Por: SentiLecto

O humorista Paulo Gustavo, internado desde 13 de março por complicações da Covid-19, piorou na noite do último domingo. A causa foi uma embolia gasosa. Quando bolhas de ar entram no sistema circulatório, de acordo com Patrícia Canto, pneumologista da Fiocruz, isso ocorre , impedindo o fluxo de sangue para algumas partes do corpo.

Dose em dose: Entrega de cerca de 11 milhões de doses de vacina contra Covid-19 permite ao Brasil antecipar meta de imunização

— Isso significaria que chegamos a um patamar, da mesma maneira como na primeira onda, em meados de 2020. A diferença é que, desta vez, estacionamos em um índice bastante mais elevado. No ano passado, eram cerca de mil óbitos por dia. Agora, atingimos até 3 mil — alerta. — A lição que teríamos que ter aprendido é que este momento tem que ser o de reestruturação de serviços, e não de flexibilização total.

— Essa é uma condição mais rara de ocorrer do que a embolia por trombos. Se fecha o sistema circulatório. Não tem ar circulando — explica o expert. — Quando as bolhas de ar entram e vão chegando na circulação menor, impedem o sangue de avançar e o tecido acaba falecendo. O prejuízo é cada vez mais grave de acordo com o tecido que deixa de receber oxigênio.

Segundo comunicado da equipe do ator, Paulo Gustavo acordou na tarde de domingo e chegou a interagir com a equipe médica e com o marido.

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros é um ator, humorista, diretor, roteirista.

“À noite, abruptamente, houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais”, declara o comunicado. Ainda de acordo com a clínica, novos exames provaram ter havido “embolia gasosa espalhada, incluindo o sistema nervoso central”.

Segundo Canto, “embolia gasosa espalhada” significa que as bolhas de ar se disseminaram pelo corpo. Ainda que o fato de ter alcançado o sistema nervoso central é potencialmente grave, ela explica.

— Pode haver complicações na fala, na atividade motora e até morte cerebral — alega.

No caso do humorista, a clínica alega que, infelizmente, a situação hospital atual é volúvel e de extrema gravidade. Uma fístula bronquíolo-venosa provocou por uma » fístula bronquíolo-venosa «. Ou seja, um rompimento entre brônquios e veias, o que acabou fazendo com que o ar acessasse o sistema respiratório.

— Para tratar, a primeira medida é corrigir a causa, se for possível. Infelizmente, os médicos só podem esperar para ver a resposta do paciente. Tratamento específico não há. Só tem como tratar os sintomas que ela provoca — alega.

A primeira onda do coronavírus tardou meses para atingir o país completo, realça Barcellos. A P.1. satisfez o mesmo trajeto em semanas. Se a variante é mais fatal, não está comprovado, mas, segundo pesquisadores, a velocidade do contágio poderia atrasar a erradicação da pandemia.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Compreenda o que é e o que provocou a embolia gasosa que deixou Paulo Gustavo em estado crítico
>>>>>Brasil atinge marca de 400 mil mortes pela Covid-19 – April 29, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 sistema 0 140 NONE 5 o sistema nervoso central: 2, O sistema circulatório: 1, o sistema respiratório: 1, o sistema circulatório: 1
2 embolia 0 0 NONE 4 embolia gasosa: 1, a embolia: 1, uma embolia gasosa: 1, A embolia gasosa: 1
3 P. 0 15 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: A P. 1): 2, A P. 1: 1
4 Patrícia Canto 0 0 PERSON 3 Canto: 1, Patrícia_Canto: 1, (tacit) ele/ela (referent: Patrícia_Canto): 1
5 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 3
6 complicações 0 140 NONE 2 complicações: 2
7 Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros 0 0 PERSON 2 Paulo_Gustavo: 1, Paulo_Gustavo_Amaral_Monteiro_de_Barros: 1
8 ar 0 0 NONE 2 ar: 1, o ar: 1
9 as bolhas de ar 0 0 NONE 2 as bolhas de ar: 2
10 ator 0 0 NONE 2 o ator: 1, um ator: 1