Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Wilson Witzel e Michel Temer

Wilson Witzel alegou nesta quarta-feira, dia 7, que havia uma organização criminosa comportar-se dentro da secretaria de Saúde. Wilson Witzel é governador afastado do Estado do Rio de Janeiro. A declaração de Witzel foi feita durante entrevista, minutos antes do testemunho do ex-secretário Edmar Santos, que é escutado em sigilo pelo Tribunal Especial Misto . Se comprovou o desvio de recursos segundo Witzel, não, mas é preciso escutar todos os participantes do esquema:

Lexandre de Moraes a sua resolução. firmou: «A garantia do exercício da extensa defesa exclusivamente alcança o acesso a provas que digam respeito à pessoa do investigado ou aos fatos diretamente a ele imputados, não autorizando o acesso a documentos sigilosos que tenham por objeto fatos e imputações dconduzidasa terceiros e que não estão sendo uusadospela adenúnciano Tribunal Especial Misto, sob pena de se romper, indevidamente, o sigilo legalmente estabelecido para casos de delação negociada»,.Na sexta-feira 12 de março a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro teria acesso, por meio do Tribunal Especial Misto , a todos os testemunhos e provas anexadas ao processo contra Wilson Witzel no Superior Tribunal de Justiça . O governador afastado respondia denúncias de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. A resolução era da presidente da Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro , desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira. A resolução incluía ainda os testemunhos do ex-secretário de Estado de Saúde Edmar Santos e do empresário Edson Torres, que estavam sob sigilo.

Wilson José Witzel é um advogado, ex-magistrado e político brasileiro, filiado ao Partido Social Cristão e atual governador do Rio de Janeiro.

— Havia uma organização criminosa comportar-se na Saúde do estado do Rio de Janeiro, na sombra, e nos testemunhos do Edson Torres e nos testemunhos do Edmar, eu identifiquei, e se buscará isso quem efetivamente é o chefe de a organização criminosa hoje aqui,. Se o escutou não ainda um de os participantes de essa organização criminosa, que segundo testemunho de o Edson Torres, essa pessoa, Zé Carlos, foi exibido a o Edmar para que fizesse parte de essa distribuição de caixinha — alegou.

Compreenda: Os inquéritos que levaram ao afastamento de Witzel

Witzel confirmou que Edmar Santos foi uma indicação pessoal sua, e declarou que não está arrependido. Segundo ele, o fato de ter tráfego com políticos, além não exibi nenhum bem com valor acima de seu patrimônio contaram para a escolha do ex-diretor do Hospital Pedro Ernesto, da Uerj:

Na sua vez, além das ações movidas pelo MPF, Edmar também se tornou réu por improbidade administrativa na 2ª Vara de Fazenda Pública do Rio, por fraudes na compra de mil respiradores para o tratamento de pacientes com Covid-19.— Preciso explicar que tenho um respeito pela corte e por representantes da Alerj. Desde o começo do meu mandanto, tenho feito na prática aquilo que determina a constituição: harmonia aos Poderes. Ao longo desse processo, os meus advogados não são pagos. As remunerações são feitas pelo meu salário de governador. De maneira que eu não tenho habilidade financeira para pagar. Mas tem um escritório que me assiste de maneira pro bono. Tenho várias ações que não são minhas. Seria inimaginável, se eu dever pagar mais de 20 ações populares e o processo de impeachment. Eu conto com a boa vontade de amigos, que se submetem ao trabalho ao meu pedido. A apesar da benevolência dos amigos, que têm exercido trabalho de advogacia brilhante.

— Indicações de secretário têm o componente técnico e o componente político. O que não pode ter é o componente criminoso, que infelizmente é isso que nós estamos revelando agora. Como a gente pode se arrepender de uma coisa que você não tinha absolutamente nenhuma condição de saber que o sujeito tinha um desvio ético?

