Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – On the edge of Liberty (Unsplash)

— A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou a aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para maiores de 12 anos. Antes, a indicação era somente para pessoas com 16 anos de idade ou mais. Até o momento, a vacina da Pfizer é a única entre as autorizadas no Brasil com indicação para menores de 18 anos. Aprovou-se o aumento após a apresentação de estudos — desenvolvidos fora de o Brasil e avaliados por a Anvisa que mencionaram a segurança e efetividade para este grupo . — que mencionaram a segurança e efetividade para este grupo. Outros países, como os Estados Unidos, já vem aplicando o imunizante da Pfizer em adolescentes. Na quarta-feira, o Uruguai tornou-se o primeiro país latino-americano a imunizar menores contra a Covid-19, também com a Pfizer.

A Pfizer ofereceu vender ao Brasil vacinas pela metade do custo Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia, mas o governo Bolsonaro rejeitou a oferta. Segundo o testemunho à CPI do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, o governo qualificou a proposta da Pfizer como “agressiva”, aassinalouentraves em cláusulas do contrato e ddeclarouter considerado mbastanteelevado o pcustode US$ 10 por dose. EUA e Reino Unido pagaram cerca de US$ 20 pelas doses da Pfizer. Os dois países já imunizaram mais de de 40% da população com duas doses de várias vacinas. Na União Europeia, as doses do laboratório de Noruega custaram US$ 18,60. A Folha de S. Paulo de os valores de as doses de vacinas publicou por a » Folha de S. Paulo «.Consideradas caras em agosto de 2020 pelo então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, até 70 milhões de doses da Pfizer poderiam ter sido entregues a partir de dezembro por US$ 10 cada, valor que acabou sendo aceito meses depois ainda na gestão de Pazuello. Faz 2 meses, com o atraso em os contratos, as primeiras doses de a Pfizer chegaram a o Brasil só, oito meses depois de a primeira oferta.— Em resposta ao senador Otto Alencar durante a CPI da Covid, Marcelo Queiroga admitiu que não leu as bulas das vacinas. Marcelo Queiroga é o ministro da Saúde. Indagado sobre se havia lido as orientações, Queiroga foi lacônico: «não». Alencar, então, afirmou que, como maior autoridade sanitária do país, Queiroga deveria ter lido as bulas, para se informar, por exemplo, sobre os efeitos colaterais de cada vacina. — Lamentação o senhor não ter lido a bula de todas as vacinas, pois eu li. O senhor é autoridade sanitária brasileira. É o senhor que determina como devem ser aplicadas as vacinas e quem tem que tomar a vacina ou não. O senhor tem que conhecer a vacina – declarou Otto. O senador governista Marcos Rogério , então, intercedeu por Queiroga, alegando que a preocupação com a bula teria que ser da Anvisa, não do Ministério da Saúde.Multiplicar a produção de vacinas contra Covid-19 no Brasil utilizando a estrutura de fábricas que fazem imunizantes para animais é uma ideia que ganha força em Brasília. Faz 2 meses, se aprovou o projeto de lei que concede essa autorização, instituído por o senador Wellington Fagundes, em o Senado por unanimidade. Agora está na Câmara, tramitando em regime de urgência — a expectativa é que possa ser votado nesta semana. Se passar por essa etapa, o projeto vai ir para a sanção presidencial. Fagundes projeta que 400 milhões de doses poderiam ser produzidos em três meses nesses locais.

Na segunda-feira 31 de maio a capital fluminense começou nesta segunda-feira, dia 31, uma mudança de protocolo no armazenamento das vacinas da Pfizer, após resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária . Agora, as doses do imunizante poderiam permanecer «descongeladas» — isto é, em refrigeradores habituais, à temperatura de 2 graus a 8 graus — por 31 dias. Antes, o limite era de cinco dias. Faz 17 dias, se divulgou a resolução de a Anvisa que seguia exemplos de outras agências sanitárias internacionais,, em a última.

Pfizer, Inc. é uma companhia farmacêutica multinacional com sede em Nova Iorque, Estados Unidos.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária é uma agência reguladora, sob a maneira de autarquia de regime especial, vinculada ao Ministério da Saúde.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Anvisa autoriza aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para maiores de 12 anos
>>>>>Governo recusou oferta da vacina da Pfizer pela metade do preço pago por EUA e Reino Unido – June 07, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>João Doria toma segunda dose da CoronaVac em São Paulo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Em resposta à CPI da Covid, Queiroga admite que não leu as bulas das vacinas – June 08, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Faltam parcerias para fazer vacina da Covid em fábricas de imunizante para animais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>CPI da Covid quer aprovar quebra de sigilo telefônico de Carlos Bolsonaro amanhã – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Marcelo Queiroga prevê imunizar toda a população adulta até dezembro – June 08, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 senhor 0 0 NONE 5 O senhor: 2, o senhor: 3
2 Marcelo Queiroga 0 36 PERSON 4 Queiroga: 2, Marcelo_Queiroga (apposition: o ministro de a Saúde): 1, (tacit) ele/ela (referent: Marcelo_Queiroga): 1
3 Anvisa 0 0 ORGANIZATION 3 a Anvisa: 3
4 Marcos Rogério 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Marcos_Rogério): 2, O senador governista Marcos_Rogério: 1
5 Otto Alencar 0 0 PERSON 3 Alencar: 1, Otto: 1, o senador Otto_Alencar: 1
6 Pfizer 0 0 ORGANIZATION 3 Pfizer: 1, a Pfizer: 1, A Pfizer: 1
7 vacinas 0 0 NONE 3 as vacinas: 2, vacinas: 1
8 expectativa 100 0 NONE 2 a expectativa: 2
9 países 30 0 NONE 2 Outros países: 1, Os dois países: 1
10 a decisão de a anvisa 0 0 NONE 2 A decisão de a Anvisa: 2