Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Jair Bolsonaro

Considera-se Thais Amaral Moura servidora palatinapalatina que aparece como autora de requerimentos exibidos por senadores governistas em a CPI da Covid, dentro do governo federal como uma pessoa ligada a o senador Flávio Bolsonaro que admite conhecê a,,.. Como o GLOBO mostrou na edição desta quinta-feira, o nome de Thais figura nos registros eletrônicos de requerimentos exibidos por Ciro Nogueira e Jorginho Mello defendendo a convocação de médicos que defendem tratamento precoce., mas nega ter proximidade.

Flávio Nantes Bolsonaro GOMN • Gorb, é um empresário, advogado e político brasileiro, atualmente filiado ao Republicanos.

CPI da Covid: ‘Omissões e ações erráticas do governo não podem mais passar incólumes’, declara plano de trabalho

— Um documento da Secretaria de Comunicação Social mostra que o Executivo federal fez mais campanhas para fazer propaganda de suas ações do que para orientar a população sobre a guerrazinha à pandemia. Se repassou a informação em a Casa Civil e terá que fazer parte de a estratégia de o governo de preparar sua defesa em a Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid.Compreenda: As 23 denúncias esperadas pelo governo Bolsonaro na CPI da Covid-19 No documento, a Secom lista 12 campanhas realizadas, a maioria concomitantemente na TV, no rádio e na internet. Veicularam-se algumas de as campanhas também em o exterior. Dessas, seis tiveram como objetivo principal divulgar medidas do governo, de acordo com a caracterização exibida. E vacinação e duas divulgaram serviços de o governo ligados em a pandemia, se as destinaram quatro de a informar práticas de prevenção em a Covid-19. maior parte das ações relatadas aconteceu no fase no qual a Secom era comandada por Fabio Wajngarten. Senadores pretendem convidar o ex-secretário para a CPI da Covid, e ponderam uma acareação com o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. Na semana passada, Wajngarten criticou, em entrevista à Veja, a atuação do Ministério da Saúde na compra de vacinas contra a Covid-19. Wajngarten tem declarado a pessoas próximas que, caso sua convocação seja confirmada, sua participação na CPI será «oportuna» e «divertida». — A Justiça Federal do Distrito Federal determinou nesta segunda-feira que o senador Renan Calheiros não poderá ser relator da CPI da Covid, cuja instalação está calculada para esta terça-feira. A resolução atende a um pedido da deputada Carla Zambelli , aliada do presidente Jair Bolsonaro. Renan alega que vai exibi recurso e acusa o governo de ter participação na iniciativa. Sem entrar no mérito, o juiz de primeira instância Charles Renaud Frazão de Moraes argumenta que comportar-se por cautela para «evitar perda para o desenvolvimento dos trabalhos da CPI e à própria atividade parlamentar do senador demandado». Com a resolução, ele determina que Renan não pode ser submetido à veleiçãode amanhã para assumir a relatoria da CPI. «Pelo exposto, com fulcro no art. 297 do CPC, determino que a União diligencie junto ao Senado da República, na pessoa do seu presidente, para que este obste a submissão do nome do Ilustríssimo Senhor Senador JOSÉ RENAN VASCONCELOS CALHEIROS à veleiçãopara a composição da CPI da Covid-19 na condição de relator, exclusivamente até a juntada das manifestações preliminares dos rsolicitadosquanto ao pedido de tutela de urgência formulado pela autora, ochanceem que será reapreciado o pedido no ponto, desta feita com mais ssubvençõesffundadasno contraditório das partes, tudo sem nnenhumapperdapara o prazo de contestação», ddeclaratrecho da dresolução Ao GLOBO, Renan classificou a resolução como «uma interferência injustificada de um juiz de primeira instância no poder Legislativo, restringindo a liberdade de atuação do parlamento». Para ele, a iniciativa de Zambelli faz parte de uma estratégia do governo. — Estamos exibindo recurso. A CPI é um inquérito, ela tem poderes constitucionais. Não há precedente quanto a uma resolução tão esdrúxula quanto essa. Jamais houve uma resolução tão esdrúxula e injustificada, de primeira instância, e que contém censura prévia, porque sequer fui selecionado relator . Isso não é Carla Zambelli, isso é uma questão do governo, vide a entrevista que o Flávio [Bolsonaro] deu [ao GLOBO]. Estão fazendo bastante esforço – disse Renan. Relembre: Zambelli anuncia nas redes ação na Justiça contra relatoria de Renan Calheiros na CPI da Covid Na semana passada, um dos filhos do presidente da República, o senador Flávio Bolsonaro , se posicionou contra a chance de Renan assumir a relatoria da CPI. Flávio mencionou a ação de Carla Zambelli e declarou que «pode haver uma resolução judicial favorável». Há um acordo feito por senadores independentes e da oposição, que encarnam a maioria do colegiado, para eleger o senador Omar Aziz como presidente da CPI, Randolfe Rodrigues como vice-presidente e Renan Calheiros como relator.O Senado começou na manhã desta terça-feira os trabalhos da CPI da Covid, delegação que investigará as ações e possíveis omissões do governo federal durante a crise sanitária no Brasil. Na sessão inaugural serão eleitos o presidente, vice-presidente e relator da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Moura é uma cidade raiana portuguesa pertencente ao distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 11.000 moradores.

Moura está na Secretaria de Governo desde janeiro — chegou quando Luiz Eduardo Ramos ainda era o ministro desta pasta —, e ocupa a posição de assessora especial na Secretaria Especial de Assuntos Parlamentares. Antes, passou também pelo Ministério do Turismo e pela Embratur, após ter feito campanha para Jair Bolsonaro em 2018.

Flávio alegou ao GLOBO conhecer a servidora, defendeu sua proficiência, a descreveu como apoiadora fiel do presidente, mas negou ter proximidade:

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Se liga servidora que elaborou requerimentos para governistas em a CPI da Covid a Flávio Bolsonaro
>>>>>Planalto fez mais campanhas para fazer propaganda de suas ações do que para orientar população sobre Covid – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Liminar de primeira instância impede que Renan assuma relatoria da CPI da Covid – April 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Ao vivo: Senadores governistas tentam barrar Renan Calheiros (MDB-AL) como relator da CPI da Covid – April 27, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 José Renan Vasconcelos Calheiros 0 0 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: Renan): 2, o senador Renan_Calheiros: 1, ele (referent: Renan): 1, Renan: 5
2 decisão 80 80 NONE 6 uma decisão: 1, a decisão: 2, A decisão: 1, uma decisão judicial favorável: 1, uma decisão tão esdrúxula: 1
3 Flávio Bolsonaro 0 40 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Flávio): 1, Flávio: 2, o senador Flávio_Bolsonaro: 3
4 eu 150 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
5 CPI 50 0 ORGANIZATION 4 a CPI de a Covid-19 No: 1, ela (referent: A Cpi): 1, A Cpi: 1, a CPI: 1
6 GLOBO 0 0 ORGANIZATION 4 o GLOBO: 4
7 CPI da Covid 0 0 ORGANIZATION 3 CPI_da_Covid: 1, a CPI_da_Covid: 2
8 Carla Zambelli 0 0 PERSON 3 Carla_Zambelli: 2, (tacit) ele/ela (referent: Carla_Zambelli): 1
9 Fabio Wajngarten 0 0 PERSON 3 Fabio_Wajngarten: 1, Wajngarten: 2
10 Moura 0 0 PLACE 3 (tacit) ele/ela (referent: Moura): 1, Moura: 2