O governador afastado, que chegou cedo para a sessão, tentou ganhar tempo após destituir sua defesa. Ele teria discordado do plano exibido pelos advogados, por isso alegou que precisaria de mais tempo para conseguir uma nova defesa. O pedido, no entanto, se o negou . Henrique Figueira chegou a propor que Rodrigo Pacheco assumisse Henrique Figueira é o presidente do Tribunal de Justiça do Rio. Rodrigo Pacheco é o defensor público geral do Rio., mas encontrou nos autos uma procuração com outros advogados de Witzel que se os destituiu não .

— Houve uma divergência com meus advogados, eles compreenderam que não poderíamos seguir por esse percurso, mas eu compreendo que é o percurso a ser seguido. Ontem à noite nós ecompreendemoque deveria ser constituída uma nova defesa. Diante disso, eu pedi ao Tribunal um prazo para que esses novos advogados pudessem se inteirar. O Tribunal compreendeu que não caberia postergar, que seria uma medida protelatória. Eu discordo, mas plenamente acato. Fui juiz durante quase 8 anos, e resolução judicial a gente satisfaz e debate no processo, e respeita, evidentemente — declarou.

Sem mudança: STF nega pedido da defesa de Witzel para interromper processo de impeachment

Em mais uma medida que poderia protelar o julgamento, a defesa de Witzel afirmava que não teve acesso ao conteúdo integral da deleção premiada de Edmar Santos. Mas, para Alexandre de Moraes, a defesa do governador teve direito de acessar o material mandado ao TEM pelo ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça , e que outros documentos não teriam ligação com Witzel.

— Nós mostraremos que o governo não pode ser julgado pelo buraco da fechadura. Nós temos secretarias que têm a verba bastante maior do que a Secretaria de Saúde. Secretarias de Polícia Militar e de Civil juntas dá R$ 11 bilhões. E até hoje não tivemos nenhum problema. Então, o meu governo em termos de controle funcionou. Nos governos anteriores, o Sérgio Cortes passou oito anos roubando. No meu governo eu tomei as primeiras providências, e estou sendo aqui, vamos declarar, de certa maneira, penalizado pela minha clareza.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>’Havia uma organização criminosa comportar-se na Saúde do estado do Rio de Janeiro’, alega Witzel
>>>>>STF nega pedido da defesa de Witzel para suspender processo de impeachment – April 05, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Irmão do deputado Luiz Lima morre por complicações da covid-19 – April 05, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Para evitar cassação, Daniel Silveira quer tentar se eleger prefeito ainda este ano – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Em discurso, Bolsonaro defende ‘liberdade total’ para médicos receitarem tratamento contra Covid-19 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro: ‘Se acharem que devo vacinar, me vacino’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ex-secretário de Saúde de Witzel presta depoimento em julgamento do impeachment – April 07, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Impeachment: ex-secretário de Saúde será interrogado em sigilo atrás de biombos; Witzel está no tribunal – April 07, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 220 45 NONE 17 eu: 5, (tacit) eu: 9, Eu: 2, me: 1
2 Wilson Witzel 40 60 PERSON 11 Wilson_José_Witzel: 1, Wilson_Witzel: 1, (tacit) ele/ela (referent: Witzel): 2, ele (referent: Witzel): 1, Wilson_Witzel (apposition: governador afastado de o Estado_do_Rio): 1, Witzel: 5
3 nós 40 0 NONE 7 Nós: 2, (tacit) nós: 3, nós: 2
4 Edmar Santos 0 40 PERSON 4 o ex-secretário Edmar_Santos: 2, Edmar_Santos: 1, Edmar: 1
5 acesso 0 0 NONE 4 acesso: 2, o acesso: 2
6 organização 120 240 NONE 3 uma organização criminosa: 2, essa organização criminosa: 1
7 governador 0 180 NONE 3 O governador afastado: 3
8 a gente 80 15 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: a gente): 3
9 provas 160 0 NONE 3 provas anexadas: 1, provas: 2
10 Tribunal Especial Misto 0 0 PERSON 3 Tribunal_Especial_Misto: 1, o Superior_Tribunal_de_Justiça: 2