Por: SentiLecto

Português fez um esforço para tentar ganhar bônus, mas a etapa foi ganha por Peter Sagan numa luta entre homens rápidosJoão Almeida conservou o sétimo lugar na geral da Volta à Catalunha após a sexta etapa, com 193,8 quilómetros entre Tarragona e Mataró, pois a sua tentativa para ganhar bônus na meta final não foi bem sucedida, tendo o jovem da Deceuninck-Quick Step concluído na oitava posição. A penúltima etapa foi ganha por Peter Sagan ao sprint, na frente de Daryl Impey e Juan Sebastian Molano tendo João Almeida participado, que é o primeiro no Prémio da Juventude ainda ambiciona subir posições, tendo este domingo o circuito de Barcelona, com 133 quilômetro e seis subidas a Montjuic, como última chance, na aceleração final, bem arremessado pelos colegas da Deceuninck-Quick Step. Juan Sebastian Molano é o trio que ficou com as bônus da chegada.

O ciclista britânico Adam Yates venceu isolado a terceira etapa da Volta à Catalunha, assumindo a liderança da geral.O britânico Adam Yates venceu esta quarta-feira isolado a terceira etapa da Volta à Catalunha, assumindo a liderança da geral e destronando o pde Portugalde PortugalJoão Almeida , que caiu para o terceiro posto.Com um ataque «demolidor» na subida até Vallter2000, o britânico de 28 anos conseguiu vencer a mesma etapa em que tinha triunfado em 2019 e subir à liderança da geral, após csatisfazeros 203,1 quilómetros entre o canal olímpico catalão e a estância de esqui em 5:00.58 horas.O colombiano Esteban Chaves foi segundo, a 13 segundos, com o «veterano» de Espanha Alejandro Valverde , três vezes ganhador da prova catalã, em terceiro a 19.A última «escalada» do dia, de categoria especial, provocou numerosos ataques e as principais diferenças na meta, com vários nomes ao ataque à liderança e com João Almeida sozinho, sem colegas de equipa, durante boa parte da ascensão final.O português acabou por cortar a meta no 16.º posto, a 46 segundos, e, apesar de cair para terceiro, segurou a liderança da classificação da juventude, com 35 segundos para o de Noruega Brandon McNulty , segundo.Yates lidera agora a geral com 45 segundos de benefício para o australiano Richie Porte segundo O australiano Richie Porte é um companheiro de equipa., e 50 para João Almeida.Abaixo do português está outro homem da INEOS: o britânico Geraint Thomas é quarto a 53 segundos, com o resto do pelotão a mais de um minuto do líder.»Foi uma subida bastante difícil. O ciclista de Lusaka aos jornalistas, após a chegada disse: [Os oponentes] estiveram bastante fortes, fiz o meu melhor e posso estar contente com a minha prestação».A equipa, admitiu, auxiliou «o dia todo» e, tendo dado o melhor, «não havia mais a fazer» na dura escalada até Vallter2000, mas o agora terceiro à geral aadvertiuque ainda há «mbastantea fazer». «Ainda há quatro etapas, e duras», atirou.O outro português em prova, Ruben Guerreiro , acabou o dia no 32.º lugar, a 2.56 minutos do ganhador, e subiu para o 27.º posto da geral.Na quinta-feira, Yates defende a liderança na ligação de 166,5 quilómetros entre Ripoll e Port Ainé, com três subidas duras: uma primeira de primeira categoria, antes de dois cumes de categoria especial, a última a coincidir com a meta, já próxima de Andorra.Português desceu de terceiro a sétimo, mas acabaram os finais em montanha e está a 4 segundos do quarto lugarJoão Almeida diminuiu de terceiro a sétimo da geral após a etapa rainha da Volta à Catalunha, ganha em fescapadapelo colombiano Esteban Chaves, mas para o jovem português a etapa foi mais animadora do que o resultado final – 13.º, a 25 segundos de Chaves e 18s dos Ineos – parece mencionar.»Foi mais um dia duro no escritório, de grandes montanhas e tendências fortes, mas tive a equipa comigo. Fiquei cumprido por ter chegado ao final com estes grandes corredores e, mesmo ficando atrasado nos últimos 400 metros, gostei da minha corrida», analisou João Almeida, que resistiu quase até ao final ao ritmo dos corredores da Ineos, marcado por Richard Carapaz, Geraint Thomas e Richie Porte.Na geral, Adam Yates lidera e tem agora os seus colegas Richie Porte e Geraint Thomas nos lugares seguintes.Almeida a 4 segundos de Alejandro Valverde e Wilco Kelderman e a 3 segundos de Esteban Chaves garanti: «Vou tentar conservar um lugar no top 10, guardar a camisola da juventude e, se puder ganhar alguns lugares, irei fazê-lo..Todas as três etapas restantes têm montanha, mas nenhuma acaba a subir, o que teoricamente favorece o jovem de Portugal. Esta sexta-feira, os 201 quilómetros entre La Pobla de Segur e Manresa têm uma subida de terceira categoria ao quilômetro 36 e uma de primeira, o Port de Monserrat, ao quilômetro 174,5.Português esteve com os melhores trepadores na subida de categoria especial, de 18,4km, mas quebrou nos últimos 500 metros de etapa, descendo a sétimo. A Ineos conservou a liderança com Adam Yates e a etapa foi para Chaves Na ligação entre Ripoll e Port Ainé, a segunda e bastante dura chegada em alto da Volta à Catalunha, João Almeida desceu de terceiro a sétimo na geral individual.O português conseguiu, nesta quarta etapa da prova, caminhar com os melhores trepadores na subida final de 18,4 quilômetro e de categoria especial, mas quebrou nos últimos 500 metros de tirada. Sofredor, conseguiu restringi perdas, mas não evitou perder o terceiro para Geraint Thomas, que bonificou na meta, e os lugares seguintes para Wilco Kelderman , Alejandro Valverde , a 4s, e Esteban Chaves , a 3s.A Ineos controlou a quarta etapa da prova de uma semana de Espanha. Richard Carapaz e Geraint Thomas trabalharam para diminuir o ataque de Esteban Chaves , que chegou a ter mais de 30 segundos de progressão, e a equipa britânica segurou a liderança com Adam Yates, deixando os adversários sem habilidade para agredi.O colombiano Chaves chegou com 13 segundos ao último quilómetro e ganhou com sete sobre o grupo de favoritos, subindo ao sexto lugar.

