Por: SentiLecto

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

Menos de 24 horas depois de o presidente estadunidense, Donald Trump, ter posado para fotografias em frente à Igreja Episcopal de São João com uma Bíblia na mão, mais de 20 líderes religiosos da região metropolitana da capital Washington foram ao mesmo local e criticaram a ação do mandatário dos Estados Unidos.

Para o reverendo George C. Gilbert Senior, Trump comportar-se de maneira «imperdoável» ao utilizar a Bíblia de «muleta para promover sua agenda».

«É um momento grave da história dos Estados Unidos e eu sinto que o que Donald Trump, nosso presidente, fez é um escárnio», alegou para uma multidão reunida no local.

Na sua vez, «Estes não são atos de protesto pacífico. São atos de terrorismo doméstico», alegou.

Na quinta-feira 28 de maio Donald Trump ameaçou pela primeira vez fechar plataformas de redes sociais depois que o Twitter emitiu uma advertência sobre a veracidade de informações publicadas pelo mandatário. Donald Trump é o presidente de America.

«Estar em frente a uma igreja com a Bíblia na mão, sendo que ele nem frequenta a igreja com regularidade, é algo desonesto e enganoso.»

Na segunda-feira, Trump ameaçou utilizar as Forças Armadas contra «multidões violentas» que, segundo ele, estão atrapalhando protestos pacíficos contra a morte do segurança George Floyd, que faleceu durante uma abordagem policial.

«Conforme estamos falando , vou estar enviando milhares e milhares de soldados fortemente armados, forças militares e de Polinesia Francesa para suspender alvoroços, saques, vandalismo, roubos e a devastação arbitrária de propriedades», adicionou, realçando que se os castigaria violadores de a lei severamente e com longas penas em a cadeia.Um artigo de Rashawn Ray, do centro de pesquisas Brookings Institution, afirma que pessoas negras têm 3,5 vezes mais chances de serem mortas por policiais do que brancas em situações em que não existe ataque ao policial ou porte de armas. Entre adolescentes, a probabilidade é 21 vezes maior. A polícia americana mata uma pessoa negra a cada 40 horas.No entanto, para invocar essa lei, como assinala o jornalista Domenico Montanaro, da NPR, o presidente tem que atender a certas exigências antes.

Antes de discursar, o presidente fez uma breve andada até a Igreja Episcopal de São João, conhecida com a igreja dos presidentes, e empunhou a Bíblia em frente às câmeras. A igreja chegou a ser atingida pelo fogo durante os protestos de domingo passado.

Mas o reverendo GIlbert, e outros líderes religiosos que queixar-se ao seu lado, vê o ato como uma «sessão de fotografias, mas não é hora para ficar se apresentando».

Além do mais, pouco antes da visita de Trump ao local, a mídia local registrou que agentes de segurança utilizaram gás lacrimogêneo para dispersar a multidão que queixar-se tranquilamente em frente à igreja a fim de liberar cpercursopara a passagem de Trump.

Apesar das críticas feitas por Gilbert e seus colegas, a insatisfação com o presidente não é unânime entre líderes religiosos cristãos.

O pastor Mark Burns é um dos poucos líderes religiosos negros influentes que apoiam publicamente Trump. «Por que o presidente dos Estados Unidos não confiaria no vocábulo de Deus para reaproximar essa nação dividida?» O presidente dos Estados Unidos é líder do mundo livre.

Segundo Burns, o presidente recordou a nação de que «precisamos atualmente buscar orar mais do que jamais».

A bispa episcopal de Washington, Mariann Budde, alegou que soube da visita de Trump pela TV. Ela declarou não ter recebido «nem uma ligação de cortesia, advertindo que eles esvaziariam a área com gás lacrimogêneo para que eles pudessem utilizar nossa igreja de palco».

Para Michael Curry, bispo líder da Igreja Episcopal dos EUA, o presidente de America utilizou «a igreja e a Bíblia Sagrada com finalidades político-partidários».

O presidente de America não pertence a nenhuma congregação em particular, e raramente vai à missa. No entanto, ele costuma recorrer ao simbolismo e à linguagem religiosos para atrair eleitores cristãos.

Mais de 75% dos eleitores evangélicos brancos votaram em Trump na votação de 2016, segundo o centro de pesquisa Pew. Em comparação, somente 3% dos negros protestantes selecionaram o republicano nas urnas.

