Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hélio Negão e Jair Bolsonaro

— A disputa interna no Patriota, partido a qual Jair Bolsonaro negocia sua filiação, ganhou um novo capítulo nesta quarta-feira. Faz 8 dias, Ovasco Resende convidou uma nova convenção de a sigla, presencialmente em um hotel em Brasília e também virtualmente. Ovasco Resende é o vice-presidente da legenda. Trata-se de um contra-ataque ao presidente do Patriota, Adilson Barroso, que é acusado de cometer anormalidades para ganhar a maioria do partido, modificar o regulamento e assim abrir percurso para a o ingresso do presidente da República na sigla. A falta de unidade ameaça a filiação de Bolsonaro. Se publicou a convocação em a edição de esta quarta-feira de o Diário Oficial da União. Segundo o texto, Resende, que o documento partidário declara que: “É proficiência da Comissão Executiva Nacional: I – convidar a Convenção Nacional, através da Presidência, fez o chamamento provocado pela “maioria da Comissão Executiva Nacional e do Diretório Nacional”, amparado no artigo 38 do Estatuto do Patriota que permite que a convocação possa ser feita pelo vice-presidente. , e/ou em conjunto com a Primeira-Vice Presidência Nacional.” De acordo com o secretário-geral de o Patriota , orientação , a nova convenção convidou Jorcelino Braga de advogados. O objetivo é que nova reunião satisfaça todos as normas que teriam sido ignoradas por Adilson Barroso. — O nosso jurídico compreendeu que teríamos que fazer uma nova convenção com quórum qualificado, dando o prazo legal de dez dias, publicando em todos os 27 estados da federação e no Diário Oficial, diferente do que fez Adilson — declarou Braga. A convenção vai debater sobre os atos do presidente e sobre possíveis sanções, além de debater mudanças estatuária. A reunião também vai ter como pauta a chance de o Patriota arremessar um candidato próprio ao Palácio do Planalto em 2022. — Estamos fazendo uma convocação por compreendemo que a maioria é nossa por pleno direito. Esse é o primeiro de uma série de atos jurídicos que faremos — declarou o secretário-geral. A convenção não debaterá a filiação do senador Flávio Bolsonaro, que ingressou no partido em 31 de maio. Braga alega que o grupo não tem uma posição fechada sobre a entrada de Bolsonaro na legenda, mas defende que o presidente da República precisa conversar com toda a Executiva e não somente com Barroso. — Ninguém é oposto à filiação do presidente Bolsonaro, somos copostosàs atitudes de Adilson — pontuou Braga. Procurado, o presidente do Patriota ainda não se demonstrou. Essa é a terceira convenção do partido marcada nas últimas semanas. Faz 1 mês, em a primeira, realizada houve mudança de o regulamento e Flávio Bolsonaro filiou se em a legenda.Entretanto, o grupo de Resende assinalou anormalidades e um cartório de Brasília emitiu uma nota devolutiva — documento usado para cobrar esclarecimentos — dando 30 dias para a entrega de documentos que explicassem a «eventual não satisfação do quorum qualificado» na convenção. Após a contestação do cartório, uma nova convenção foi convidada por Barroso e realizada na última segunda-feira, novamente com mudança no regulamento. No acontecimento, Barroso declarou que esperava ter solucionado as contestações sobre o quorum. Flávio participou da convenção e fez um discurso apaziguador, declarando que disputa interna só traz perdas. Diante do impasse partidário, interlocutores de Bolsonaro já veem sinais de que o presidente pode desistir de ingressar no Patriota mais uma vez. Faz 3 anos, ele estava em negociações progredir com Barroso que chegou a mudar o nome a sigla de Partido Ecológico Nacional para Patriota para receber deputado federal Bolsonaro como candidato em a Presidência., o então, em 2018 deputado federal Bolsonaro como candidato à Presidência. Faz 1 ano, após interferência de o advogado Gustavo Bebianno, ex-ministro morto Bolsonaro se filiou a o PSL. Ao final daquele ano, o Patriota, para satisfazer a cláusula de obstáculo e ter direito ao fundo partidário, anunciou a fusão com o PRP, controlado por Ovasco Resende. Enquanto Resende domina 50%, barroso, embora tenha se mantindo na presidência, ficou somente cerca de 30% da sigla. Os cerca de 20% restante estão nas mãos de parlamentares. É justamente para tirar essa desvantagem que acusa-se Barroso de ter feito mudanças em o partido de modo irregular.

