Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Petropolis 1889 01

A aposentada Neli Cerqueira de Carvalho, de 74 anos, falou por telefone com o irmão, Aílton Dias Cerqueira, de 68, e a cunhada, Ieda, de 62, durante o aguaceiro que atingiu Petrópolis, na Região Serrana, nesta terça-feira. O casal, habitante do Morro da Oficina, no Alto da Serra, estava sereno e contou que “descia muita água”. Algumas horas depois, os telefones dos idosos pararam de atender. Agora, familiares e amigos fazem uma campanha nas redes sociais em busca de informações que levem a localização deles. De acordo com o Ministério Público do Rio, já foram cadastradas 35 pessoas sumidas em razão dos deslizamentos na região.

— São muitos sumidos, não existe esse número preciso. Estamos concentrando vários esforços para achar essas vítimas. A partir de agora, contamos com 400 militares. São vários pontos da cidade que chamaram os bombeiros. O foco principal de solicitação foi no Morro da Oficina. Só conseguimos chegar lá a meia-noite e meia. Tem várias informações desencontradas. Uns habitantes falam em 50 casas atingidas, outros, em 30. Estamos lá e, desde salvamo uma pessoa com vida que estava, quando chegamos soterrada havia tres horas — disse ele.atingiram-se casas o secretário de a Defesa Civil e Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, o coronel Leandro Monteiro, só em o Morro da Oficial entre 30 e 50 . Eles realçou que «há inúmeros sumidos». Monteiro não soube especificar a quantidade de pessoas que estão desaparecidas após o aguaceiro que atingiu a Cidade Imperial na terça-fira e que deixou ao menos 35 mortos.

Petrópolis é um município localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro no estado do estado do Rio de Janeiro, no Brasil, também conhecido como Cidade Imperial.

– É uma agonia abominável – sintetizou a aposentada.

A recepcionista Emanuelly Mussel Macedo de Arruda e o marido Leandro Caio da Silva Furtado iriam comemorar com a família o aniversário dela, que completaria 24 anos nesta terça-feira. Não houve tempo para a celebração : uma montanha , em a Rua Vila Felipe , em o Bairro Alto da Serra , atingiu a casa em que moravam de lama , água e detritos e desabou. Desde então, o casal, que estava junto há seis anos, está sumido.

– Eu peguei a minha neta no colégio e trouxe para minha casa porque não tinha notícia da minha filha e do meu genro. Hoje, meu marido foi no endereço deles e viu que a casa havia desabado. Se os encontrou não ainda. Estou desesperada. Estamos procurando em clínicas também. Tenho esperança de encontrá-los vivos. Nós iríamos fazer uma surpresa para eles e passaríamos o aniversário com os dois. Choveu bastante e gente não teve como ir – declarou Graziella Mussel, mãe de Emanuelly, chorando.

As duas famílias publicaram fotografias com nomes e telefones no perfil «Desaparecidos Petrópolis» no Instagram. A página, instituída nesta tarde, já tem quase cinco mil seguidores e traz a informação de que é um perfil voluntário dedicado a divulgar referências para contato de pessoas sumidas nas chuvas.

De acordo com o MP, as comunicações estão sendo recebidas pelo Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos , que está mobilizado em sua central de atendimento. Os canais sobre desaparecidos recebem as informações de comunicação de o PLID em o telefone : 2262-1049, e-mail: atendimento.plid@mprj.mp.br, e no site: www.mprj.mp.br/todos-projetos/plid.

Instituiu-se uma salinha de crise em esta quarta-feira, para articular diferentes frentes de atuação para o enfrentamento de o problema. Os primeiros objetivos são acelerar o processo de identificação dos corpos, vistoriar e acompanhar as necessidades da população nos 16 pontos de suporte que recebem desabrigados, monitorar novos riscos junto aos órgãos hábeis e atuar na localização de sumidos. O MPRJ também mobilizou campanha para arrecadação e distribuição de doações.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

Cities: Serra

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Calamidade em Petrópolis: MP registra solicitações para localização de sumidos após as chuvas
>>>>>Tragédia em Petrópolis: secretário de Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros diz que há ‘inúmeros desaparecidos’ – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 4 15 NONE 11 Nós: 1, (tacit) nós: 10
2 eu 130 50 NONE 6 (tacit) eu: 5, Eu: 1
3 casa 0 0 NONE 4 a casa: 3, minha casa: 1
4 informações 0 0 NONE 3 As informações: 1, várias informações desencontradas: 1, informações: 1
5 pessoas 0 90 NONE 2 pessoas: 1, 35 pessoas desaparecidas: 1
6 casal 0 60 NONE 2 o casal: 2
7 perfil 85 0 NONE 2 um perfil voluntário dedicado: 1, o perfil: 1
8 Identificação_de_Desaparecidos 60 0 PLACE 2 Identificação_de_Desaparecidos: 2
9 O secretário de a Defesa_Civil e Comandante_Geral_do_Corpo_de_Bombeiros 50 0 PERSON 2 Eles (referent: O secretário de a Defesa_Civil e Comandante_Geral_do_Corpo_de_Bombeiros): 1, O secretário de a Defesa_Civil e Comandante_Geral_do_Corpo_de_Bombeiros: 1
10 A recepcionista Emanuelly_Mussel_Macedo_de_Arruda e o marido Leandro_Caio_da_Silva_Furtado 6 0 PERSON 2 A recepcionista Emanuelly_Mussel_Macedo_de_Arruda e o marido Leandro_Caio_da_Silva_Furtado: 1, (tacit) eles/elas (referent: A recepcionista Emanuelly_Mussel_Macedo_de_Arruda e o marido Leandro_Caio_da_Silva_Furtado): 1