Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – CPIPANDEMIA – Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (51157008232)

A CPI da Covid aprovou o convite para o deputado Luis Miranda e o o servidor Luís Ricardo Miranda, do Ministério da Saúde prestarem testemunho. O servidor Luís Ricardo Miranda, do Ministério da Saúde é seu irmão. Faz 3 meses, Luís Ricardo, que é Chefe da Divisão de Importação de a pasta, declarou a o Ministério Público Federal, em o final que padeceu pressão para assegurar a importação de a vacina Covaxin, produzida por a Bharat Biotech. A companhia Precisa Medicamentos intermedia a negociação que é alvo de processo por improbidade administrativa em o qual se investiga Ricardo Barros também . A companhia Precisa Medicamentos é sócia da Global. Ricardo Barros é o líder do governo.

A procuradora declara: “A omissão de atitudes corretiva da realização do contrato, adicionada ao histórico de anormalidades que pesa sobre os sócios da companhia PRECISA e ao custo aumentado pago pelas doses contratadas, em comparação com as demais, torna a situação carecedora de apuração aprofundada, sob duplo aspecto cível e criminal uma vez que, a princípio, não se justifica a temeridade do risco assumido pelo Ministério da Saúde com essa contratação, a não ser para atender a interesses divorciados do interesse público”.Em seu despacho, Loureiro recordou que a Precisa tem, entre seus sócios, a companhia Global Saúde, investigada por ter fechado contrato com o governo federal em 2017 para o abastecimento de remédios que não foram entregues. Se investiga sócios de a companhia e o líder de o governo por conta de essa anormalidade, em a Câmara, Ricardo Barros, . Firmou-se o contrato barros era o ministro de a Saúde quando entre o governo e a Global . Uma emenda dele auxiliou na importação da Covaxin.O novo comunicado secreto é mais um elemento que confirma a disparidade de tratamento dada pelo governo à vacina ide India O Itamaraty requereu a 19 embaixadas que apurassem «informalmente» contratos confidenciais festejados pela farmacêutica norte-americana com outros países, quando a Pfizer tentava vender seus imunizantes ao Brasil. O ministério via «impasse negocial» por conta das cláusulas impostas. No caso da Covaxin, contudo, em vez de cobrar informações sobre o contrato, o Ministério das Relações Exteriores atuou junto à embaixada na Índia para viabilizar a negociação.

Na quarta-feira 16 de junho a CPI da Covid aprovou a quebra dos sigilos telefônico, fiscal, bancário e telemático do empresário bolsonarista Carlos Wizard, assinalado como integrante da salinha paralela, e também de Francisco Emerson Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos. A companhia era a representante na Brasil da empresa de India Bharat Biotech, fabricante da vacina Covaxin, a mais cara comprada pela governo brasileira. Se aprovou um requerimento de informações para que a Precisa repasse uma série de documentos ainda .

A CPI da COVID-19, também chamada de CPI da Pandemia, CPI do Coronavírus, ou simplesmente CPI da Covid, é uma delegação parlamentar de investigação em andamento na República Federativa do Brasil que investiga supostas omissões e anormalidades nas ações do governo federal durante a pandemia de COVID-19 no Brasil.

Ficou conhecido por ter sido um dos intérpretes do palhaço Bozo no Brasil.

A CPI também aprovou dois requerimentos para convidar e quebrar os sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático de Alex Lial Marinho, ex-coordenador-geral de Aquisições de Insumos Estratégicos para Saúde do Ministério da Saúde. O intuito é verificar se ele foi um dos culpados por pressionar Luís Ricardo Miranda e por qual motivo.

Na semana passada, o jornal «Folha de S. Paulo» publicou reportagem com base em testemunho de um servidor o Ministério da Saúde ao MPF que afirmou que estaria padecendo pressões para agilizar o processo de compra da vacina indiana.

No requerimento de convite ao deputado e ao servidor, senador Renan Calheiros justificou: «O testemunho das referidas pessoas, por esta CPI e, sobretudo é imperioso e essencial para o desenrolar do período instrutório e, obviamente, para o futuro deslinde dos inquéritos. Senador Renan Calheiros é o relator da CPI. Por esse motivo, a aprovação do presente requerimento é fundamental ao bom prosseguimento dos trabalhos desta Comissão Parlamentar de Inquérito». A Precisa tem como sócio o empresário Francisco Emerson Maximiano, que advertiu a CPI que não poderia comparecer por estar satisfazendo quarentena em razão de uma viagem recente à Índia, que prestaria dtestemunhonesta quarta-feira , mas

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: India

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>CPI da Covid convida servidor da Saúde que declarou ter sido pressionado para importar a vacina Covaxin
>>>>>MPF identifica indícios de crime em compra de R$ 1,6 bi de vacina indiana Covaxin – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Na mira do MPF: enquanto dose da AstraZeneca custa R$ 19, governo pagou R$ 80 pela da Covaxin – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Itamaraty atuou para agilizar aprovação da Covaxin na Anvisa – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 CPI 0 0 ORGANIZATION 5 esta CPI: 1, A CPI de a COVID-19 também chamada de CPI_da_Pandemia CPI_do_Coronavírus ou: 1, a CPI: 2, A CPI: 1
2 Luís Ricardo Miranda 0 75 PERSON 4 o servidor Luís_Ricardo_Miranda de o Ministério_da_Saúde (apposition: seu irmão): 1, Luís_Ricardo: 2, (tacit) ele/ela (referent: Luís_Ricardo): 1
3 Renan Calheiros 90 80 PERSON 3 senador Renan_Calheiros (apposition: o relator de a CPI): 1, (tacit) ele/ela (referent: senador Renan_Calheiros): 2
4 Francisco Emerson Maximiano 0 0 PERSON 3 o empresário Francisco_Emerson_Maximiano: 2, Francisco_Emerson_Maximiano: 1
5 Precisa 0 0 ORGANIZATION 3 A Precisa: 1, a Precisa: 2
6 Ricardo Barros 0 0 PERSON 3 Ricardo_Barros: 1, Ricardo_Barros (apposition: o líder de o governo): 1, Barros era o ministro de a Saúde quando: 1
7 a Índia 0 0 PLACE 3 a Índia: 3
8 CPI da Covid 0 0 ORGANIZATION 2 a CPI_da_Covid: 1, A CPI_da_Covid: 1
9 CPI_da_Covid 0 0 OTHER 2 CPI_da_Covid: 1, (tacit) ele/ela (referent: CPI_da_Covid): 1
10 MPF 0 0 ORGANIZATION 2 o MPF: 2