— Para tentar resolver o impasse instituído dentro do Patriota que impede a filiação de Jair Bolsonaro à legenda, o partido fez nova convenção nacional nesta segunda, que contou com a presença do senador Flávio Bolsonaro, novo filiado. Adilson Barroso comandou o encontro, que aprovou mudanças no regulamento. Adilson Barroso é o presidente do Patriota. Ele acredita, agora, ter solucionado a divergência com a oposição de um grupo «dissidente», que questionou o quórum do último encontro em um cartório em Brasília. Flávio viajou até Barrinha , onde fica a sede nacional da legenda, onde vive Barroso. Num discurso para unificar o partido e, assim, facilitar a resolução de Bolsonaro, o senador alegou que essa disputa interna só prejudica e que há uma finalidade maior que é derrotar Lula em 2022. Foi o que deixou claro, mesmo sem mencionar o nome do petista. Ainda que Bolsonaro deseja tranquilidade para fazer suas composições e coalizão nos estados e que não pode, o senador alegou se filiar a um partido se não tiver segurança jurídica. — Tem bastante mais coisa em jogo do que essa questão do partido. O presidente Bolsonaro está aguardando o desdobramento do que vai ocorrer no Patriota. Ele não deseja ter preocupação partidária, já tem um país para tocar e deseja cuidar da questão eleitoral. Deseja ter autonomia na hora de fechar palanques nos estados, com senadores, deputados. Não vem para cortar cabeça de ninguém, não – declarou Flávio Bolsonaro. O filho do presidente fez uma analogia com o futebol e que em 2022 seu grupo político deseja jogar a série A e não a série B. E alegou que a disputa já está esboçada, que, mesmo não mencionando, vai ser com Lula. — Tem mais coisa em jogo que diretórios municipal e estadual ou uma vaga em Executiva. A disputa já está colocada. O outro lado voltando é o fim do nosso país. Olhem o que ocorreu com a Venezuela e Argentina, onde projetos comunistas e socialistas têm prevalecido – completou.

Na segunda-feira 31 de maio a convenção nacional do Patriota, no qual anunciou-se a filiação de o senador Flávio Bolsonaro e podia abrir percurso para o ingresso do presidente Jair Bolsonaro, estava sendo alvo de contestação na Justiça Eleitoral. Integrantes da sigla alegavam terem sido assombrados com a presença de Flávio, anunciado como líder da sigla no Senado, e acusavam Adilson Barroso de ter cometido uma série de anormalidades para obter a maioria, fazer mudança no Estatuto e favorecer a entrada do grupo de Bolsonaro. Adilson Barroso é o presidente do Patriota.

Jair Messias Bolsonaro é um capitão reformado, político e atual presidente brasileiro.

Faz 33 anos, em as votações municipais em o Brasil foi eleito vereador de Barrinha, onde foi reeleito em 1992.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil, Portugal

Cities: Brasilia, Braga

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Vice do Patriota convida nova convenção do partido e pode atrapalhar filiação de Bolsonaro
>>>>>Flávio tenta apaziguar Patriota e diz que Bolsonaro ‘não quer cortar cabeças’ no partido – June 14, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Adilson Barroso 0 150 PERSON 14 Ele (referent: Adilson_Barroso): 1, Adilson_Barroso (apposition: o presidente de o Patriota): 1, Adilson: 1, Adilson_Barroso (apposition: O presidente de o Patriota): 1, (tacit) ele/ela (referent: Adilson_Barroso): 7, Adilson_Barroso: 3
2 Flávio Bolsonaro 30 0 PERSON 12 (tacit) ele/ela (referent: Flávio_Bolsonaro): 1, Ele (referent: O presidente Bolsonaro): 1, Flávio_Bolsonaro: 1, (tacit) ele/ela (referent: Bolsonaro): 2, O presidente Bolsonaro: 1, Bolsonaro: 2, o senador Flávio_Bolsonaro: 1, Jair_Bolsonaro: 1, Flávio: 2
3 convenção 0 0 NONE 7 a nova convenção: 1, nova convenção nacional: 1, a convenção: 1, uma nova convenção: 2, A convenção: 2
4 Barroso 0 50 PERSON 6 Barroso se: 1, Barroso: 5
5 eu 0 0 NONE 6 (tacit) eu: 6
6 disputa 0 140 NONE 5 a disputa: 1, A disputa interna: 1, A disputa: 1, essa disputa interna: 2
7 nós 0 0 NONE 5 (tacit) nós: 5
8 partido 0 0 NONE 5 partido: 2, o partido: 2, um partido: 1
9 grupo 0 80 NONE 3 um grupo dissidente: 1, o grupo: 1, seu grupo político: 1
10 Braga 0 0 PLACE 3 Braga: 3