Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Assinatura de Rodrigo Pacheco

Rodrigo Pacheco alegou nesta quarta-feira que vai satisfazer a resolução do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal , para instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19. Rodrigo Pacheco é o presidente do Senado. Ao mesmo tempo, reforçou que o momento é «inapropriado» para o funcionamento do colegiado e que isto pode encarnar «o coroamento da falha nacional do enfrentamento da pandemia». Pacheco também avaliou que utilizará-se a delegação somente para discurso político com fins eleitoreiros.

“Trata-se de garantia que decorre da cláusula do Estado Democrático de Direito e que viabiliza às minorias parlamentares o exercício da oposição democrática. Tanto é assim que o quórum é de um terço dos membros da casa legislativa, e não de maioria. Por esse motivo, a sua eficácia não pode estar condicionada à vontade parlamentar predominante», ddeclaratrecho da dresoluçãoO ministro também liberou o processo para julgamento no plenário virtual do STF, quando os demais ministros vão poder votar por meio do sistema eletrônico da Corte. Barroso realçou que o tribunal tem o entendimento de que uma CPI deve ser instalada quando satisfeitos as exigências previstas pela Constituição. A análise do caso no plenário virtual iniciará na sexta-feira de semana que vem, e os ministros vão ter até a sexta seguinte para votar.

Na terça-feira 23 de março — Rodrigo Pacheco defendeu a execução de um convênio federal das Três Poderes para o enfrentamento da Covid-19, que assolava o Brasil. Rodrigo Pacheco é o presidente do Senado. O foco do Congresso Nacional estaria voltado para a minimização dos efeitos da pandemia nas próximas semanas. Para o parlamentar, a solução para a crise sanitária perpassava a união entre os atores e personagens políticos. Nessa perspectiva, Jair Bolsonaro o presidente da Câmara, Arthur Lira , o presidente do Supremo Tribunal Federal , Luiz Fux, além de Pacheco, se reuniam na manhã dno Palácio da Alvorada. Jair Bolsonaro é o presidente da República. — dar conta desse desafio e dessava solução a partir de um convênio nacional que envolva uma concepção bastante importante que era o da união. há dois percursos que podíamo perseguir no Brasil neste momento: o da união nacional e o do caos nacional e aí cabia a nós decidirmos — disse, em acontecimento coordenado pelo jornal Correio Braziliense. No contexto pós-pandemia, Pacheco alegou que os maiores desafios de Brasil serão relativos à economia. A desburocratização econômica, com simplificação tributária e de sistemas, a unificação de tributos e a guerrazinha à sonegação fiscal seincluem no planejamento. — Recomeçar o crescimento econômico do Brasil e fazer um crescimento econômico que seja sustentável, em bases bastante sólidas de responsabilidade fiscal, já permitido pela EC 109 promulgada pelo Congresso Nacional e que estabelecia o protocolo fiscal para os momentos de crise.

Rodrigo Otavio Soares Pacheco é um advogado e político brasileiro filiado ao Democratas .

Luís Roberto Barroso é um jurista, professor e juiz brasileiro, atualmente ministro do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral, sendo o atual presidente desta corte.

— Temos também o fato de que ela , por sua natureza, pelo mérito que ela tratará de fato, não se deseje acreditar que a CPI vai trocar o papel do Ministério Público, da Polícia Federal, da Polícia Civil, da Controladoria-Geral da União . Vai poder, sim, ter um papel de antecipação de debate político-eleitoral de 2022, de palanque político, que é absolutamente inapropriado para o momento — declarou Pacheco a jornalistas.

— Com a gravidade do momento, que nos exige união, a CPI será um ponto fora da curva. Para além de um ponto fora da curva, pode ser o coroamento da falha nacional do enfrentamento da pandemia. Como se pretende apurar o passado se não conseguimos definir o nosso presente e futuro com ações concretas? — questionou.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Pacheco declara que instalará CPI da Covid, mas critica resolução do STF
>>>>>Barroso manda Senado instalar CPI da Pandemia – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Rodrigo Pacheco 0 0 PERSON 7 Rodrigo_Pacheco (apposition: O presidente de o Senado): 2, Pacheco: 4, (tacit) ele/ela (referent: Pacheco): 1
2 nós 130 0 NONE 6 nos: 1, nós: 1, (tacit) nós: 4
3 CPI 0 0 ORGANIZATION 3 uma CPI: 1, a CPI: 2
4 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
5 o coroamento de o insucesso nacional de o enfrentamento de a pandemia 0 180 NONE 2 o coroamento de o insucesso nacional de o enfrentamento de a pandemia: 2
6 caminhos 0 6 NONE 2 dois caminhos: 2
7 ministros 60 0 NONE 2 ministros: 1, os ministros: 1
8 Luís Roberto Barroso 0 0 PERSON 2 Luís_Roberto_Barroso: 1, Barroso: 1
9 Otavio Soares Pacheco 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Otavio_Soares_Pacheco): 1, Otavio_Soares_Pacheco: 1
10 crise 0 0 NONE 2 crise: 1, a crise sanitária: 1