Ilustres líderes cristãos de Trump com a Bíblia em frente em a igreja criticaram também a cena a o redor de o mundo.Antonio Spadaro escreveu no Twitter: «Aqueles que utilizam a Bíblia por seu poder mundano diante da calamidade tornam isso vaidade». Antonio Spadaro é padre jesuíta próximo do papa Francisco.

Se utilizou a religião em a África do Sul, onde já em o passado como justificativa para a segregação racial em o regime de apartheid, também houve críticas.

Para Thabo Makgoba «utilizar a Bíblia para uma sessão de fotografias realmente vai contra a essência do que há dentro da Bíblia Thabo Makgoba é arcebispo da Cidade do Cabo., e isso nós sabemos bastante bem no contexto de Sullana».

E adiciona: «Eu nasci sob o apartheid e vivi sob o apartheid. São somente alguns anos de minha vida sob democracia. É muito lamentável quando um político de qualquer país usa a igreja ou a Bíblia sob os holofotes para promover a si mesmo».

No Reino Unido, Paul Bayes postou no Twitter uma fotografia do presidente Trump segurando a Bíblia com a seguinte legenda: «É um bomPaul Bayes postou no Twitter uma fotografia do presidente Trump segurando a Bíblia com a seguinte legenda: «É um bom livro. Paul Bayes é o bispo livoniano. Paul Bayes é o bispo livoniano. Trechos: ‘Deus é afeição’, ‘Ame seus opositores’, Que ele possa julgar seu povo com retidão e seus pobres com justiça. Que ele defenda a causa dos pobres do povo… #BlackLivesMatter «

Já assistiu aos nossos novos vídeos no ? Inscreva-se no nosso canal!

Final de YouTube post de BBC News Brasil

Final de YouTube post 3 de BBC News Brasil

Fonte: BBCBrasil-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, United Kingdom

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Protestos por George Floyd: as críticas de líderes religiosos após Trump posar para fotografia com a Bíblia
>>>>>Trump promete acionar Forças Armadas para conter tumultos em protestos – (BBCBrasil-pt)
>>>>>Morte de George Floyd: 4 fatores que explicam por que caso gerou onda tão grande de protestos nos EUA – June 02, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Coronavírus nos EUA: 3 mudanças drásticas causadas pela pandemia no país que chegou a 100 mil mortos – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Caso George Floyd: quem era o americano negro morto sob custódia (e o que se sabe sobre o policial branco que o matou) – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Caso George Floyd: quem é o policial preso pela morte de homem negro que causa revolta nos EUA – (BBCBrasil-pt)
>>>>>Morte de George Floyd: o que diz a lei de 1807 que Trump ameaça invocar para usar Exército contra protestos – June 03, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>A longa história de segregação e conflito racial em Minneapolis, onde George Floyd foi morto pela polícia – May 30, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Caso George Floyd: morte de homem negro filmado com policial branco com joelhos em seu pescoço causa indignação nos EUA – May 27, 2020 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Caso George Floyd: 11 mortes que provocaram protestos contra a brutalidade policial nos EUA – May 28, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Morte de George Floyd: Onda de protestos em massa desafia toques de recolher em dezenas de cidades nos EUA – May 31, 2020 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 100 60 PERSON 12 Trump: 6, (tacit) ele/ela (referent: Trump): 2, ele (referent: Donald_Trump): 1, (tacit) ele/ela (referent: Donald_Trump): 1, Donald_Trump: 1, Donald_Trump (apposition: o presidente americano): 1
2 eu 250 0 NONE 7 (tacit) eu: 6, Eu: 1
3 Bíblia 0 0 ORGANIZATION 6 a Bíblia: 5, Bíblia: 1
4 presidente 0 0 NONE 6 o presidente: 4, o presidente americano: 1, O presidente americano: 1
5 líderes 80 0 NONE 5 os poucos líderes religiosos: 1, proeminentes líderes cristãos: 1, líderes religiosos cristãos: 1, outros líderes religiosos: 2
6 igreja 0 0 NONE 5 a igreja: 3, A igreja: 1, uma igreja: 1
7 Deus 125 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: Deus): 1, Deus: 1, ele (referent: Deus): 2
8 negros 216 150 NONE 3 negros influentes: 2, os negros protestantes: 1
9 frente 0 40 NONE 3 frente: 3
10 George Gilbert C. Senior 0 0 PERSON 3 George_Floyd: 1, o reverendo George_C._Gilbert_Senior: 1, (tacit) ele/ela (referent: George_Floyd): 1