Por: SentiLecto

— se espera O lobista Marconny Faria em esta quarta-feira para prestar testemunho em a CPI da Covid em o Senado,.Ele é suspeito de atuar no Ministério da Saúde em prol dos interesses da Precisa Medicamentos, companhia investigada no colegiado pela venda da vacina indiana Covaxin ao governo brasileiro. Marconny ganhou na delegação o cognome de “senhor de todos os lobbies”, cunhado pelo senador Randolfe Rodrigues . Faz 13 dias, inicialmente, a oitiva de Marconny estava, mas ele faltou a sessão e exibiu um certificado médico, que foi contestado pelo domo da delegação. No começo da semana, a Justiça Federal de Brasília autorizou, se necessário, a condução coercitiva de Marconny. Isso significa le e não comparecer espontaneamente, poderá ser levado à força s.ASSISTA AO VIVO Conforme revelou o GLOBO, mensagens compartilhadas pelo Ministério Público Federal no Pará mostram que o lobista tinha uma vamplateia de contatos em Brasília, incluindo a ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle, e um de seus filhos, Jair Renan Bolsonaro, conhecido como «04». A companhia de Jair Renan, a Bolsonaro Jr Eventos e Mídia, foi aberta com a assistência de Marconny. Os diálogos também revelaram que, a pedido do lobista, Ana Cristina acionou o Palácio do Planalto para influir na escolha do defensor público da União, em 2020, junto ao então ministro da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, atual membro do Tribunal de Contas da União . As mensagens também mencionam que, em outra ocasião, Ana Cristina atuou para emplacar uma indicação do advogado em um instituto ligado ao Ministério da Saúde. Além de familiares do presidente da República, o lobista também conservava contato com Karina Kufa, advogada do presidente Jair Bolsonaro, e também recorreu a ela para o processo de escolha da Defensoria Pública. Conversas no celular de Marconny mostram que Karina Kufa acionou o Gabinete de Segurança de Institucional para influir no processo e evitar que um dos candidatos fosse designado pelo presidente. Bacharel em Direito, Marconny exibe-se como advogado, mas o Cadastro Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil tem somente um registro de seu nome, já cancelado, como estagiário.

– Em reunião virtual realizada neste domingo, o domo da CPI da Covid definiu que o relatório do senador Renan Calheiros deverá ser exibido até o próximo dia 23, ao passo que vai votar-se esse texto pelos demais integrantes da delegação no dia 28 ou, no máximo, 29 de setembro. O que ainda não está definido, no entanto, é se Karina Kufa, advogada do presidente Jair Bolsonaro, vai prestar testemunho à CPI. Sua ida divide o domo da delegação. A oitiva da advogada estava cotada para acontecer esta semana, mas acabou sendo trocada pela de Danilo Trento que será escutado na quinta-feira. Danilo Trento é diretor da Precisa Medicamentos. Como O GLOBO revelou com exclusividade, Trento mandou um «pouco a pouco» a um lobista com instruções de como o Ministério da Saúde teria que proceder em uma licitação para aquisição de testes de Covid-19. Posteriormente, a Precisa participou de um contrato de R$ 1,6 bilhão para encarnar a indiana Bharat Biotech na venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde. O contrato acabou suspenso após suspeitas de corrupção. A oitiva de Karina Kufa divide o domo da CPI. Enquanto Randolfe Rodrigues defende que ela seja ouvida, Omar Aziz ainda tem dúvidas sobre a vinculação da advogada ao assunto apurado pela delegação. Randolfe Rodrigues é o vice-presidente da delegação. Omar Aziz é o presidente. O nome de Karina entrou no radar da CPI após virem à tona mensagens apreendidas no celular do lobista Marconny Farias, que tratou de licitação de testes de Covid no Ministério da Saúde junto com Ricardo Santana, ex-secretário executivo da Anvisa. Exibiu-se Marconny a Santana em um acontecimento em a casa de Karina Kufa, que, por sua vez, nega qualquer envolvimento