Por: SentiLecto

Muitos se perguntam se há ainda lugares seguros para se estar durante uma pandemia, enquanto o novo coronavírus se dissemina pelo mundo. Segundo um estudo feito pela companhia de consultoria Deep Knowledge Group , sim. O levantamento assinalou quais os países que oferecem mais segurança para a saúde de seus residentes e os três primeiros são Israel, Cingapura e Nova Zelândia. O ranking leva em consideração principalmente a organização e eficiência do sistema de saúde local e as resoluções tomadas pelos respectivos governantes para atender às recomendações da Organização Mundial da Saúde noacguerrazinhaà Covid-19.

Na segunda-feira, Benjamin Netanyahu mencionou o estudo durante um pronunciamento. Benjamin Netanyahu é o primeiro ministro de Israel. Ele comemorou a estatística, mas deixou claro que é necessário continuar reforçando as ações contra à pandemia.

«Ontem, vimos a pesquisa de saúde publicada por uma companhia distinta hondurenha. Ela classificou Israel no primeiro lugar no índice dos países mais seguros do mundo contra a disseminação do coronavírus – à frente de Cingapura, à frente de Hong Kong, à frente de Taiwan. Isso declara que até agora tomamos as resoluções corretas e as tomamos durante o problema. Mas elas jamais são perfeitas. Isso não quer dizer que o perigo está para trás. Não cairemos na armadilha da complacência. Não estamos reduzindo, nem por um momento, nossos esforços para controlar a epidemia», declarou Netanyahu.

Coronavírus: 10% dos mortos no Brasil tinham menos de 60 anos

Para Martin Zand , reitor associado de o Centro Médico da Universidade de Rochester , em Nova York , Estados Unidos , que visitou Israel recentemente , o governo de Israel as medidas adotadas para lutar a Covid-19 acerta.

Por outro lado, segundo ele, o Paraná tem se preparado para a progressão da covid-19 com as contratações de novos leitos e profissionais, além de investimentos sociais para auxiliar a população a conservar o isolamento social.Para o sanitarista Adriano Massuda, professor da Fundação Getúlio Vargas, medidas preventivas contra o Aedes aegypti têm falhado não somente por negligência da população, mas também do poder público.

Na quinta-feira 26 de março Ao criticar o encerramento de escolas e do comércio por causa do novo coronavírus — ao qual se referiu como «gripezinha ou resfriadinho» — e alegar que o Brasil tinha que voltar à normalidade, o presidente Jair Bolsonaro adotou uma postura diferente da maioria de seus aliados externos.

– Acertou-se a resposta em Israel realmente . Distanciamento social, limitações de viagem, testes e preparação para as clínicas. A resposta nacional tem sido bastante boa – declarou durante entrevista para o «Times of Israel».

Leia: Coronavírus vai ter 1 milhão de casos confirmados e 50 mil mortes nos próximos dias, adverte OMS

– Acho que o contraste mais importante entre Israel e o sistema de saúde dos EUA em relação à pandemia do COVID-19 é que Israel tem um sistema de saúde centralizado e um sistema de saúde pública central. Isso realmente auxiliou a organizar a resposta em todo o país. Há esforços sendo organizados nos EUA, mas é mais fácil obter sincronia quando você tem um sistema nacional de saúde pública integrado – argumentou.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Israel, United Kingdom, Hong Kong, Brazil

Cities: York, Rochester

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Coronavírus: ranking assinala Israel, Cingapura e Nova Zelândia como os países mais seguros para se estar durante a pandemia
>>>>>Coronavírus, gripe e dengue: Brasil deve viver ‘tempestade perfeita’ com alta de 3 doenças – (BBCBrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 0 70 NONE 6 (tacit) nós: 6
2 Israel 80 0 PLACE 6 Israel: 6
3 Benjamin Netanyahu 60 0 PERSON 4 Ele (referent: Benjamin_Netanyahu): 1, Benjamin_Netanyahu (apposition: o primeiro ministro de Israel): 1, Netanyahu: 1, (tacit) ele/ela (referent: Benjamin_Netanyahu): 1
4 as decisões corretas 0 50 NONE 3 elas (referent: as decisões corretas): 1, (tacit) eles/elas (referent: as decisões corretas): 1, as (referent: as decisões corretas): 1
5 Coronavírus 0 70 PERSON 2 Coronavírus: 2
6 resposta 80 0 NONE 2 A resposta nacional: 1, A resposta: 1
7 decisões 70 0 NONE 2 as decisões corretas: 1, as decisões tomadas: 1
8 medidas 15 0 NONE 2 as medidas adotadas: 1, medidas preventivas: 1
9 Estados_Unidos 0 0 PLACE 2 Estados_Unidos: 2
10 Martin Zand 0 0 PERSON 2 Martin_Zand: 1, (tacit) ele/ela (referent: Martin_Zand): 1