Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – CF 1988 Brasil MEC

O Exame Nacional do Ensino Médio contará com o suporte logístico das Forças Armadas. A ajudinha, recorrente na aplicação da avaliação que serve de entrada para o ensino superior, foi autorizada nesta quarta-feira pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, que as organizações militares vão prestar apoio no armazenamento seguro das provas do Enem, realça a portaria, a pedido do Ministério da Educação , por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União. Faz 5 meses, o pedido de suporte foi feito por o MEC por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Em 1 ano, se prorrogaram as provas de a edição 2020 em função da pandemia de o novo coronavírus e serão.

O Ministério da Educação é um órgão do governo federal brasileiro, fundado pelo decreto n.

Forças Armadas do Brasil, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Força Aérea, são instituições nacionais, permanentes e regulares que têm como missão constitucional zelar pela defesa da Pátria, pela garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa destes, da lei e da ordem.

Portaria assinada pelo titular da Defesa, Fernando Azevedo e Silva firma: «Dessa maneira, as Forças Armadas, sob a coordenação deste Ministério, deverão usar os meios necessários para prestar suporte logístico à rexecuçãodo ENEM 2020, srequeridopelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira , vinculado ao Ministério da Educação»,.

– O ministro da Defesa e os comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica divulgaram nota conjunta neste sábado alegando que o representante político das Forças Armadas no governo federal é o titular da pasta. A nota vem na esteira de declarações do comandante do Exército, Edson Pujol, que procuraram delimitar a distância entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e as Forças Armadas e publicação do próprio presidente nas redes sociais sobre o tema. A nota assinada pelo ministro Fernando Azevedo e os comandantes militares declara: «O único representante político das Forças Armadas, como integrante do governo, é o ministro da Defesa». A nota alega também que «a qualidade fundamental das Forças Armadas como instituições de Estado, permanentes e necessariamente apartadas da política partidária, conforme evidenciado chefes militares recentemente ela , durante seminários programados , calculam em texto constitucional e em nada destoa do entendimento do governo e do presidente da República». Na sexta-feira, em um seminário sobre defesa nacional, Pujol declarou que «somos instituição de Estado, não somos instituição de governo». «Não temos partido, nosso partido é o Brasil, independentemente de mudanças ou continuidades de determinado governo por um fase longo. As Forças Armadas cuidam do país, da nação, elas são instituição de Estado, permanentes, não mudamos a cada quatro anos a nossa maneira de pensar, de como cumprir as nossas missões», disse o comandante do Exército. [nL1N2HZ27O] No dia anterior, em uma live coordenada pelo Instituto para a Reforma das Relações entre Estado e Empresa sobre defesa, Pujol já fora na mesma linha. «Não desejamo fazer parte da política governamental ou do Congresso Nacional, e bastante menos desejamo que a política entre no nosso quartéis», alegou o general. «O fato de eventualmente militares serem chamados para exercer cargos no governo é decisão exclusiva da administração do Executivo», acrescentou. Na noite de sexta, Bolsonaro alegou em publicação nas redes sociais que as Forças Armadas têm que permanecer apartidárias, mas realçou que devem atuar «baseadas na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do presidente da República». [nL1N2HZ2UJ] O incômodo dos militares da ativa com a identificação do governo Bolsonaro com as Forças Armadas tem aumentado. Hoje, nove dos 23 ministros do governo têm origem militar. Mais do que isso, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello –chamado para atender uma situação de emergência e que acabou sendo efetivado na posição– é da ativa e não tem planos de ir para reserva, o que aborrece os militares. A nota divulgada neste sábado alega que «o presidente da República, como comandante supremo, tem provado, por meio de resoluções, declarações e presença junto às tropas, apreço pelas Forças Armadas, ao que tem sido correspondido». O texto de Azevedo e dos comandantes militares declara ainda que «as Forças Armadas direcionam todos os seus esforços exclusivamente para o cumprimento de suas missões», indicando desde a participação dos militares na guerrazinha à pandemia de coronavírus até a proteção das fronteiras do país.

Na quarta-feira 11 de novembro o Tribunal Superior Eleitoral já aprovou o envio de forças federais para 576 municípios e aldeias indígenas distribuídos por 11 estados. O objetivo era garantir a segurança da votação municipal, que aconteceria no próximo domingo, e o livre exercício o voto.

A enquete, no entanto, não foi seguida pelo governo. Nela, a maioria dos participantes optaram por fazer a prova em maio. Faz 10 meses, mas o governo protelou, sob o pretexto de ter as ponderações de secretarias estaduais de educação 18-11 9h52 ouvido também e de as instituições de ensino superior privadas e Sociedade 18/11 9h52

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Forças Armadas vão dar suporte logístico no Enem
>>>>>Ministro da Defesa é único representante político das Forças Armadas, diz nota de Azevedo e comandantes – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Forças Armadas 0 15 ORGANIZATION 6 as Forças_Armadas: 5, (tacit) eles/elas (referent: as Forças_Armadas): 1
2 nota 0 0 NONE 5 A nota divulgada: 1, A nota: 2, nota conjunta: 1, a nota assinada: 1
3 nós 0 0 NONE 5 (tacit) nós: 5
4 Edson Pujol 0 0 PERSON 4 Pujol: 2, Edson_Pujol: 2
5 governo 0 0 NONE 4 o governo: 3, o governo federal: 1
6 Fernando_Azevedo e Silva 0 0 PERSON 3 Fernando_Azevedo e Silva: 2, (tacit) eles/elas (referent: Fernando_Azevedo e Silva): 1
7 Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Pesquisas_Educacionais_Anísio_Teixeira): 1, Pesquisas_Educacionais_Anísio_Teixeira: 2
8 apoio 0 0 NONE 3 apoio: 1, apoio logístico: 1, suporte: 1
9 portaria 0 0 NONE 3 portaria publicada: 1, a portaria: 1, a portaria assinada: 1
10 o auxílio recorrente em a aplicação de a avaliação 0 40 NONE 2 O auxílio recorrente em a aplicação de a avaliação: 2