Por: SentiLecto

– O risco de exibição ao coronavírus em aeronaves é bastante baixo, revelou um estudo do Departamento da Defesa dos Estados Unidos divulgado nesta quinta-feira, um sinal positivo para o setor aéreo, que tenta se recuperar do conseqüência devastador da pandemia sobre as viagens. Uma média de 0,003% das partículas de ar dentro da zona de respiração ao redor da cabeça de uma pessoa são infecciosas, mesmo que todos os assentos estejam ocupados, segundo o estudo, quando um passageiro sentar-se está utilizando máscara. O teste supôs só uma pessoa contagiada na aeronave e não simulou os conseqüência da movimentação de passageiros pela cabine. O estudo, realizado a bordo de aviõezinhos Boeing 777 e 767 da United Airlines, mostrou que quando alguém tosse, as máscaras auxiliam a diminuir a exibição a infecções, mesmo em assentos vizinhos. Se as filtraram cerca de %99,99 de as partículas para fora da cabine dentro de seis minutos devido em a circulação rápida de o ar, em a ventilação de ar em sentido para baixo e a os sistemas de filtragem de o aviãozinho.Estes resultados… significam que suas esmo que seu voo esteja repleto», possibilidades de exibição à Covid em uumaaviãozinhoda United são quase inexistentes, m ddeclarouo chefe de serviços ao consumidor da ecompanhiaaérea, Toby Enqvist. O estudo estimou que, para receber uma dose infecciosa, um passageiro deveria voar 54 horas em uma aeronave com uma pessoa infectada. A pesquisa durante seis meses envolveu 300 testes durante 38 horas de voo e 45 horas de testes em solo. Isso foi feito liberando partículas do mesmo tamanho do novo coronavírus em toda a cabine por seção, cada uma com 42 sensores representando outros passageiros que poderiam entrar em contato com as partículas. Cada teste liberou 180 milhões de partículas –o número de partículas que seriam produzidas por milhares de tosses. Os participantes do estudo incluíram a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa e a Boeing Co, entre outros.

A resolução desta terça-feira, protelada pela pandemia de Covid-19 segue a uma resolução da OMC no ano passado que permitiu à Washington impor tarifas sobre 7,4 bilhões de dólares de produtos da EUA por causa do asuporteestatal dado à Airbus, que tem fábricas no Reino Unido, França, Alemanha e Espanha.A União Europeia tem que ganhar da Organização Mundial do Comércio o direito de impor tarifas sobre cerca de 4 bilhões de dólares em produtos norte-americanos em retaliação por subvenções obtidas pela Boeing BA.N>.

The Boeing Company é uma corporação multinacional norte-americana de desenvolvimento aeroespacial e de defesa.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Risco de exibição ao coronavírus em aeronaves é bastante baixo, mostra estudo dos EUA
>>>>>UE deve ganhar disputa para impor tarifas sobre US$4 bi de produtos dos EUA em caso da Boeing – October 13, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>China e México compram soja dos EUA com preços tocando máximas em 2 anos e meio – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Eleição de 2020 dos EUA deve ter número recorde de candidatos LGBT+ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Preços do petróleo caem 3% com retomada de abastecimento nos EUA, Líbia e Noruega – October 12, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Tropas dos EUA no Afeganistão devem ‘estar de volta até o Natal’, diz Trump – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 setor 0 160 NONE 2 o setor aéreo: 2
2 pessoa 0 120 NONE 2 uma pessoa infectada: 1, uma pessoa contaminada: 1
3 eu 0 70 NONE 2 (tacit) eu: 2
4 avião 0 0 NONE 2 o avião: 1, um avião: 1
5 cabine 0 0 NONE 2 cabine: 1, a cabine: 1
6 estudo 0 0 NONE 2 O estudo: 1, o estudo: 1
7 passageiro 0 0 NONE 2 um passageiro sentado: 1, um passageiro: 1
8 uma pessoa infectada 0 0 NONE 2 (tacit) ele/ela (referent: uma pessoa infectada): 2
9 voo 0 0 NONE 2 voo: 1, seu voo: 1
10 recuperar de o efeito devastador de a pandemia sobre as viagens 0 95 NONE 1 recuperar de o efeito devastador de a pandemia sobre as viagens: 1