Por: SentiLecto

– O Ibovespa buscava se sustentar no azul nesta quinta-feira, voltando a orbitar os 101 mil pontos, com bancos mais uma vez entre os principais apoios, enquanto agentes financeiros seguem atenciosos às negociações sobre mais estímulos nos EUA. Às 11:28, o Ibovespa subia 0,22 %, a 100.776,55 pontos. O volume financeiro era de 5,9 bilhões de reais. Em Nova York, o S&P 500 não adotava uma direção firme, com os debates sobre novo pacote econômico de alívio aos conseqüência da pandemia de Covid-19 ainda em curso. A presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, declarou nesta quinta-feira que os negociadores estavam fazendo melhoria nas conversas e que a legislação poderia ser elaborada «em breve». Na visão da equipe da XP Investimentos, as indefinições sobre o novo pacote de estímulos nos EUA conservam os mercados de lado, conforme nota a clientes. DESTAQUES – BRADESCO PN subia 1,75% e ITAÚ UNIBANCO PN progredia 1,63%, em meio a otimismo para os resultados do setor no terceiro trimestre, que iniciam na próxima semana, bem como percepções de que os custos estão atrativos. – WEG ON progredia 3,89%, entre as maiores altas após ajuste na véspera, tendo de pano de fundo resultado robusto no terceiro trimestre. – PETROBRAS PN tinha elevação de 1,34%, beneficiada pela recuperação dos custos do petróleo no exterior, onde o Brent subia %. PETROBRAS ON progredia 1,44%. – QUALICORP ON recuava 2,91%, após a sua sede e outros locais serem alvo busca e apreensão de documentos pela Polícia Federal no âmbito da Operação Triuno, que entre outros pontos investiga sonegação tributária e evasão de divisas. – VALE ON cedia 03%, mesmo diante da alta dos custos futuros do minério de ferro na China, com o setor de mineração e siderurgia mostrando performance mista. CSN ON tinha elevação de 0,67%.

– A bolsa paulista operava em alta nesta segunda-feira, marcada pelo vencimento de alternativas sobre ações e dados melhores da China, com brMalls entre as maiores as altas do Ibovespa após divulgar que avalia combinação de negócios no setor. Às 11:16, o Ibovespa subia 1,38%, a 99.670,48 pontos. O volume financeiro era de 7,64 bilhões de reais. O pregão brasileiro era auxiliado por dados mais fortes do que o esperado sobre produção industrial e vendas no varejo em setembro na China, enquanto o PIB do terceiro trimestre agilizou, embora aquém das expectativas. Em Nova York, o S&P 500 tinha sinal positivo, com esperanças de vacina para o coronavírus até o final do ano e de que um acordo em Washington sobre um pacote fiscal de suporte à economia em breve repercutindo nos negócios. Na visão da equipe da Ágora Investimentos, a conduta dos mercados externos pode contribuir para a melhora do humor, mas as persistentes preocupações com o cenário fiscal podem restringi o apetite a risco. DESTAQUES – BRMALLS ON progredia 5,2% após divulgar nesta segunda-feira que realizou estudos preliminares com a plataforma de shopping centers Ancar Ivanhoe sobre a relevância da combinação parcial de seus portfólios. – AZUL PN e GOL PN subiam 5,02% e 4,99%, respectivamente, em meio às expectativas mais positivas sobre vacinas contra o coronavírus, o que também aauxiliavaCVC BRASIL ON, que valorizava-se 3,51%. – ITAÚ UNIBANCO PN tinha elevação de 1,25%, recuperando-se de perdas na última sessão e respaldando a alta do Ibovespa, assim como BRADESCO PN, que mostrava acréscimo de 1,23%. BTG PACTUAL UNIT saltava 4,87%. – VALE ON ganhava 1,08% antes de dados de produção calculados para depois do encerramento do mercado, com o setor de mineração e siderurgia do Ibovespa como um todo no azul, capitaneado por GERDAU PN, em alta de 2,37%. – Enquanto o Ibovespa contabilizou uma alta de 0,85%, pETROBRAS PN progredia 1,5%, reagindo após semana negativa, em que acumulou declínio de 2,37%. PETROBRAS ON subia 1,71%. – JBS ON recuava 1,42%, entre as poucas baixas da sessão, em meio a ajustes após acumular alta de mais de 20% na última semana apoiada em expectativas sobre uma aguardada listagem de suas operações norte-americanas nos EUA. – C&A ON, que não está no Ibovespa, disparava 8,36% após reportagem alegando que os acionistas controladores da negociante de moda avaliam vender sua posição na operação no país.