Por: SentiLecto

A alta de casos e mortes por Covid, os leitos escassos e as UTIs saturadas. A borrasca perfeita se formou, sob a última etapa de flexibilização da quarentena, e Faz 1 dia, mais importantes centros de pesquisa em saúde pública de o país, disse, em uma nota técnica, obtida por o EXTRA que a rede de o SUS de a capital de o Rio está com seu sistema de saúde pública em colapso,, ontem a Fundação Oswaldo Cruz um. Com a menor oferta de leitos e uma procura reprimida de pacientes que ficaram em segundo plano no começo da pandemia, muitas pessoas contagiadas pelo novo coronavírus ou que combatem com enfermidades crônicas ficaram sem atendimento médico ou UTIs. O resultado é que estão falecendo dentro de casa.

— Já vemos o colapso no sistema. E nem todos foram por Covid-19, mas indiretamente de pessoas que ficaram sem assistência — comenta o sanitarista Christovam Barcellos, membro do Monitora Covid-19 e pesquisador da Fiocruz.

Faz 1 dia, 172 pessoas aguardavam por um leito de UTI em a cidade e em a Região Metropolitana que admira a Baixada Fluminense,, ontem. A taxa de profissão de leitos de terapia intensiva chega a 90% . No estado, houve mais 81 mortes e 3.415 casos. Há 14 dias, a média móvel de casos da enfermidade aumenta.

O levantamento da Fiocruz foi feito até o dia 1º de dezembro, e por isso os dados de novembro, que ainda estão sendo introduzidos, podem padecer mudanças. Ainda que as unidades de assistência básica e emergências padecem o mesmo esgotamento, os pesquisadores assinalam. Um quadro que acentua o risco de morte. Faz 2 meses, concentraram 1.100 óbitos a mais do que o esperado para o fase, setembro e outubro. “Esse quadro assinala para uma condição de colapso do sistema de saúde, não exclusivamente das clínicas, mas também da atenção primária”, avalia a nota da Fiocruz. E completa: com ações de prevenção e tratamento oportuno de enfermidades crônicas, seria possível evitar o grande numero de óbitos, inclusive de pacientes que ficaram sem assistência.

— A alta maior foi em abril/maio, na grande crise, mas, Faz 2 meses, os óbitos fora de clínicas voltaram a ampliar, em outubro. O pico de agora é menor, mas a habilidade do sistema de saúde piorou. É um colapso gerado pelo próprio sistema. Se advertiu isso que poderia ocorrer se tivéssemos uma nova ampliação de casos — comenta Barcellos. — Ser hospitalizado não garante vaga de UTI. Muitos estão falecendo de Covid-19 fora de unidades de terapia intensiva, mesmo com a confirmação de que estão com a enfermidade.

15% de óbitos em domicílio

Faz 1 ano, a proporção de mortes que aconteceram em casa em a capital até o último dia 1º, em comparação com o mesmo subiu. Hoje, os óbitos em domicílio respondem por 15% do total, enquanto a média para o mesmo fase no ano passado era de 12%. A proporção constatada em novembro é maior, inclusive, da que foi vista no pico da pandemia. Um trecho da nota da Friocruz declara: “O que pode provar incapacidade de diagnóstico e de internação de casos graves, tanto de enfermidades crônicas quando de Covid”.

Além de mortes que possam ser provocadas diretamente pelo vírus, os experts assinalam que muitas enfermidades crônicas provocaram elas , como diabetes e hipertensão , o que seria indiretamente provocadas por a pandemia , por conta da limitação de o acesso em a saúde.Na quinta-feira 26 de novembro a fila não anda, a conta não fecha e o drama de cada dia aumenta. Com a volta da disputa por vagas, a rede SUS na capital tinha 15% de seus 639 leitos de terapia intensiva exclusivos para a enfermidade fechados, enquanto a cidade do Rio de Janeiro via a demanda por leitos de UTI Covid ampliar. O termo técnico utilizado para definir a condição era: leito “impedido”. Os principais gargalos estavam na esfera da União, no Hospital Clementino Fraga, que era gerenciar pela UFRJ, e no Hospital Geral de Bonsucesso, que pegou fogo no mês passado. O primeiro tem 48 leitos fechados, o segundo, 30.

Faz 11 meses, de o total de mortes em o Rio por Covid-19, só %40 foram em UTIs. O documento adverte: “Provavelmente mais da metade da população que veio a óbito pelo coronavírus no município nem sequer teve possibilidade de atendimento intensivo”.

— Há outras enfermidades que não pararam no tempo — declara Gulnar Azevedo, professora de epidemiologia da Uerj e presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva .

