Por: SentiLecto

Se liberaram algumas cargas atrasadas as importações de petróleo bruto por a China, que importou um total de 416 milhões de toneladas de petróleo bruto, segundo os dados, ou cerca de 11,08 milhões de bpd, uma ampliação de %12,7 em relação a o mesmo fase de o ano passado, ampliaram %2,1 em setembro em relação a o mês anterior, já que finalmente de a alfândega após a redução de engarrafamentos em portos, enquanto a habilidade de armazenamento em terra foi expandida. A China, maior importador global de petróleo bruto, importou 48,48 milhões de toneladas de petróleo no mês passado, segundo dados da Administração Geral das Alfândegas nesta terça-feira, o equivalente a 11,8 milhões de barris por dia .

O volume é superior aos 11,18 milhões de bpd em agosto e aos 10,04 milhões de bpd de setembro do ano passado, mas Faz 4 meses, ainda ficou abaixo do nível recorde de 12,94 milhões de bpd importado.

Faz 6 meses, instalações de armazenamento com estoques de petróleo bruto em os principais portos de China ficaram quase cheias, após compras de barganha em meio a um colapso de os custos de o petróleo em abril devido em a pandemia de o coronavírus.Mas com a procura de combustível china já tendo atingido o pico com a recuperação dos custos mundiais do petróleo, as refinarias estão combatendo com uma ampliação dos estoques de produtos refinados e margens de refino fracas.

Na sua vez, esse cenário, o caso de «Políticas Aceleradas e Tecnologia», não tem como base nenhuma grande inovação tecnológica, declarou a Opep, e nem encarna toda a diminuição possível que a procura pode enfrentar.

Eng Yick Tee, diretor da consultoria SIA Energy isse: «Em contraste com o forte crescimento das importações no segundo e terceiro trimestres, a expansão das importações china tem que perder força no quarto trimestre devido aos estoques de petróleo historicamente altos e à maior base de importações registrada no quarto trimestre do ano passado»,.

Faz 1 mês, por outro lado, juntos, os negócios encarnaram a maior venda de exportação diária de os EUA.A China importou 9,79 milhões de toneladas de soja em setembro, alta de 1,9% ante 9,6 milhões de toneladas em agosto, segundo dados da Administração Geral de Alfândegas divulgados nesta terça-feira.

Faz 2 meses, os dados alfandegários também mostraram as exportações de produtos refinados de petróleo chinas em 3,95 milhões de toneladas, abaixo dos 4,27 milhões de toneladas em agosto.

«A procura futura possivelmente vai continuar persistentemente abaixo das projeções passadas devido aos persistentes conseqüência de limitações associadas à Covid-19 e seu iefeitosobre a economia gmundiale oaccondutados consumidores.»

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Importação de petróleo pela China aumenta em setembro após alívio de engarrafamento em portos
>>>>>Opep passa a ver platô na demanda por petróleo ao final da década de 2030 – October 08, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>ENFOQUE-Única sobrevivente? Saudi Aramco dobra aposta no petróleo para bater rivais – October 07, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>China e México compram soja dos EUA com preços tocando máximas em 2 anos e meio – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Importação de soja pela China em setembro sobe para 9,8 mi t e deve seguir robusta – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 toneladas 0 0 NONE 5 toneladas: 5
2 as importações de petróleo bruto por a china segundo os dados ou já_que 0 100 NONE 2 As importações de petróleo bruto por a China segundo os dados ou já_que: 2
3 redução 80 80 NONE 2 toda_a redução possível: 2
4 petróleo 0 50 NONE 2 petróleo bruto: 1, petróleo: 1
5 portos 50 0 NONE 2 os principais portos chineses: 1, portos: 1
6 demanda 40 0 NONE 2 A demanda futura: 1, a demanda: 1
7 a China 0 0 PLACE 2 A China: 2
8 ano 0 0 NONE 2 o ano passado: 2
9 esta 0 0 NONE 2 esta: 2
10 relação 0 0 NONE 2 relação: 2