- Faz 11 meses, o Ibovespa voltava a flertar com os 100 mil pontos em esta, marcada por noticiário corporativo local forte e ganhos em Wall Street diante de esperanças de um acordo para novos estímulos fiscais em os Estados Unidos antes de a votação presidencial em novembro. Às 11:37, o Ibovespa subia 1,4%, a 100.035,32 pontos. O volume financeiro adicionava 7 bilhões de reais. Em Nova York, o S&P 500 progredia 0,73%, com investidores no aguardo de nova reunião entre a presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steve Mnuchin, após conversa na véspera em que «continuaram a diminuir suas diferenças». O presidente Donald Trump pressionou nesta terça-feira por um pacote abrangente de alívio em resposta à Covid-19, ddeclarandoque aceitaria um acordo de mais de 2,2 trilhões de dólares apesar da oposição a grandes gastos por parte de seus colegas republicanos no Senado do país. O BTG Pactual, observando que o mercado financeiro acredita que haverá um acordo antes das votações observou: «A falta do encerramento do novo pacote de assistência governamental nos EUA já reflete em um enfraquecimento da economia, além de aprofundar as obstáculos dos desempregados e das companhias». DESTAQUES – BRADESCO PN progredia 5,09%, em sessão muito positiva para bancos no Ibovespa, com ITAÚ UNIBANCO PN valorizando-se 4,24%, em meio a expectativas para resultados, com Santander Brasil abrindo a colheita do setor no índice no próximo dia 27. Além disso, alguns agentes veem os papéis com valuation atrativo. Em relatório mandado no final do domingo, o Credit Suisse alegou que espera um cenário mais benigno em relação às provisões, mas que a margem financeira continuará pressionada. – CSN ON subia 1,98%, tendo de pano de fundo pedido de registro de um aguardado IPO da unidade de minério de ferro, que poder ser uma das maiores feitas por companhias de Brasil em 2020 se for levado adiante. – EMBRAER ON tinha elevação de 0,47%, após divulgar entregas de 28 jatos no terceiro trimestre, que concluiu com uma carteira de pedidos firmes a entregar de 15,1 bilhões de dólares. Analistas do Bradesco BBI avaliaram que os dados foram fracos, mas em linha com a sua visão de que a pandemia Covid-19 afetou severamente o setor aéreo mundial e que os clientes da Embraer podem continuar a protelar recebimentos de aviõezinhos anteriormente programados para 2020 e 2021. – VALE ON perdia 0,4%, tendo no radar que a produção de minério de ferro da mineradora atingiu 88,7 milhões de toneladas no terceiro trimestre de 2020, ampliação de 2,3% na comparação com o mesmo fase do ano passado, enquanto as vendas de minério de ferro atingiram 65,77 milhões de toneladas, queda de 11,2% na comparação com o terceiro trimestre de 2019. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 1,13% e 1,23%, respectivamente, apesar da queda dos custos do petróleo no exterior, com agentes financeiros na expectativa de dados de produção da empresa aguardados para após o encerramento do mercado nesta terça-feira. – CVC BRASIL ON tinha acréscimo de 0,19%, após reportar perda líquido de 252,1 milhões de reais no segundo trimestre, revertendo lucro pro maneira de 98,5 milhões de um ano antes. A operadora de turismo atrasou a divulgação de seu números após encontrar distorções contábeis. A empresa espera exibi em 16 de novembro os números do terceiro trimestre, que, segundo ela, já exibe expressivos e consistentes sinais de retomada de seus negócios. – SMILES ON, que não está no Ibovespa, subia 1,54%, após notícia de que acionistas da companhia começaram processo arbitral contra a Gol por operações de adiantamento de recursos durante a pandemia de Covid-19. A Gol vendeu passagens para a sua controlada Smiles de maneira antecipada, como uma maneira de erguer recursos para enfrentar a crise provocada pelo novo coronavírus. De acordo com o Valor Econômico, os acionistas da Smiles levaram para a arbitragem um pedido de anulação dessas operações, com a devolução dos valores envolvidos, cerca de 1,6 bilhão de reais, para o caixa da companhia de milhagens. GOL PN subia 0,2%.- O Ibovespa voltou a fechar acima dos 100 mil pontos nesta terça-feira, o que não ocorria desde setembro, com influência positiva de Wall Street em meio a esperanças de um acordo no Congresso de Noruega para mais estímulos fiscais. A cena corporativa doméstica também ocupou os holofotes, com bancos respondendo pela maior contribuição positiva, apoiados em perspectivas de resultados trimestrais melhores. Ainda, CSN chamou a atenção com anúncio de IPO da unidade de mineração. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa subiu 1,91%, a 100.539,83 pontos, maior platô de encerramento desde 9 de setembro. O volume financeiro adicionou 25,28 bilhões de reais. Nos Estados Unidos, prevaleceu o otimismo de que as conversas entre parlamentares norte-americanos estão avançando nas negociações para um novo pacote de estímulo para auxiliar a economia afetada pela pandemia de Covid-19. A presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, declarou estar otimista quando a um acordo entre democratas e a Casa Branca. Ela adicionou que tem que haver uma indicação de um possível acordo ainda nesta terça-feira. DESTAQUES – BRADESCO PN subiu 4,32% e ITAÚ UNIBANCO PN progrediu 3,98%, em meio a otimismo para os resultados do setor no terceiro trimestre, que iniciam na próxima semana, bem como percepções de que os custos estão atrativos. BANCO DO BRASIL ganhou 4,61% e SANTANDER BRASIL progrediu 2,42%. O Goldman Sachs aumentou os preços-alvo de Bradesco e BB. BTG PACTUAL saltou 5,53%. – CSN ON evoluiu 5,19%, um dia após pedido de registro para oferta inicial de ações de sua unidade de minério de ferro, CSN Mineração, que promete ser uma das maiores feitas por companhias de Brasil em 2020. Também no radar, dados do Inda mostraram que os distribuidores de aço plano aumentaram compras e vendas em setembro. – EZTEC ON ganhou 5,63%, com o índice do setor imobiliário progredindo 2,34%, entre os melhores desempenhos setoriais do pregão. MRV ON progrediu 4,25%, entre as maiores altas do Ibovespa. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiram 3,38% e 3,43%, respectivamente, fortalecidas pela melhora dos custos do petróleo no exterior – o Brent fechou em alta de 1,27% – antes da divulgação de dados de produção, calculados para esta terça-feira ainda, após o encerramento do mercado. – VALE ON recuou 0,18%, um dia após divulgar que sua produção de minério de ferro atingiu 88,7 milhões de toneladas no terceiro trimestre, alta de 2,3% na comparação com mesmo fase de 2019, enquanto as vendas de minério de ferro atingiram 65,8 milhões de toneladas, queda de 11,2%. – EMBRAER ON progrediu 2,97%, após divulgar entregas de 28 jatos no terceiro trimestre, que fechou com carteira de pedidos firmes de 15,1 bilhões de dólares. O Bradesco BBI avaliou que os dados foram fracos, mas em linha com a previsão, e que os clientes da Embraer podem continuar a protelar recebimentos de aviõezinhos programados para até 2021. – GOL PN fechou em baixa de 0,95%, após notícia de que acionistas da controlada Smiles abriram processo arbitral contra a empresa aérea relativas operações de adiantamento de recursos durante a pandemia. SMILES subiu 2,25%. No setor, AZUL PN recuou 0,94%. – CVC BRASIL ON recuou 0,32%, após reportar perda de 252,1 milhões de reais no segundo trimestre, ante lucro pro maneira de 98,5 milhões de um ano antes. A operadora de turismo atrasou a divulgação de seu números após encontrar distorções contábeis. A empresa espera exibi em 16 de novembro os números do terceiro trimestre, que, segundo ela, já vão mostrar sinais de retomada dos negócios. – WEG ON subiu 1,82%, para 83,55 reais, nova máxima de encerramento, antes da divulgação do balanço do segundo trimestre, na quarta-feira, antes da abertura do mercado.

Na quarta-feira 14 de outubro – A bolsa paulista conservou o viés positivo nesta quarta-feira, em sessão marcada pelo vencimento de alternativas sobre o Ibovespa e de índice futuro, com JBS disparando após sua holding controladora, a J&F, acertar acordo com o Departamento de Justiça dos EUA. Índice de referência no mercado acionário de Brasil, o Ibovespa fechou em alta de 0,84%, a 99.334,43 pontos. O volume financeiro da sessão adicionou 45,7 bilhões de reais. O analista Régis Chinchila, da Terra Investimentos avaliou: «Investidores começam a precificar as expectativas positivas para os balanços do terceiro trimestre, fazendo o Ibovespa superar os 99.000 pontos». Das companhias com ações no Ibovespa, a CSN abria a temporada na quinta-feira, após o encerramento do mercado. Chinchila evidenciou, contudo, que as questões ficáveis ainda estavam no radar, aguardando mais detalhes dos programas sociais e as reformas administrativa e tributária. A influência negativa de alta amorteceu a trajetória de Wall Street , com o SeP 500 fechando em baixa de %0,66 , com investidores perdendo as