A nota da Fiocruz realça que os problemas tendem a ampliar com as celebrações de fim de ano. Procurada, a Prefeitura do Rio informou que foi a que mais abriu leitos de Covid no país.

Comitê propõe reverter flexibilização

Specialistas que compõem o comitê científico da Prefeitura do Rio propuseram que o município adote novas medidas de isolamento social para conter a progressão da enfermidade. Entre as sugestões está o encerramento de escolas, a interdição da presença de banhistas nas praias e o escalonamento do horário do comércio — entre eles, bares e restaurantes.

«Esse quadro de desassistência pode se agravar com a ampliação do número de casos e da exibição da população a situações de risco de transmissão do vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19. Nesse sentido, é importante o reforço da estrutura hospitalar de cuidados intensivos, a intensificação das atividades de atenção primária em saúde, articulada com a vigilância em saúde, bem como a manutenção de medidas de isolamento social e alerta para condições de risco nas próximas semanas, especialmente diante do quadro angustiante de execução de grandes celebrações de fim de ano, que já contam com propaganda regular nas redes sociais.»

Hoje, deve acontecer um encontro entre o prefeito Marcelo Crivella e o governador em Cláudio Castro para alinhar detalhes das novas medidas. Cláudio Castro é exercício. Se a divulgou após acordo entre as duas esferas, desde o afastamento de Wilson Witzel, o diálogo entre prefeitura e estado melhorou e parte das resoluções de flexibilização.

Uma das preocupações erguidas pelo comitê foi o transporte público. E isso teria levado à ideia de principais escalonar os horários do comércio, evitando as aglomerações nos modais.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sem vaga em UTIs do Rio, doentes falecem em casa
>>>>>Fiocruz alerta que saúde do Rio volta ‘apresentar sinais de colapso’ – December 02, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Com fila por UTI, em e-mails Hospital de Campanha do Rio Centro avisa que está lotado – November 28, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Faltam leitos de UTI na rede pública para pacientes de Covid-19 no Rio; Crivella critica hospitais privados – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Sinal vermelho: rede pública do Rio tem 15% de seus 639 leitos de UTI para Covid-19 fechados – November 26, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Faltam leitos de UTI na rede pública de saúde para pacientes de Covid-19 no município do Rio – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19: média móvel indica aumento no contágio pelo 5º dia no Rio; há 89% de ocupação em toda a rede SUS da capital – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19: média móvel de mortes cresce 153% no estado do Rio – November 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19 avança e causa temor de segunda onda – November 19, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Brasil atinge marca de 6 milhões de casos de Covid-19 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19: média móvel de mortes cresce em 14 estados, e a de casos, em 20 unidades da federação, diz boletim – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Covid-19: Estado vai assumir Hospital de Campanha do Riocentro, diz ‘RJTV’ – November 26, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Com 87% das UTIs ocupadas, estado e prefeitura do Rio anunciam ampliação de vagas para pacientes com Covid – November 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Rio registra aumento de 103% em média móvel de casos confirmados por Covid-19 – November 18, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Média móvel de mortes por Covid-19 no estado sobe 153%; aumento de casos preocupa moradores de comunidades – November 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Rio não adota Lei Seca no segundo turno das Eleições 2020 – November 29, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Barril de pólvora: prefeito de Meriti pede tropas federais no segundo turno – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Polícia fará esquema especial em Meriti para garantir segurança nas eleições – November 24, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Covid-19: Rio já tem demanda de pacientes para UTI maior do que a quantidade de leitos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Saiba onde pode faltar água nesta quarta-feira no Rio e na Baixada, de acordo com o rodízio programado pela Cedae – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 69 3 NONE 5 (tacit) eu: 5
2 doenças 0 0 NONE 5 doenças crônicas: 3, outras doenças: 2
3 óbitos 0 0 NONE 5 os óbitos: 2, óbitos: 2, 1.100 óbitos: 1
4 saúde 320 0 NONE 4 a saúde: 1, saúde: 3
5 leitos 0 0 NONE 4 seus 639 leitos: 1, leitos: 2, 48 leitos fechados: 1
6 colapso 0 120 NONE 3 colapso: 1, o colapso: 1, um colapso gerado: 1
7 a Prefeitura_do_Rio 0 0 PLACE 3 a Prefeitura_do_Rio: 2, (tacit) ele/ela (referent: a Prefeitura_do_Rio): 1
8 quadro 0 0 NONE 3 Esse quadro: 1, Um quadro: 2
9 terapia 0 0 NONE 3 terapia intensiva: 3
10 a proporção de mortes em comparação com o 0 140 NONE 2 A proporção de mortes em comparação com o: 2