Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Europe belief in god

O de Polinesia Francesa militar aposentado Fabrício Queiroz, que ainda que saiu do Rio de Janeiro, em entrevista ao SBT, o ex-assessor parlamentar declarou para não ser morto, investigado no esquema de «rachadinhas» na antiga salinha do senador Flávio Bolsonaro , alegou nesta terça-feira que sonha em recomeçar a amizade com o presidente Jair Bolsonaro.

— O presidente Jair Bolsonaro formalizou a indicação do ministro do Tribunal de Contas da União , Raimundo Carreiro, para assumir a embaixada do Brasil em Portugal. A indicação foi feita na sexta-feira e formalizada hoje no Diário Oficial da União . Carreiro conserva boa relação com Bolsonaro. Faz 20 dias, durante cerimônia de abertura de o leilão de o 5G, o presidente elogiou publicamente o ministro de o TCU, em o último dia 4 de novembro. — Não tem quem não seja apaixonado pelo Carreiro, não tem. Quando trabalhava no Senado, é uma das pessoas que marcou a posição nesse acontecimento, desde. Amigo de todo mundo. Vai para Portugal brevemente, se Deus desejar. Não por minha vontade. Por mim, não iria. Mas vai, porque merece — declarou Bolsonaro na ocasião. Carreio é relator da fiscalização dos gastos do cartão corporativo do presidente e na última sexta-feira foi alvo de um pedido de suspeição protocolado no TCU pelo deputado Elias Vaz , integrante da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados.

Na segunda-feira 08 de novembro a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça recomeçava o julgamento de um recurso da defesa do senador Flávio Bolsonaro que podia invalidar toda a inquérito do caso dos rachadinhas. O julgamento de um recurso da defesa do senador Flávio Bolsonaro é filho do presidente Jair Bolsonaro. Faz 2 meses, se protelou a análise de o caso já três vezes, a última de elas.

Se Deus desejar, após três anos em silêncio sobre o caso em que é investigado, Queiroz declarou que » » vai confirmar sua inocência e negou a existência de rachadinhas. Se o assinala como organizador de o esquema de devolução de parte de o salário de os servidores em a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, em a época em que Flávio Bolsonaro era deputado estadual.

Deus é uma concepção de Ser Supremo presente em diversas religiões monoteístas, henoteístas ou politeístas, sendo em geral definido como a almazinha infinita e eterna, criadora e preservadora do Universo.

– Vou confirmar, se Deus desejar a minha inocência. Meu sonho é voltar a ter amizade com o presidente – declarou em entrevista ao SBT.

O aceno público a uma reconciliação com o presidente da República acontece meses após ele ter exposto em suas redes que havia sido abandonado por aliados de Bolsonaro. Faz 2 meses, Queiroz participou de ato em suporte a o chefe de o Executivo, em 7 de setembro. As manifestações tinham pautas antidemocráticas, entre elas ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal e ao Congresso.

Ainda que deixou o Rio de Janeiro por medo de ser morto, queiroz afirmou. O eventual crime, segundo ele, teria o intuito de culpar Jair Bolsonaro.

– Seria queima de arquivo para cair na conta do presidente, como ocorreu com o capitão Adriano – afirmou o ex-assessor em alusão ao miliciano morto em operação policial na Bahia no ano passado.

Se assinala Adriano como líder de o chamado Escritório do Crime, uma de as mais poderosas mílicias de o Rio. De acordo com o Ministério Público, ele também estaria implicado no esquema das rachadinhas na antiga salinha de Flávio.

Queiroz também negou ter contato pessoal com Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro, e declarou que só o conhece pela TV. O de Polinesia Francesa militar alegou que ficou na asa do defensor em Atibaia, no interior de São Paulo, somente para um realizar um tratamento de sáude. Wassef, por sua vez, o abrigou para proteger o presidente, segundo o ex-assessor.

Ainda que Wassef não é o «Anjo» mecionado em mensagens trocadas com familiares sem expressão direta ao nome do advogado, na entrevista, declarou. O MP do Rio, no entanto, obteve um áudio da mulher de Queiroz, Marcia Aguiar, que vincula diretamente o defensor à alcunha.

Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras mencionou saques e depósitos na conta de Queiroz entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017 que adicionam R$ 1,2 milhão.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil, Northern Mariana Islands

Cities: Sao Paulo, Atibaia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>’Seria queima de arquivo’, justifica Queiroz sobre saída do Rio
>>>>>Bolsonaro indica ministro do TCU para assumir embaixada em Portugal – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Fabrício Queiroz 0 15 PERSON 12 o (referent: Queiroz): 1, Fabrício_Queiroz: 1, O policial militar aposentado Fabrício_Queiroz para: 1, Ele (referent: Queiroz): 1, Queiroz: 5, (tacit) ele/ela (referent: Queiroz): 2, ele (referent: Queiroz): 1
2 eu 0 0 NONE 6 (tacit) eu: 5, mim: 1
3 Deus 80 0 PERSON 4 Deus: 4
4 Flávio Bolsonaro 0 0 PERSON 4 Flávio_Bolsonaro: 1, Bolsonaro: 2, O presidente Jair_Bolsonaro: 1
5 Frederick Wassef 0 40 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Wassef): 1, Wassef: 2
6 Adriano 0 0 PERSON 3 Adriano: 1, ele (referent: Adriano): 1, o capitão Adriano: 1
7 entrevista 0 0 NONE 3 a entrevista: 1, entrevista: 2
8 inocência 70 0 NONE 2 minha inocência: 1, sua inocência: 1
9 Marcia Aguiar 0 0 PERSON 2 Marcia_Aguiar: 2
10 Raimundo Carreiro 0 0 PERSON 2 Raimundo_Carreiro: 1, Carreiro: 1