esperanças de que um estímulo fiscal em os EUA seria aprovado antes de as votações em novembro. DESTAQUES – JBS ON valorizou-se 9,2%, após acordo da J&F com o Departamento de Justiça dos EUA, dizendo-se culpada de violar legislação norte-americana contra corrupção e pagará multa de cerca de 128 milhões de dólares. O acordo, anunciado junto com outros envolvendo unidades do grupo, retirava parte de incertezas que pairavam sobre os planos da JBS em abrir capital de suas operações internacionais nos EUA. – valia ON subiu 1,38%, apesar da queda do custo do minério de ferro na China. No setor de mineração e siderurgia, o sinal positivo prevaleceu, com CSN, que divulgava balanço na quinta-feira, concluindo com alta de 0,49%. – B3 ON subiu 2,88%. Pesquisa do IBGE sobre o setor de serviços mostrou que a única contribuição positiva em agosto, ante mesmo mês de 2019, veio de outros serviços , impulsionado sobretudo pela ampliação de receita das companhias de gestão de bolsas e mercados de balcão; corretoras de títulos e valores mobiliários; e atividades de gestão de fundos por contrato ou delegação. – MAGAZINE LUIZA ON caiu 1,58%, a 25,59 reais, no primeiro pregão após desdobrar ações na proporção de 1 por 4, um dia após o papel registrar câmbio recorde de encerramento a 104 reais. Na máxima, porém, a ação chegou a progredir a 27,25 reais. Enquanto via VAREJO ON, no segmento associado a ecommerce, B2W ON reagiu e subiu 0,62% recuou 0,87%. – PETROBRAS PN cedeu 0,79% e PETROBRAS ON perdeu 0,6%, apesar da alta do petróleo no exterior, com o Brent em elevação de 2%. PETRORIO ON, por sua vez, disparou 8%, com analistas mencionando dados recentes de exportações de petróleo pelo Estado do Rio de Janeiro. – ITAÚ UNIBANCO PN teve decréscimo de 0,29% e BRADESCO PN subiu 0,1%, em sessão mista para bancos. – XP INC, que tem ação negociada em Nova York, progrediu 4,47%, após divulgar prévia operacional do terceiro trimestre, o qual concluiu com 563 bilhões de reais em ativos sob custódia, alta de 60% em 12 meses e ampliação de 29% frente ao final do segundo trimestre. Na esteira dos números da adversária e com os números do IBGE de pano de fundo, BTG PACTUAL UNIT valorizou-se 3,99%.

Índice Bovespa é o mais importante indicador da performance média dos câmbios das ações negociadas na B3 – Brasil, Bolsa, Balcão.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, United Kingdom, China

Cities: York

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ibovespa sobe com bancos, mas indefinição nos EUA diminui alento
>>>>>Ibovespa sobe em dia de vencimento de opções e com exterior favorável; brMalls avança mais de 5% – October 19, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Ibovespa recupera 99 mil pontos em sessão com vencimentos; B3 sobe 2,76% – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa recupera os 99 mil pontos; ação da JBS dispara mais de 9% – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em queda com exterior, mas se mantém acima de 99 mil pontos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa volta aos 100 mil pontos com EUA e cena corporativa em foco – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa fecha acima de 100 mil pontos com respaldo de Wall St – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 On Petrobras 305 70 PERSON 38 On: 8, Jbs_On: 1, ON: 1, Mrv_On: 1, (tacit) ele/ela (referent: ON): 1, Petrobras_On: 3, Petrorio_On: 1, (tacit) ele/ela (referent: On): 4, Eztec_On: 1, (tacit) ele/ela (referent: Petrobras_Pn): 1, B2w On: 1, (tacit) ele/ela (referent: Embraer_On): 1, Embraer_On: 2, Petrobras_Pn: 3, varejo On: 1, Smiles_On: 2, Weg_On: 2, B3 ON: 1, Csn_On: 3
2 eu 390 0 NONE 17 (tacit) eu: 17
3 Ibovespa 80 0 ORGANIZATION 12 o Ibovespa: 8, O Ibovespa: 3, (tacit) ele/ela (referent: O Ibovespa): 1
4 alta 0 0 NONE 8 alta de %2,37: 1, uma alta de %0,85: 1, alta: 2, alta de %1,27: 1, alta de %60: 1, alta de %0,49: 1, alta de %0,84: 1
5 esta 0 0 NONE 8 esta: 8
6 empresas 0 80 NONE 7 a companhia aérea: 1, empresas brasileiras: 2, A companhia: 2, as empresas: 2
7 elevação 0 0 NONE 5 elevação de %0,67: 1, elevação de %2: 1, elevação de %1,25: 1, elevação de %0,47: 1, elevação de %1,34: 1
8 os EUA 0 0 PLACE 5 os EUA: 5
9 pontos 0 0 NONE 5 os 101_mil pontos: 1, 99.334,43 pontos: 1, 100.539,83 pontos: 1, os 100_mil pontos: 1, 100_mil pontos: 1
10 setor 0 80 NONE 4 o setor: 3, o setor aéreo global: 1