em supostas anormalidades. — Omar tem dúvidas se devemos escutar Karina Kufa. Eu tenho convicção. Ainda não resolvemos isso. Deixaremos para resolver isso mais para frente. Quanto à data para veleiçãodo relatório, o planejamento inicial era entregar uma semana antes, mas surgiram novos personagens relacionados ao lobby, que usaram subterfúgios para não comparecer aos testemunhos. Esses fatos foram determinantes para a CPI ganhar mais uma semana — declarou Randolfe Rodrigues ao GLOBO. A CPI ainda vai definir se escutará, nesta sexta, o diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Batista Júnior. A delegação recebeu acusação de que Prevent Senior fez acordo com governo federal para testar e espalhar ‘kit Covid’ em ‘porquinho-da-índia humanas’.— se o espera o empresário e advogado Marcos Tolentino para prestar testemunho em a CPI da Covid em o Senado, em esta, terça-feira.Se o assinala como sócio oculto de o FIB Bank que concedeu a garantia exibida por a Precisa Medicamentos a o Ministério da Saúde em o contrato de abastecimento de 20 milhões de doses de a vacina Covaxin,, em a mira de a delegação. Remarcou-se a oitiva após ele ter faltado em a primeira data afirmando problemas de saúde. ASSISTA AO VIVO Caso Toletina não compareça ao testemunho, a CPI conseguiu uma autorização na Justiça para pedir a conduação coercitiva do advogado. O Fib Bank não tem autorização do Banco Central para oferecer essa espécie de fiança que concedeu à Precisa — o que viola dresoluçõesdo Tribunal de Contas da União . Embora não seja se menciona Tolentino formalmente sócio de o FIB Bank, em ações judiciais como » sócio oculto de a companhia «, como antecipou a » Folha «, e também consta como procurador e representante legal de uma companhia sócia do FIB Bank, a Pico do Juazeiro. Registra-se essa firma em o mesmo endereço de a Rede Brasil de Televisão, principal companhia de Tolentino. O advogado é amigo próximo do líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros , que também é alvo da CPI, segundo declarou o próprio Barros em seu testemunho. O deputado, porém, negou ao GLOBO ter conhecimento do envolvimento de Tolentino com a fiadora da Covaxin. No começo deste mês, o empresário exibiu atestado médico para não comparecer ao seu testemunho na delegação, afirmando “formigamento” no corpo. Senadores questionaram a justificação de a oposição , após o senador Randolfe Rodrigues apresentar um vídeo de uma entrevista concedida por Tolentino , em o dia de a internação em que ele aparecia em bom estado de saúde ,.Apesar do recuo do presidente Jair Bolsonaro, que nesta quinta-feira publicou uma declaração em que pede desculpas pelos ataques ao Supremo Tribunal Federal, um grupo de caminhoneiros segue bloqueando a Esplanada dos Ministérios. O número de caminhões, entretanto, vem reduzindo desde a noite de ontem.

Na sexta-feira 03 de setembro – O senador Alessandro Vieira exibiu à CPI da Covid um requerimento para cconvidara ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle, para depor na cdelegação O pedido veio após o GLOBO revelar mensagens de texto em posse da delegação parlamentar em que a mãe de Jair Renan, o «04», acionou o Palácio do Planalto para influir em designações de órgãos públicos, a pedido do lobista Marconny Albernaz de Faria. Faz 1 ano, de acordo o material analisado por a CPI da Covid, Marconny pediu assistência em a Ana Cristina,.A ex-mulher do presidente, segundo mensagens, teria entrado em contato com Jorge Oliveira, então ministro da Secretaria-Geral e atual membro do Tribunal de Contas da União . O pedido estava em análise pelos membros da delegação: – Soube agora do requerimento. Ainda analisarei – declarou o presidente da CPI, Omar Aziz . – Alessandro Vieira tomou a iniciativa por ver razões para considerar que Ana Cristina Valle fazia parte do alcance da CPI da Covid. desejava conversar com o senador para compreender melhor. A princípio não tenho posicionamento