Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – CML

— O presidente Jair Bolsonaro alegou nesta quinta-feira, durante uma cerimônia de promoção de oficiais-generais, que o Exército encarna «estabilidade». Na semana passada, a troca do ministro da Defesa e dos chefes das Forças Armadas gerou uma crise militar. — O nosso Exército, costume, o nosso Exército, de respeito, de orgulho, bem como reconhecido por toda a nossa população, encarna para o nosso Brasil uma estabilidade — declarou Bolsonaro, durante cerimônia no Clube do Exército. Em seguida, o presidente defendeu uma atuação respeitando a Constituição, mas declarou que «não podemos admitir» quem «sair desse balizamento»: — Nós atuamos dentro das quatro linhas da nossa Constituição. Devemos e sempre comportar-se assim. Por outro lado, não podemos admitir quem por ventura deseje sair deste balizamento Na terça-feira, ao tomar posse, Walter Braga Netto alegou que a pasta vai continuar sua «missão constitucional», de defender a pátria e os três Poderes. Walter Braga Netto é o novo ministro da Defesa. Braga Netto, que antes ocupava a Casa Civil, trocou Fernando Azevedo e Silva, demitido após uma série de desgastes com Bolsonaro. O novo ministro, por sua vez, demitiu os chefes do Exército, Marinha e Aeronáutica.

— O ex-deputado Valdemar Costa Neto participou nesta terça-feira da posse da nova ministra da Secretaria de Governo em uma cerimônia no Palácio do Planalto. O ex-deputado Valdemar Costa Neto é o presidente do PL. A posse da nova ministra da Secretaria de Governo é a deputada federal Flávia Arruda . Corrupção passiva condenou Valdemar e lavagem de dinheiro no caso do mensalão. Fechou-se A cerimônia em o jornalismo.Uma fotografia do acontecimento, publicada pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros , mostra que Valdemar se sentar-se ao lado das principais autoridades presentes: o presidente Jair Bolsonaro Arthur Lira O presidente Jair Bolsonaro é o vice-presidente Hamilton Mourão. , e o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, que também tomou posse nesta terça. Na semana passada, após a escolha de Flávia, Valdemar já havia visitado Bolsonaro no Palácio da Alvorada. Segundo interlocutores de Valdemar, tratou-se de uma visita de cortesia estimulada pela indicação da deputada do partido aa posição. Se o condenou o ex-deputado a sete anos e dez meses de prisão. Faz 5 anos, ele recebeu um indulto de o Supremo Tribunal Federal, em 2016 após satisfazer cerca de dois anos e meio de a pena. A designação de Flávia Arruda marcou mais uma etapa da aproximação de Bolsonaro como Centrão, bloco de partidos que ele criticava na campanha eleitoral. Enquanto o PP ganhou a presidência da Câmara, o Republicanos ocupa desde fevereiro do Ministério da Cidadania, com João Roma , com o suporte de Bolsonaro.

