ao NacionalO treinador do Belenenses SAD, Petit, enfatizou a vontade de «diminuir os erros» da derrota da jornada anterior, na terceira ronda da I Liga na visita ao Nacional.» era um campo altamente difícil de jogar. vamos tentar diminuir os erros que ocorreram no jogo passado, sabendo que, do outro lado, estava uma equipa com bons jogadores, com ideias fixas do treinador, mas estávamo preparados para conquistar os três pontos», alegou.O Nacional subiu este ano à I Liga e, nas primeiras duas jornadas, sadicionouuumvtriunfoe um empate, sob orientação de Luís Freire, treinador que se e estavaa estrear no escalão máximo do futebol pde Portugale que mereceu elogios de Petit.» era um treinador jovem, há alguns anos a trabalhar em competições inferiores, tem subido pouco a pouco. tem um processo bem feito em termos ofensivos», declarou, advertindo, contudo, para algumas fragilidades que o Belenenses SAD podia buscar: » instituem situações de golo, mas depois descompensavam-se em termos defensivos. era uma equipa com algumas rotinas interessantes, mas trabalhámos aspetos para não sermos surpreendidos».A bastante poucos dias do fecho do «mercado», Petit recebeu o guarda-redes de Rusia Kritciuk, que » era uma alternativa que podia ir já para jogo», mas o treinador esperava mais novidades no plantel, após ter declarado, no rescaldo da derrota com o Famalicão, que fazia faltava um «jogador na área que pudesse dar mais poder no jogo aéreo».» estávamo a trabalhar com a estrutura, era um jogador que podia surgir. Tive de me queixar. Fomos à pdemandado empate, tivemos mmuitascencruzilhadase livres, mas precisávamo de um jogador diferente do Cassierra na área», explicou, revelando que, na segunda ou terça-feira, o avançado identificado deveria ser formalizado.Ainda sobre o «mercado» de transferências, Petit destacou que, após a data de fechamento , jogadores desempregados podiam assinar. Em sentido oposto, jogadores que não contavam, como Francisco Varela, Chano e Dieguinho, ainda poderiam sair.» estávamo em perfeita sintonia com a gestão. Declarou que desejava um plantel com 20, mais três guarda-redes, e era nesse lote de jogadores que trabalharemos», frisou.Os enquanto o «reforço» Richard Rodrigues já estaria no séquito que viajava para a Madeira, defesas Gonçalo Silva, Eduardo Kau, Chima Akas e Nilton Varela continuavam no boletim clínico e podia ser alternativa.

Petit é um município da Venezuela localizado no estado de Falcón.

O Moreirense Futebol Clube é um clube de futebol de Portugal, acolhido na clientela de Moreira de Cónegos, pertencente ao concelho de Guimarães.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Oeiras, Leiria

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Tentámos ir buscar ao mercado um jogador diferente»
>>>>>«Fábio Abreu? O trabalho compensou, mas ele já não está cá» – October 17, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Internacional do Moreirense retido testou positivo e ficou no Algarve – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 160 15 NONE 30 nós: 3, (tacit) nós: 27
2 eu 300 9 NONE 17 (tacit) eu: 14, me: 3
3 Petit 172 0 PERSON 10 Petit: 8, (tacit) ele/ela (referent: Petit): 1, Petit em as temporadas: 1
4 Moreirense 80 50 ORGANIZATION 9 (tacit) ele/ela (referent: O Moreirense): 3, O Moreirense 10: 1, O Moreirense: 1, o Moreirense: 3, Moreirense 10: 1
5 jogadores 80 80 NONE 6 jogadores desempregados: 1, jogadores diferentes: 1, bons jogadores: 1, Os jogadores: 1, jogadores: 2
6 equipa 260 0 NONE 6 uma equipa: 3, equipa: 1, uma equipa boa: 1, a equipa: 1
7 Belenenses SAD 80 0 ORGANIZATION 6 o Belenenses_SAD: 4, a Belenenses_SAD: 1, Belenenses_SAD oitavo classificado com quatro pontos: 1
8 plantel 30 0 NONE 6 meu plantel: 1, um plantel: 1, o plantel: 4
9 jogo 0 80 NONE 5 jogo marcado: 1, o jogo aéreo: 1, jogo: 1, O jogo: 1, o jogo passado: 1
10 pontos 0 0 NONE 5 mais pontos somados: 1, alguns pontos: 1, pontos: 1, quatro pontos: 2