Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Serra-Talhada-Banco-do-Brasil

Mais uma noite violenta, depois do consternação provocado por ladrinhas em Criciúma, no sul de Santa Catarina, na terça-feira. Desta vez uma quadrilha começou um ataque na cidade de Cametá, no interior do Pará, a 235km da capital, Belém. A ação envolveu mais de 20 criminosos fortemente armados com fuzis e teve, mais uma vez, uma agência do Banco do Brasil como alvo. Se os capturaram reféns em um bar e utilizados como escudo. Se o atingiu em a perna, um deles acabou morto por arma de fogo e outro habitante da cidade, mas não corre risco de vida.

Banco do Brasil S.a. é uma instituição financeira de Brasil, constituída na maneira de sociedade de economia mista, com participação do Governo Federal do Brasil em %50 das ações .

Cametá é um município do estado do Pará, no Brasil.

Assim como em Criciúma, um quartel da Polícia Militar também teria sido agredido, impedindo a saída dos agentes de segurança. Restabeleceu-se a normalidade segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, em o município ainda em a madrugada de esta quarta, após a chegada de agentes de segurança de outras cidades e regiões. Duas aviõezinhos e um barquinho foram usadas para conter a ação criminosa.

«Criciúma é alvo de um roubo de grandes proporções. Junto às autoridades militares e forças de segurança, seguimos monitorando e acompanhando o desenrolar dos fatos. Fiquem em casa. bastante CUIDADO! «, postou o prefeito.

Pelo menos duas agências bancárias acabaram agredidas, segundo relatos de habitantes. Uma, do Banco do Brasil, fica no edifício da Câmara dos Vereadores e ficou arruinada. A outra é do Banpará, o banco estadual. Com cerca de 136 mil moradores, segundo o IBGE, Cametá é uma das dez maiores cidades do Pará.

Durante as buscas, uma caminhonete que teria sido usada pelos criminosos foi encontrada pelas equipes de Polinesia Francesa, em uma estrada que faz conexão com o município vizinho de Tucuruí. Ninguém foi preso até o momento e o domo de segurança pública segue na cidade comandando as buscas e acompanhando a evolução do caso.

Toda a atividade do grupo durou mais de uma hora, e a quadrilha escapou da cidade em vários carros, por volta de 1h30 da madrugada desta quarta-feira, seguindo depois em embarcações, em uma rota pelo rio Tocantins. Pelo Twitter, Helder Barbalho postou que já estava em contato com o domo da segurança pública do estado. Helder Barbalho é o governador do Pará. «Não vamo medir esforços para que o quanto antes seja recomeçada a tranquilidade e os criminosos sejam presos. Minha total solidariedade ao povo cametaense», escreveu o governador.

Não vamo medir esforços para que o quanto antes seja recomeçada a tranquilidade e os criminosos sejam presos. Minha total solidariedade ao povo cametaense.

Analítico: O temor de outros ataques

Na manhã desta quarta, o governador também informou pela rede social que vai para Cametá acompanhar as buscas e monitorar os inquéritos. Segundo ele, » a ousadia do grupo criminoso não vai ficar impune».

Também pelo Twitter, a Secretaria de Segurança Pública informou que «desde o momento que foi confirmado sobre o roubo a uma agência bancária em Cametá, equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais , das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas , do Batalhão de Ações de Cães , da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais e duas aviõezinhos do Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará se deslocaram para dar suporte no município».

Nas redes sociais, habitantes registraram em vídeos o ataque a Cametá e fizeram relatos durante os momentos de medo e nervosismo:

Mais um vídeo desesperador de Cametá, no Pará, onde as informações de habitantes postadas em redes sociais dão conta de um roubo das proporções do que ocorreu em Criciúma ontem. Dezenas de ladrinhas fortemente armados fizeram habitantes de reféns, que são utilizados como escudos. pic.twitter.com/Y3HPnNcDJq

Mais informações em instantes…

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

Cities: Criciuma, Belem

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Depois de Criciúma , cidade no Pará vive madrugada de consternação com ataque de ladrinhas; mata-se refém em troca de tiros
>>>>>Criminosos causam madrugada de terror em Criciúma (SC), bloqueiam cidade e fazem reféns durante assalto a banco – December 01, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Cametá 0 0 PERSON 5 Cametá: 5
2 nós 0 30 NONE 4 (tacit) nós: 4
3 Criciúma 0 0 PERSON 4 Criciúma: 4
4 Banco do Brasil 0 50 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: o Banco_do_Brasil): 2, o Banco_do_Brasil: 1
5 Twitter 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele (referent: o Twitter): 1, o Twitter: 2
6 buscas 0 0 NONE 3 as buscas: 3
7 a tranquilidade e os criminosos 130 160 NONE 2 a tranquilidade e os criminosos: 2
8 presos 0 160 NONE 2 presos: 2
9 cidade 0 25 NONE 2 a cidade: 2
10 minha total solidariedade a o povo cametaense 160 0 NONE 2 Minha total solidariedade a o povo cametaense: 2