Por: SentiLecto

Corredor da Efape caiu de sexto para oitavo da geral, estando agora a 2m15s do camisola amarela Amaro Antunes .O ciclista de Portugal o colégio de comissários penalizou esta quinta-feira em 20 segundos António Carvalho por fornecimento irregular , descendo a o oitavo lugar de a geral.Carvalho , um de os grandes atacantes de a jornada , penalizou Carvalho um que foi em os últimos 10 quilómetros de a quarta etapa que ligou a Guarda em a Torre , , onde ganhou o seu colega de equipa Jóni Brandão.ssim, o corredor da Efapel, o quinto a cortar a meta, caiu de sexto para oitavo da geral, estando agora a 2m15s do camisola amarela Amaro Antunes .O dragão João Rodrigues e Alejandro Marque beneficiam da punição de Carvalho, subindo, respetivamente às sexta e sétima posições da geral.

Ciclista da W52-FC Porto «protegeu» Amaro Antunes, que conservou a camisola amarela.João Rodrigues renunciou esta quinta-feira do título em nome da W52-FC Porto, protegendo Amaro Antunes das agruras da Torre e dos ataques da Efapel, que celebrou a primeira vitória de Joni Brandão na Volta a Portugal em bicicleta.Após anos de tentativas fracassadas, o ponto mais alto de Portugal continental coroou, finalmente, Joni Brandão, com o três vezes vice-campeão da prova a deduzi com êxito uma jornada de incessantes, mas atarantados ataques da Efapel, que compensou a ineficácia estratégica com uma arrancada do seu líder nos metros finais da subida à Torre, imersa nuumaiintensanneblinaBrandão pode ter sido o D. Sebastião da sua equipa, ao ganhar a quarta etapa e três segundos aos três primeiros da geral individual, mas o herói do dia foi João Rodrigues.O jovem de Algeriade Algeria provou toda a sua característica , ao comandar o grupo de favoritos nos mais de 20 quilómetros da escalada, respondendo às investidas da Efapel, protegendo o camisola amarela do vento e «arenunciando do seu cetro, sem hesitar.»Para mim, foi uma atitude de um campeão. O ganhador da última edição da Volta a Portugal chegar aqui e deixar a pele por mim, foi algo… confesso que me arrepia. Só pensava que não poderia decepcionar, de qualquer maneira», enalteceu Amaro Antunes, que foi terceiro na meta e não perdeu tempo para os mais diretos perseguidores, Frederico Figueiredo , segundo na etapa, e o colega Gustavo Veloso, quarto.As resoluções da geral estavam reservadas para os 20,2 quilómetros de ascensão à Torre, mas antes havia outras classificações para definir, com o líder da montanha, Hugo Nunes , e Luís Gomes a integrarem a escapada do dia ao quilómetro 18,5 dos 148 desde a Guarda, com o intuito de defender as suas camisolas e adicionar pontos que lhes permitam chegar com elas a Lisboa. Luís Gomes é o da regularidade.José Neves e Ángel Madrazo , Sergio Martín , Matis Louvel e Christophe Noppe , César Martingil , João Matias , Rafael Reis e Gonçalo Amado , Bruno Silva , Gaspar Gonçalves e Pedro Pinto acompanharam Nunes e Gomes na sua fuga, tendo os 14 conseguido uma diferença máxima que alcançou os três minutos.Na subida para as Penhas Douradas, a Efapel foi arremessando sucessivamente Tiago Machado e Sérgio Paulinho, em esforços efémeros facilmente invalidados pela W52-FC Porto – só o espanhol Cristian Rodríguez se realçou -, mas a verdadeira seleção no grupo dos candidatos só foi feita no começo da subida de categoria especial, com o espanhol Vicente García de Mateos , que até hoje tinha estado bastante discreto, a ser o primeiro suprimido, ao ceder quase cinco minutos para o ganhador.Brandão tentou agredi de longe, a 15 quilómetros na meta, para cavar diferenças importantes, mas o inesgotável João Rodrigues invalidou todas as iniciativas do duo da Efapel – António Carvalho foi o que mais vezes saltou para a frente do grupo -, comprovando que o segredo do êxito dos dragões é mesmo o objetivo habitual de ganhar a Volta a Portugal, independentemente de quem vista a camisola no último dia.Com o vento a soprar forte nos cinco quilómetros finais, os candidatos preferiram não aventurar-se em delírios, seguindo agrupados até aos dois quilómetros finais, onde encontraram Rodríguez, antes de abrirem as animosidades, envoltos em neblina, num final emocionante e num cenário invernal, em que nem o risco de meta, cortado por Brandão depois de 04:19.02 horas na estrada, se via.Não houve pódio, mas nem assim o ciclista da Efapel, agora quarto a 01.17 minutos, deixou de festejar efusivamente, levantando a bicicleta acima da cabeça, abraçando os seus companheiros e confessando-se «naturalmente bastante contente»., embora advertindo para o favoritismo de Gustavo Veloso, caso os primeiros da geral cheguem ao contrarrelógio da última etapa com as diferenças atuais: Antunes tem 13 segundos de benefício sobre Figueiredo garantiu: «É o primeiro triunfo em etapa, o sonho de vencer a Volta a Portugal ainda continua de pé», e 01.13 sobre o veterano de Galati, o maior expert em «crono» dos quatro primeiros da geral.Na sexta-feira, o pelotão aproxima-se do litoral, numa quinta etapa que ligará Oliveira do Hospital a Águeda, num total de 176,3 quilómetros.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Guarda

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Volta: António Carvalho penalizado por fornecimento irregular e cai na geral
>>>>>Volta a Portugal: Rodrigues abdicou do cetro e Brandão festejou entre o nevoeiro – October 01, 2020 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 António Carvalho 0 120 PERSON 6 Carvalho um: 2, (tacit) ele/ela (referent: Carvalho um): 1, António_Carvalho: 2, (tacit) ele/ela (referent: António_Carvalho): 1
2 Amaro Antunes 80 80 PERSON 6 amarela Amaro_Antunes: 1, Amaro_Antunes: 4, Amaro_Antunes de as agruras de a Torre: 1
3 eu 50 0 NONE 5 (tacit) eu: 3, me: 1, mim: 1
4 a Volta_a_Portugal 0 0 OTHER 5 (tacit) ele/ela (referent: a Volta_a_Portugal): 3, a Volta_a_Portugal: 2
5 João Rodrigues 90 0 PERSON 4 o inesgotável João_Rodrigues: 1, João_Rodrigues: 2, (tacit) ele/ela (referent: o inesgotável João_Rodrigues): 1
6 etapa 80 0 NONE 4 a quarta etapa: 1, etapa: 1, uma quinta etapa: 1, a etapa: 1
7 Joni Brandão 0 0 PERSON 4 Brandão: 3, Joni_Brandão: 1
8 camisola 0 80 NONE 3 o camisola: 2, a camisola amarela: 1
9 Efapel 0 0 ORGANIZATION 3 a Efapel: 3
10 Torre 0 0 ORGANIZATION 3 a Torre: 3