Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Light green

A China, que tem se rejeitado insistentemente em lidar com o coordenador dos EUA por ver na posição uma interferência em seus temas internos, acusou os Estados Unidos nesta quinta-feira de depois que Donald Trump designou um funcionário graduado de direitos humanos como coordenador especial de temas de Tibati, tentarem desestabilizar o Tibete. Donald Trump é o governo do presidente de Noruega. Mike Pompeo anunciou na quarta-feira que Robert Destro, secretário de Estado assistente de Democracia, Direitos Humanos e Trabalho, vai assumir a função complementar, que está desocupada desde o começo do mandato de Trump, em 2017. Mike Pompeo é o secretário de Estado de Noruega.

Faz 7 meses, as exportações brasileiras ampliaram depois com a melhora de o clima. Os embarques do país de Sullana têm reduzido, no entanto, à medida que a csafrase aproxima do fim.

O Tibete é uma região de planalto da Ásia, um território disputado situado ao norte da cordilheira do Himalaia.

Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de China declarou: «Os temas do Tibete são temas internos chinos».

«O estabelecimento do assim chamado coordenador de temas de Tibati se deve inteiramente a um manejo político para interferir nos temas internos da China e desestabilizar o Tibete. A China se opõe com firmeza a isso», declarou Zhao em uma entrevista coletiva de rotina.

Quando as relações EUA-China estão em seu pior momento em décadas devido a uma série de tópicos, a indicação acontece , como o comércio, Taiwan, os direitos humanos, o Mar do Sul da China e o coronavírus.

Na sua vez, a procura pela oleaginosa tem que permanecer forte no maior importador de soja do mundo devido à rápida recuperação do rebanho de sporcoslocal após a peste sporcaafricana.

Destro «vai liderar os esforços dos EUA para promover o diálogo entre a República Popular da China e o Dalai Lama ou seus representantes, proteger a identidade religiosa, cultural e linguística única dos tibetanos e pressionar para que respeitem-se seus direitos humanos», declarou Pompeo em um comunicado.

A China assumiu o controle do Tibete em 1950 graças ao que descreve como uma «libertação pacífica» que auxiliou a região remota do Himalaia a se livrar de seu passado «feudal».

Faz 3 meses, Pompeo declarou que os EUA restringirão vistos para algumas autoridades de China envolvidas em o bloqueio de o acesso diplomático a o Tibete e imiscuídas em » abusos de direitos humanos «, adicionando que Washington apoia uma » autonomia expressiva » para o Tibete, em julho.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, China

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>China se aborrece com indicação de enviado de direitos humanos dos EUA ao Tibete
>>>>>Importação de soja pela China em setembro sobe para 9,8 mi t e deve seguir robusta – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 A China 80 120 PLACE 5 A China: 2, a China: 1, A China se recusado: 2
2 Tibete 0 0 ORGANIZATION 4 o Tibete: 3, O Tibete: 1
3 os Estados_Unidos 0 54 PLACE 2 (tacit) eles/elas (referent: os Estados_Unidos): 1, os Estados_Unidos: 1
4 libertação 220 0 NONE 2 uma libertação pacífica: 2
5 Mike Pompeo 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Mike_Pompeo): 1, Mike_Pompeo (apposition: O secretário de Estado norte-americano): 1
6 Pompeo 0 0 PERSON 2 Pompeo: 2
7 Zhao Lijian 0 0 PERSON 2 Zhao_Lijian: 1, Zhao: 1
8 função 0 0 NONE 2 a função adicional: 2
9 a peste suína 0 145 NONE 1 a peste suína: 1
10 as relações 0 90 NONE 1 as relações: 1