Na sábado 27 de fevereiro ciclista de Portugal alcançou o primeiro pódio no World Tour.O ciclista de Portugal João Almeida considerava que o terceiro lugar na Volta aos Emirados Árabes Unidos, o seu primeiro pódio no World Tour, lhe dava motivação para a temporada.O português, mencionado no site da sua equipa. declarou: «Concluir em terceiro uma corrida deste calibre era um resultado motivador, que eu levarei para as minhas corridas em março».Para o jovem das Caldas da Rainha, «começar a época com o pé direito era sempre bom, algo que qualquer ciclista queria». » estava bastante satisfeito com o resultado e com a corrida que fizemos: duas triunfos em etapas e três homens no top-10 era fantástico. Uma grande prestação desta equipa inacreditável, à qual e estavamuito agradecido por toda a aassistênciae trabalho», referiu.Almeida, de 22 anos, deduziu a prova a 1.02 minutos do ganhador, o eslovaco Tadej Pogacar , com o britânico Adam Yates a ser segundo, a 35 segundos do campeão da última Volta a França.A sétima etapa, de 165 quilómetros, entre Deira Island e Abu Dhabi, foi ganhava ao sprint pelo australiano Caleb Ewan , em 3:18.29 horas, à frente do irlandês Sam Bennett e do alemão Phil Bauhaus .

Deceuninck-Quick Step, anteriormente conhecido como Omega Pharma-Quick Step e Quick Step entre outros, é um equipa ciclista profissional da Bélgica de categoria UCI WorldTeam .

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Spain

Cities: Mataro, Barcelona

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Volta à Catalunha: João Almeida sprintou e foi oitavo na sexta etapa
>>>>>João Almeida perde liderança mas continua no pódio da Volta à Catalunha – March 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>João Almeida é o novo líder da Volta à Catalunha – March 23, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Volta à Catalunha: Almeida e Guerreiro no pelotão, Rui Costa desiste devido a queda – March 22, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Rui Costa explica desistência na Catalunha: «Fomos atropelados» – March 22, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>João Almeida quer atacar na Catalunha: «Se puder, irei ganhar lugares» – (ojogo-pt)
>>>>>João Almeida perde o terceiro lugar em novo dia de montanha – March 25, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 João Almeida 160 0 PERSON 14 João_Almeida: 5, (tacit) ele/ela (referent: João_Almeida): 1, João_Almeida sozinho: 1, Almeida: 2, João_Almeida participado: 2, o português João_Almeida: 2, Almeida de 22 anos: 1
2 eu 484 0 NONE 10 (tacit) eu: 9, eu: 1
3 Adam Yates 235 180 PERSON 8 o britânico Adam_Yates: 1, Adam_Yates: 4, O britânico Adam_Yates: 1, Yates: 2
4 etapa 0 0 NONE 6 A penúltima etapa: 1, etapa: 3, a etapa: 2
5 português 30 0 NONE 5 O outro português: 1, O português: 2, português: 1, o português: 1
6 a Catalunha 0 0 PLACE 5 a Catalunha: 5
7 equipa 0 36 NONE 4 sua equipa: 1, a equipa britânica: 1, a equipa: 1, A equipa: 1
8 liderança 240 0 NONE 4 a liderança: 4
9 Esteban Chaves 0 0 PERSON 4 Esteban_Chaves: 1, o colombiano Esteban_Chaves: 1, O colombiano Esteban_Chaves: 1, Chaves_Na: 1
10 ciclista 0 0 NONE 4 o ciclista luso: 1, O ciclista português: 1, ciclista português: 1, O ciclista britânico: 1