Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Helton Leite

Guardião benfiquista assume-se como «fã» do antigo proprietário da baliza de Ajax, Juventus ou Manchester United. Sobre a sua posição, declara que «a escola em Portugal tem maior complexidade»Filho de um antigo guarda-redes, João Leite, que chegou a jogar em Portugal, no Vitória de Guimarães, mas com carreira feita no Atlético Mineiro, Helton Leite confessa que teve ao longo do seu crescimento como exemplo um guardião europeu, no caso Edwin Van der Sar, que atuou, entre outros, no Ajax, Juventus ou Manchester United, além de ter sido proprietário da baliza dos Países Baixos. «Era bastante fã do Van der Sar, pela envergadura, pela influência no jogo, ele era bastante calmo. Eu gostava do facto de ele ser bastante alto, mas também bastante ágil. Foi uma influência para mim», assumiu o guardião, em entrevista ao podcast «Defende os teus sonhos».O titular do Benfica abordou também a diferença nas técnicas entre o Brasil e Portugal no que diz respeito à posição. «Cheguei aqui e entrou no treino a parte tática. O guarda-redes tem uma responsabilidade em campo no processo defensivo e ofensivo da equipa, de posicionamentos, algo que no Brasil nem passava pela minha cabeça. A escola em Portugal tem uma complexidade maior e acaba por ser mais completa, aplicada ao jogo», declarou, ele que «todos os dias» investe «20 ou 30 minutos para um momento de contemplação e leitura».

Apesar de enfatizar o desejo, agora titular na Luz, o guardião já se vê a jogar pelo escrete de «ser campeão e de colocar o clube no trilho dos triunfos»Depois de ultrapassar Vlachodimos na corrida pela titularidade na baliza do Benfica, Helton Leite ambiciona ainda mais e assinala agora à seleção dbrasileira acreditando que pode lá chegar fruto do facto de atuar no clube da Luz. «Seleção? Como o Benfica, isso vai ser falado e ponderado», confessou o guardião, em entrevista ao podcast «Defende os teus sonhos», quando se está num clube enorme.»Encaro isso de uma forma bastante natural, estou focado no processo, no trabalho e no dia a dia do clube, mas sei que se continuar a aumentar e a evoluir e alcançar os objetivos no clube de ser campeão e de colocar o clube no trilho dos triunfos, pode ser algo natural a ocorrer. Obviamente, estou aberto a isso, desejo bastante, mas sei que vai ser algo natural pela grandeza do Benfica. É um sonho», assumiu.Numa conversa onde contou o seu caminho, recordando que o desporto lhe estava no sangue, pois nasceu numa família onde todos, desde os pais às irmãs mais velhas, seguiram esse cpercurso Helton Leite agradeceu «por jogar no Benfica, um clube tão histórico, tão vganhador. E reforçou: «É um orgulho enorme entrar todos os dias no Seixal ou no Estádio da Luz. Dá-me vontade de dar o máximo e de melhorar a cada dia para colocar este clube no caminho dos títulos.»Confessando que procura «dormir o mais cedo possível, para ter mais rendimento» e que gosta «depois do treino de falar com pessoas ou de ver vídeos para evoluir», o camisola 77 da Luz explicou: «É fundamental acreditar no trabalho e na evolução através dele. A minha mentalidade sempre foi «desejo trabalhar». Não é que não acredite na habilidade, mas acredito mais na habilidade adquirida.»

Na terça-feira 30 de março Guarda-redes do Benfica deixava rasgados elogios ao treinador.Helton Leite, guardião que «roubou» o posto de Vlachodimos, sendo o atual titular do Benfica, em entrevista à ESPN Brasil, falou sobre o icomeçoda carreira como guarda-redes, sobre o futebol pde Portugal o Benfica e ainda Jorge Jesus, a quem t teciarasgados elogios.O brasileiro até iniciou por ser médio defensivo, no Atlético Mineiro, mas influiu guarda-redes e tornar se a mãe.»Ela declarou para pedir ao treinador para ir para a baliza e assim fiz. Nesse treino defendia tudo o que havia para defender», iniciou por explicar, antes de falar sobre o Benfica e a primeira chamada ao onze por Jorge Jesus.» era bastante prazeroso ter a recompensa de todo o trabalho que fiz, não só nesta temporada. [Jorge Jesus] simplesmente escalou-me [para o primeiro jogo a titular]. E um jogador desejava jogar, então agarrei a chance», alegou.Sobre o futebol português, disse ter encontrado «um mundo novo, porque há um conhecimento do jogo em si, uma disciplina tática e um trabalho completamente diferente daquilo que aprendemos no Brasil». «Declarou, quando cheguei a Portugal ‘acho que estou a aprender a jogar agora’. Porque sabia jogar, mas não compreendia», continuou, antes de elogiar Jorge Jesus:» tem um conhecimento de jogo absurdo e que conseguia tirar o melhor dos seus jogadores, dos seus desportistas», deduziu Helton Leite.

Helton Brant Aleixo Leite, mais conhecido por Helton Leite é um futebolista que atua como goleiro.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal, Brazil

Cities: Guimaraes

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Van der Sar foi uma influência», revela Helton Leite
>>>>>Helton Leite: «Seleção será algo natural pela grandeza do Benfica» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 80 0 NONE 18 Eu: 1, (tacit) eu: 15, mim: 1, me: 1
2 Helton Leite 60 0 PERSON 9 Helton_Leite: 5, Helton_Leite guardião que: 1, (tacit) ele/ela (referent: Helton_Leite): 1, ele (referent: Helton_Leite): 1, (tacit) ele/ela (referent: Helton_Leite guardião que): 1
3 guardião 50 0 NONE 5 o guardião: 3, um guardião europeu: 1, Guardião benfiquista: 1
4 a Portugal 0 0 PLACE 5 a Portugal: 1, Portugal: 4
5 jogo 0 80 NONE 4 o primeiro jogo: 1, o jogo: 2, jogo absurdo: 1
6 Seleção 0 0 PERSON 4 Seleção: 1, (tacit) ele/ela (referent: Seleção): 3
7 a mãe 0 0 NONE 4 (tacit) ele/ela (referent: a mãe): 3, Ela (referent: a mãe): 1
8 era 80 0 NONE 3 era muito sereno: 1, Era: 1, era muito prazeroso: 1
9 guarda-redes 40 0 NONE 3 guarda-redes: 2, O guarda-redes: 1
10 entrevista 0 0 NONE 3 entrevista: 3