Na quarta-feira 31 de março – O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu que os novos comandantes das Forças Armadas sejam selecionados respeitando o critério de antiguidade entre os oficiais mais graduados do Exército, Marinha e Aeronáutica. Ele também diminuiu a troca nos postos, declarando que os comandantes não têm mandato e sua designação era prerrogativa do presidente Jair Bolsonaro. Na segunda-feira, insatisfeito com a postura de não alinhamento das Forças Armadas, Bolsonaro demitiu o então ministro da Defesa, o general Fernando Azevedo e Silva, e designou no lugar o também general Braga Netto. Na terça, o Ministério da Defesa anunciou general Edson Pujol, da Marinha o almirante de esquadra Ilques Barbosa Junior General Edson Pujol, da Marinha é a saída dos comandantes do Exército., e da Aeronáutica, o tenente-brigadeiro do ar Antonio Carlos Moretti Bermudez. — julgava que a escolha devia ser feita dentro do princípio da antiguidade. Até porque foi uma substituição que não era calculada. Quando era uma substituição calculada, era distinto. Então se selecionava dentro da antiguidade e seguia o baile — declarou Mourão ao chegar ao Palácio do Planalto nesta quarta. Mourão elogiou tanto o ex-ministro Fernando Azevedo e Silva como Braga Netto, declarando que o novo ministro tem pleno conhecimento e habilidade para a posição. Ele não desejou comentar se a maneira como se deu a saída dos comandantes foi a melhor ou não, e negou ter conversado com os comandantes sobre isso. Ainda que não se lembrava de uma mudança como essa no passado, declarou, mas que, de qualquer maneira, ela estava dentro do calculado. —Não [me lembrava], porque essa aí foi um mudança mais súbita, mas estava dentro do calculado. Comandantes não têm mandato. Se designou eu por exemplo, quando era coronel, comandante de uma unidade, m mandato era de dois anos. Se fosse suspendido antes era porque tinha havido um problema comigo. Comandantes não têm mandato, podiam ser trocados a qualquer momento. Mourão também avaliou que, qualquer um que venha a assumir o comando de Exército, Marinha e Aeronáutica, as Forças Armadas continuariam atuando dentro do tripé legalidade-legitimidade-estabilidade. — O presidente tem a prerrogativa de mudar ministro, comandante de força também. Não era problema isso aí. Qualquer um que for assumir o comando das forças vai conservar a mesma maneira de atuar. As Forças Armadas atuavam dentro de um tripé, que era a legalidade, ou seja, atencioso à missão constitucional e aquelas que s eramdadas pelas leis cadicionais dentro da legitimidade que as Forças Armadas têm, porque a nação há muito tempo decidiu que devia ter Forças Armadas ; e sempre dentro da estabilidade, ou seja, dentro dos seus princípios e valores. Não mudava nada — declarou Mourão.

Walter Souza Braga Netto GCRB • GCMD • GCMM • GOMN • goma é um general do Exército Brasileiro.

Jair Messias Bolsonaro é um capitão reformado, político e atual presidente brasileiro.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Em promoção de generais, Bolsonaro declara que Exército encarna ‘estabilidade’
>>>>>Condenado no mensalão participa de posse de nova ministra do governo Bolsonaro – April 06, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Governo Bolsonaro adota modelo de posse reservada para novos ministros – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 0 NONE 10 (tacit) eu: 8, me: 1, eu: 1
2 Hamilton Mourão 0 0 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: Mourão): 3, O vice-presidente Hamilton_Mourão: 1, Mourão: 4, Ele (referent: Mourão): 1
3 era 160 80 NONE 7 era distinto: 1, era coronel: 1, era problema: 1, era prevista: 1, era: 3
4 Walter Braga Netto 0 100 PERSON 5 general Braga_Netto: 1, Braga_Netto: 3, Walter_Braga_Netto (apposition: o novo ministro de a Defesa): 1
5 Bolsonaro 0 60 ORGANIZATION 5 visitado Bolsonaro: 1, ele (referent: visitado Bolsonaro): 2, (tacit) ele (referent: visitado Bolsonaro): 1, (tacit) ele/ela (referent: visitado Bolsonaro): 1
6 nós 36 0 NONE 5 Nós: 1, (tacit) nós: 4
7 Forças Armadas 25 0 ORGANIZATION 5 as Forças_Armadas: 3, Forças_Armadas: 1, As Forças_Armadas: 1
8 Jair Bolsonaro 0 0 PERSON 5 Bolsonaro: 3, O presidente Jair_Bolsonaro: 1, o presidente Jair_Bolsonaro (apposition: o vice-presidente Hamilton_Mourão, o presidente de a Câmara): 1
9 Valdemar 0 60 PERSON 4 Valdemar: 3, o ex-deputado Valdemar_Costa_Neto (apposition: O presidente de o PL): 1
10 Exército 220 0 ORGANIZATION 3 nosso Exército: 1, nosso Exército de respeito de orgulho: 1, o Exército: 1