Por: SentiLecto

A Caixa Econômica Federal deposita, nesta quarta-feira , novas parcelas da ajudinha emergencial para 3,6 milhões de nascidos em junho. O valor creditado poderá ser de R$ 600 ou R$ 300, a depender do mês em que cada um recebeu a primeira parcela do benefício. Esse grupo, no entanto, exclusivamente poderá sacar o dinheiro ou fazer uma transferência bancária a partir do dia 24 de novembro. Ao todo, o banco liberará R$ 1,5 bilhão.

A Caixa elucida, no entanto, que ninguém precisa madrugar nas filas. Quem chegar ao banco dentro do horário calculado será atendido, mesmo após o meio-dia.De acordo com o ministério, no entanto, permite-se a contestação porque a situação de a pessoa que solicitou a ajudinha emergencial pode ter mudado, sem que os bancos de dados tenham sido devidamente atualizados. É o caso, por exemplo, de ex-ocupantes de posições públicas, que hoje não têm vínculos empregatícios, ou de pessoas que não recebem mais o seguro-desemprego. Para permite-se o pedido de revisão não prejudicar esses trabalhadores, .

Na sexta-feira 30 de outubro a Caixa começava o depósito de mais um ciclo de pagamentos da ajudinha emergencial a 3,6 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro. Os pagamentos eram referentes ao Ciclo 4, e Faz 5 meses, em esta sexta recebia o recurso quem teve a vantagem iniciada em abril.

Caixa Econômica Federal, também conhecida como Caixa, é uma instituição financeira, sob a maneira de companhia pública, com patrimônio próprio e autonomia administrativa com sede em Brasília, no Distrito Federal.

Os beneficiados são trabalhadores informais, autônomos, desempregados sem seguro-desemprego, microempreendedores individuais e inscritos no Cadastro Único do Ministério da Cidadania sem direito ao Bolsa Família, que se inscreveram pelo aplicativo, pelo site do banco ou pelos Correios. Num primeiro momento, portanto, eles exclusivamente poderão agitar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem — para o pagamento de boletos e compras.

O subprocurador geral do Ministério Público junto ao TCU pediu o inquérito desses casos em um processo já em andamento na Corte, relatado pelo ministro Bruno Dantas, sobre anormalidades na ajudinha. O subprocurador geral do Ministério Público junto ao TCU é lucas Furtado. Expandindo o levantamento, o TCU encontrou 10.724 candidatos com patrimônio maior que R$ 300 mil que receberam ajudinha e pediu que o Ministério da Cidadania tomasse providências.

Muitos cidadãos já vêm recebendo cotas da ajudinha emergencial extensão, de menor valor. São cidadãos que receberam todas as cinco parcelas inicialmente calculadas, de R$ 600. Outros, no entanto, tiveram a vantagem aprovada ou liberada tardiamente, fazendo jus ainda aos primeiros pagamentos.

Reportagem do GLOBO revelou que ao menos 298 candidatos com patrimônio acima de R$ 1 milhão receberam ajudinha em agosto. É um indício de anormalidade, já que o patrimônio alto só se tornou impeditivo para receber a vantagem em setembro. Pode significar, porém, que a pessoa tinha uma receita maior do que a dita e, portanto, cometeu fraude no pedido da ajudinha ou no Imposto de Renda.

Além disso, nesta quinta-feira , será a vez de os aniversariantes de julho receberem o crédito em suas contas poupanças sociais digitais. A retirada neste caso, porém, vai estar liberada exclusivamente em 26 de novembro.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Caixa deposita hoje nova parcela de ajudinha emergencial para 3,6 milhões de nascidos em junho
>>>>>Governo cancela auxílio para candidatos com patrimônio acima de R$ 300 mil – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Caixa abre 772 agências neste sábado para pagar auxílio emergencial a nascidos em janeiro e fevereiro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Contestação de auxílio emergencial de R$ 600 que foi cancelado vai até o dia 16 – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 patrimônio 50 0 NONE 4 patrimônio: 1, patrimônio maior: 1, patrimônio próprio: 1, o patrimônio alto: 1
2 auxílio 0 0 NONE 4 o auxílio: 1, auxílio: 2, o auxílio emergencial: 1
3 r 0 0 NONE 4 R: 4
4 benefício 150 0 NONE 3 o benefício iniciado: 1, o benefício: 1, o benefício aprovado ou liberado: 1
5 TCU 0 0 ORGANIZATION 3 O subprocurador geral de o Ministério_Público junto a o TCU (apposition: Lucas_Furtado): 1, o TCU: 1, (tacit) ele/ela (referent: o TCU): 1
6 cidadãos 0 0 NONE 3 cidadãos: 2, Muitos cidadãos: 1
7 trabalhadores 100 105 NONE 2 trabalhadores informais autônomos desempregados: 1, trabalhadores nascidos: 1
8 Bolsa 0 0 PERSON 2 o Bolsa_Família: 2
9 Caixa 0 0 ORGANIZATION 2 A Caixa: 1, a Caixa: 1
10 Caixa Econômica Federal 0 0 PERSON 2 Caixa_Econômica_Federal: 1, o aplicativo Caixa_Tem: 1