Por: SentiLecto

Faz 1 dia, a Caixa Econômica Federal anunciou um conjunto de cinco medidas para beneficiar mutuários de a casa própria. O banco diminuiu os juros do crédito imobiliário atrelado à Taxa Referencial , que varia entre 6,50% e 8,50% ao ano para 6,25% e 8% ao ano. As condições serão oferecidas a partir de 22 de outubro para novos financiamentos com recursos da poupança.

Taxa Referencial é uma taxa de juros de referência, criada pela Medida Provisória n° 294, de 31 de janeiro de 1991 .

Caixa Econômica Federal, também conhecida como Caixa, é uma instituição financeira, sob a maneira de companhia pública, com patrimônio próprio e autonomia administrativa com sede em Brasília, no Distrito Federal.

A Caixa também prorrogará até o fim de dezembro a chance de escassez para começo do pagamento das prestações dos novos contratos imobiliários. A medida vale para quem adquiri um imóvel novo , e a escassez é seis meses. Durante esse fase, o mutuário vai pagar somente os seguros e taxa de gestão do contrato.

– A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira diminuição de taxas cobradas sobre financiamento imobiliário, extensão do programa de escassez na compra de imóveis novos e a alternativa de pagamentos parciais de prestações por até seis meses. No financiamento com recursos do SBPE, a linha indexada pela Taxa Referencial vai ter taxa mínima de TR + 6,25% e máxima de TR + 8% ao ano, queda de até 0,5 ponto percentual. O banco estatal também prorrogou até o fim do ano a chance de escassez para pagamento das parcelas no caso de novos contratos imobiliários. Na aquisição, clientes pessoas físicas poderão começar a pagar prestações após seis meses. Por fim, a Caixa vai permitir que mutuários optem pelo pagamento parcial de financiamentos, sendo 75% da prestação por até seis meses ou de 50% a 75%, por até três meses.

Uma outra medida facilitará a retomada do pagamento do financiamento habitacional de quem pediu suspensão da cobrança, o que foi permitido pela Caixa durante a pandemia. Quando o intervalo, que pode ser de até seis meses concluir, o mutuário poderá pagar a prestação de maneira parcial: entre 50% e 75% do valor.

Quem optar por 75% do valor da prestação poderá utilizar a vantagem por seis meses. O prazo cai para três meses, se decidir quitar entre 50% a 75% da parcela.

— Estamos fazendo essa volta do intervalo, cobrando prestações menores do que você pagava antes. É um incentivo para que quem ainda está em obstáculos possa voltar a pagar de uma forma suave — declarou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Segundo a Caixa, “durante o fase de intervalo, o contrato não está isento da incidência de juros remuneratórios, seguros e taxas”. Os valores que deixarem de ser pagos serão adicionados ao saldo devedor do contrato e diluídos no prazo que faltar para quitar o empréstimo.

Em 1 dia, segundo a Caixa, 830 mil famílias poderão ser beneficiadas por as novas medidas anunciadas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Quem pediu a suspensão do financiamento da Caixa pode pagar somente 50% por 3 meses
>>>>>Caixa reduz taxas do crédito imobiliário e permite pagamento parcial de prestações – October 14, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Caixa 0 0 ORGANIZATION 6 A Caixa: 1, (tacit) ele/ela (referent: a Caixa): 1, a Caixa: 4
2 Taxa Referencial 0 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: a Taxa_Referencial): 1, a Taxa_Referencial: 3
3 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
4 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 3
5 pausa 0 0 NONE 3 a pausa: 2, pausa: 1
6 os valores e diluídos em o prazo 150 0 NONE 2 Os valores e diluídos em o prazo: 2
7 incentivo 140 0 NONE 2 um incentivo: 2
8 Caixa Econômica Federal 0 0 ORGANIZATION 2 A Caixa_Econômica_Federal: 2
9 a retomada de o pagamento de o financiamento habitacional 0 0 NONE 2 a retomada de o pagamento de o financiamento habitacional: 2
10 banco 0 0 NONE 2 O banco estatal: 1, O banco: 1