sobre essa convocação – declarou o senador Humberto Costa . Leia também: Em nova ameaça, Bolsonaro declarava que manifestações serão ultimato a ministros de o STF Os o Ministério Público Federal , obtidos por a reportagem , mandou diálogos em o Pará em a CPI.O MPF acessou o material durante inquéritos de desvio de dinheiro num órgão vinculado ao Ministério da Saúde. Se obtiveram as conversas em o celular de Marconny por meio de autorização judicial. Segundo o material, o lobista tinha relação com companhias da área médica investigadas pela delegação – como a Precisa Medicamentos, que intermediou a compra da vacina Covaxin – e também com Ana Crsitina e Jair Renan. No caso da DPU, o defensor público Leonardo Cardoso pediu, em mensagens, o suporte de Marconny para a designação. A atuação seria junto a Oliveira, amigo da família Bolsonaro e conselheiro do presidente. Foi então que o lobista procurou Ana Cristina e lhe mandou o e-mail do então ministro. A ex-mulher de Bolsonaro respondeu faria o contato com por WhatsApp: “ mandarei um zap com a mensagem e mais pessoal ”, declarou Ana Cristina. No dia seguinte, Ana Cristina mandou a Marconny o texto que teria mandado a Jorge Oliveira: “Bom dia meu amigo vinha lhe pedir um suporte ao candidato Dr Leonardo Cardoso de Magalhães para assumir a posição de Defensor Público-Geral Federal da Defensoria Pública da União. era um candidato alinhado com os nossos valores, técnico e apoiador do Jair sabia que os outros dois candidatos eram de esquerda se puder fazer isso por mim seria bastante grata um abraço”. Veja também: De deputado bolsonarista a líder de produtores de soja, veja quem eram os outros alvos da operação contra Sérgio Reis Em seguida, a mãe de Jair Renan a Marconny uma suposta resposta do membro do TCU: “Já anotado! Faz 1 dia, conversei com ele «. Faz 1 mês, o GLOBO mostrou que Ana Cristina havia atuado em prol de uma designação em a Saúde, em agosto. Na ocasião, a ex-mulher do presidente declarou que mandou o caso a “Jorge” e que teria colocado o pedido “na conta do Renan”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Brasilia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ao vivo: CPI da Covid deve escutar lobista da Precisa Medicamentos
>>>>>CPI da Covid define data para votar relatório final, mas depoimento da advogada de Bolsonaro ainda divide cúpula – September 13, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ao vivo: CPI da Covid ouve suposto ‘sócio oculto’ de empresa garantidora de contrato da Covaxin – September 14, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Após recuo de Bolsonaro, caminhoneiros permanecem na Esplanada mas iniciam desmobilização – September 10, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Apoiadores de Bolsonaro furam bloqueio e invadem Esplanada dos Ministérios – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Lira diz que assessoria da Câmara está analisando fala em que Bolsonaro ameaça ignorar decisões do STF – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ao menos três estados têm protestos de caminhoneiros, mas sem bloqueios – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 212 0 NONE 23 (tacit) eu: 21, Eu: 1, mim: 1
2 Ana Cristina Valle 0 0 PERSON 9 Ana_Crsitina: 1, Ana_Cristina_Siqueira_Valle: 1, Ana_Cristina: 6, Ana_Cristina_Valle: 1
3 Marconny 0 80 PERSON 8 O lobista Marconny_Faria: 1, Ele (referent: O lobista Marconny_Faria): 1, o lobista Marconny_Farias: 1, Marconny: 5
4 CPI 30 0 ORGANIZATION 6 A CPI: 1, a CPI: 5
5 GLOBO 0 0 ORGANIZATION 6 o GLOBO: 5, (tacit) ele/ela (referent: o GLOBO): 1
6 comissão 0 0 NONE 6 a comissão: 5, A comissão: 1
7 FIB Bank 0 80 ORGANIZATION 5 o FIB_Bank: 3, (tacit) ele/ela (referent: O Fib_Bank): 1, O Fib_Bank: 1
8 Karina Kufa 0 0 PERSON 5 ela (referent: Karina_Kufa): 1, Karina_Kufa: 4
9 lobista 0 0 NONE 5 o lobista: 4, um lobista: 1
10 Jair Bolsonaro 0 0 PERSON 4 Bolsonaro: 1, o presidente Jair_Bolsonaro: 3