Por: SentiLecto

A vacinação de Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos deverá começar a partir do dia 16 de janeiro na cidade do Rio. De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, a informação é do Ministério da Saúde, que terá que divulgar o calendário detalhado da imunização para essa parcela da população. A expectativa é que 560 mil crianças da capital sejam vacinadas. A Prefeitura do Rio acredita que a vacina para as crianças ocorra por idade.

Vai viajar? Saiba como tirar o certificado de vacinação da Covid-19A mãe de Enezel, Fernanda Mello, conta que escrever um livro era um sonho da menina. Agora, mãe de escritora, ela deseja conservar esse prazer na filha:— Ele ficou ótimo e todos nós vão guardar para sempre ele em casa.O envolvimento das famílias é grande. São os culpados que escrevem a biografia do autor e selecionam uma fotografia para ser registrada no livro.— Temos casos em que o livro escrito e ilustrado pela criança foi o primeiro comprado pela família. Faz ideia do efeito que isso tem na vida deles? Olha o quanto de incentivo existe nesse projeto para o costume da leitura e os seus vantagens — realça o CEO do projeto.Por conta da pandemia, o SuperAutor arremessou uma plataforma on-line onde pais e estudantes podem construir o livro sem sair de casa. Se o espera agora, em a volta em as salas de aula, que a iniciativa contribua em o rendimento escolar de os jovens envolvidos. Faz 1 mês, acontecimento não contou com a participação de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária que autorizou, a aplicação de a vacina de a Pfizer para crianças. O governo, no entanto, resistiu a começar a imunização, afirmando que não havia urgência. A agência se rejeitou a participar da audiência pública sob justificação de que já exibiu todas as informações pertinentes aa discussão e “não agregaria novos elementos” neste momento.

Na terça-feira 28 de dezembro depois de anunciar que adquiriria doses da vacina da Pfizer diretamente com a companhia para a campanha de vacinação de crianças de 5 a 11 anos de idade, a prefeitura do Rio terá aguardar o envio de doses pelo Ministério da Saúde.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária para crianças já aprova a vacinação desde 16 de dezembro. No entanto ainda não iniciou no país. A imunização de menores de 11 anos já acontece em diversos países do mundo.

Na última segunda-feira, Marcelo Queiroga alegou que as doses pediátricas da Pfizer vão chegar ao Brasil na segunda quinzena de janeiro. Marcelo Queiroga é o ministro da Saúde. Quando os estados da federação começariam a aplicar o imunizante nos pequenos, ele só não declarou. O imunizante é diferente em relação à versão disponível para adultos tanto na fórmula, como rotulação e diluição.

— Marcelo Queiroga alegou nesta segunda-feira que as vacinas contra a Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos começarão a chegar ao Brasil na segunda quinzena de janeiro. Marcelo Queiroga é o ministro da Saúde. — Na segunda quinzena de janeiro, as vacinas começam a chegar e serão distribuídas, como nós temos distribuído — declarou Queiroga, após acontecimento no Ministério da Saúde. Queiroga também declarou que o Brasil vai ser «um dos primeiros países para distribuir vacinas para crianças». Entretanto, diversos países já imunizam essa faixa etária desde o ano passado. Faz 1 mês, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou a aplicação de a vacina de a Pfizer para crianças. O governo, no entanto, resistiu a começar a imunização, afirmando que não há urgência. O Ministério da Saúde realizou uma consulta pública sobre o assunto, que durou do dia 23 de dezembro até domingo. Experts criticaram as questões da consulta, declarando que induziam respostas. Nesta segunda, Queiroga alegou que a consulta não foi um «plebiscito» nem um «referendo» e que serviu para escutar a população.

Marcelo Antônio Cartaxo Queiroga Lopes é um médico cardiologista brasileiro, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia e atual ministro da Saúde do Brasil, trocando o general de divisão do Exército Brasileiro, Eduardo Pazuello.

Faz 1 mês, Renan Ferreirinha alegou que pedira a o Ministério da Saúde o envio de 500 mil doses de a vacina contra a Covid-19 para inclusão de crianças de cinco a 11 anos em o programa de imunização, em 30 de dezembro. Renan Ferreirinha é o secretário municipal de Educação do Rio. Assim, seria deduzida a aplicação da primeira dose de toda essa faixa etária ainda em janeiro, antes da volta às aulas, pcalculadapara 7 de fevereiro.

A Ferreirinha é uma série de TV de Portugal apresentada pela RTP1 em 2004.

De acordo com Ferreirinha, a ideia é que, assim que o MS mandar os lotes de vacinas, as escolas municipais sirvam de pontos de vacinação exclusivos para as cerca de 500 mil crianças dessa faixa etária que habitam na cidade:

— Nosso objetivo é abrir algumas dezenas de escolas, em pontos estratégicos, para a vacinação de todo público infantil, da rede pública e privada. Declarou ele na ocasião, se o MS mandar os lotes da vacina ainda na primeira quinzena de janeiro, trabalharemos para deduzi a vacinação em massa dos pequenos ao longo da segunda quinzena do mês, antes do começo do ano letivo —.

— A vacinação traz a segurança para começarmo o ano com mais tranquilidade. Não podemos perder essa chance por causa de capricho ideológico — declarou Ferreirinha, adicionando que não vai condicionar a volta às aulas à vacinação: — No Rio, a escola vaserá última a fechar e a primeira a reabrir. Não vai haver obstáculo sanitário nas escolas. Não podemos ficar na mão do governo federal.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Covid-19: Vacinação de crianças de 5 a 11 anos deve iniciar dia 16 no Rio
>>>>>Vacinas para crianças chegam na segunda quinzena de janeiro, diz Queiroga – January 03, 2022 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Projeto estimula surgimento de jovens escritores nas escolas e publica, sem custo, livros de crianças e adolescentes – January 03, 2022 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ministério da Saúde pressiona por exigência de atestado médico para vacinação infantil contra Covid-19 – January 04, 2022 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 65 0 NONE 7 nós: 1, (tacit) nós: 6
2 eu 4 0 NONE 7 (tacit) eu: 7
3 Marcelo Queiroga 0 0 PERSON 6 Ele (referent: Marcelo_Queiroga): 1, Marcelo_Queiroga (apposition: o ministro de a Saúde): 1, Marcelo_Queiroga (apposition: O ministro de a Saúde): 1, Queiroga: 3
4 crianças 0 0 NONE 6 crianças: 5, as crianças: 1
5 Ministério da Saúde 0 0 ORGANIZATION 5 o Ministério_da_Saúde: 4, O Ministério_da_Saúde: 1
6 vacinação 0 0 NONE 4 A vacinação de Covid-19: 1, a vacinação: 1, A vacinação: 2
7 escolas 60 0 NONE 3 escolas: 1, as escolas municipais: 1, as escolas: 1
8 Agência Nacional de Vigilância Sanitária 0 0 ORGANIZATION 3 A Agência_Nacional_de_Vigilância_Sanitária: 1, a Agência_Nacional_de_Vigilância_Sanitária: 2
9 SuperAutor 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: o SuperAutor): 1, o SuperAutor: 1, (tacit) ele (referent: o SuperAutor): 1
10 urgência 0 100 NONE 2 urgência: 2