Por: SentiLecto

– Os casos de Covid-19 no mundo superaram a marca dos 7 milhões neste sábado, com salto no número de ocorrências no Brasil e na Índia, segundo contagem da Reuters. Cerca de 30% destes casos, ou 2 milhões de infecções, estão nos Estados Unidos. A América Latina tem o segundo maior número, com 15% dos casos. No mundo, as mortes provocadas pelo novo coronavírus se aproximam de 400 mil. Os EUA, que são o país com maior número de mortos de Covid-19, quase 110 mil, contam cerca de 25% das mortes , mas na América do Sul o registro tem depressa aumentado, puxado pelo Brasil. O número de mortes vinculadas à Covid-19 em cinco meses no mundo é agora igual ao número de pessoas mortas anualmente por malária, uma das denfermidadesinfecciosas que mais matam. Faz 5 meses, se registrou a primeira morte por Covid-10, em Wuhan, em a China. Faz 2 meses, o número de mortos já superava 100 mil, segundo levantamento de a Reuters com base em dados oficiais de governos a o redor de o mundo, em abril. A enfermidade precisou de 23 dias para sair de 300 mil para 400 mil mortes. Mas o Brasil está depressa alcançando e poderá superar o Reino Unido ao registrar o segundo maior número de mortes pelo novo coronavírus no mundo. Na sexta-feira, o Ministério da Saúde informou que o Brasil registrou mais 1.005 mortes em decorrência do novo coronavírus, aumentando a contagem total para 35.026. O número de casos aumentou em 30.830 novas infecções, o que fez com o total no país atingir 645.771, segundo o ministério. O número de mortos no mundo é possivelmente maior que o uma vez que muitos países não fazem testes de todas as vítimas e alguns deles, oficialmente informado pelos governos não contam mortos fora de clínicas. Veja gráfico interativo sobre a disseminação do novo coronavírus em https://tmsnrt.rs/3aIRuz7

– O Brasil registrou nesta segunda-feira 12.247 novos casos e 623 novas mortes em decorrência do coronavírus, o que aumenta as contagens totais no país para 526.447 infecções e 29.937 óbitos, informou o Ministério da Saúde. Quando o Brasil chegou a ultrapassar as marcas diárias de 30 mil casos e mil óbitos, os números são inferiores aos recordes da última semana, mas os registros das segundas-feiras costumam ser menores por causa do represamento de testes nos finais de semana. O Brasil é o segundo país com maior número de casos de coronavírus no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, que têm 1,8 milhão de infecções, segundo contagem da Reuters. Em relação às mortes, o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking gmundial abaixo sexclusivamentede EUA, Reino Unido e Itália. A divulgação diária dos números da Covid-19 no Brasil pelo Ministério da Saúde não menciona que as infecções e óbitos tenham necessariamente acontecido nas últimas 24 horas, mas introduziram-se os registros sim que em o sistema em o fase. De acordo com os número da pasta, São Paulo continua sendo o Estado mais afetado pela enfermidade no Brasil, com 111.296 casos e 7.667 mortes. O Rio de Janeiro vem na sequência, com 54.530 infecções e 5.462 óbitos. Embora o Estado tenha prorrogado as medidas de isolamento social, a prefeitura da capital fluminense anunciou nesta segunda-feira um plano de reabertura gradual com seis períodos, que vai entrar em forcita na terça-feira até o final desta semana. Enquanto o Amazonas adiciona 41.774 infecções e 2.071 óbitos, o Ceará aparece em terceiro no ranking por Estados, contando com 50.504 casos e 3.188. Enquanto 285.430 estão em acompanhamento, ainda de acordo com o ministério, 211.080 pacientes se recuperaram da Covid-19 no Brasil. Veja um gráfico de casos pelo mundo: https://graphics.reuters.com/CHINA-HEALTH-MAP/0100B59S43G/index.htmlAo todo, 40.261 pessoas faleceram após testarem positivo para o coronavírus a partir de 13h na quinta-feira, informou o Ministério da Saúde, uma ampliação de 357 em relação ao dia anterior.A soma está em 49.646, incluindo dados de certidões de óbito ingleses e do País de Gales até 22 de maio divulgados nesta terça-feira, cifras anteriormente publicadas pela Escócia e a Irlanda do Norte e mortes recentes em clínicas ingleses.

Na terça-feira 26 de maio – O Brasil voltou a registrar mais de 1 mil mortes por coronavírus em um só dia nesta terça-feira, contabilizando 1.039 novos óbitos e atingindo o total de 24.512, informou o Ministério da Saúde. Em relação aos casos confirmados da enfermidade, foram informadas 16.324 novas infecções, o que aumenta a contagem total no país a 391.222. O Brasil era o segundo país do mundo com maior número de casos no mundo, atrás somente brasileiro Os números drepresentam a primeira vez desde o dia 22 de maio em que o país registrou no fase de 24 horas mais de 1 mil mortes pela Covid-19. Quando tradicionalmente há menor notificação, eles não atingiam os recordes diários registrados até agora, de 20.803 casos e 1.188 mortes , embora os números voltem a aumentar após o final de semana. A divulgação diária dos números da Covid-19 no Brasil pelo Ministério da Saúde não mencionava que as infecções e óbitos tenham necessariamente acontecido nas últimas 24 horas, mas introduziram-se os registros sim que em o sistema em o fase. Mesmo ocupando a segunda colocação mundial em quantidade de casos, o Brasil realizou até agora menos de 10% dos cerca de 14 milhões de testes para coronavírus entregues ao ministério. Segundo a pasta, foram processados 460.102 testes moleculares em laboratórios públicos. Se considerados os laboratórios privados credenciados para testagem, o país atingia a marca de 871.839 exames realizados. Na contagem de casos por Estados realizada pelo ministério, São Paulo continuava sendo o mais atingido pela pandemia, chegando aos 86.017 casos e 6.423 mortes. Faz 5 meses, em a sequência vinha o Rio, com 40.024 infecções e 4.361 óbitos, acompanhado de perto por o Ceará que tinha 37.021 casos e 2.603 óbitos,. Ainda de acordo com o ministério, o Brasil tinha 158.593 pacientes recuperados da Covid-19 e 208.117 em acompanhamento. A taxa de letalidade do vírus no país era de 6,3%. Veja um gráfico de casos pelo mundo: https://graphics.reuters.com/CHINA-HEALTH-MAP/0100B59S43G/index.html

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States, China, United Kingdom, Brazil

Cities: Wuhan

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Casos de Covid-19 no mundo atingem mais de 7 milhões com salto no Brasil e Índia
>>>>>Brasil registra 623 novas mortes por Covid-19 e se aproxima dos 30 mil óbitos – June 01, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Colômbia atinge pior marca diária de contágio por coronavírus no país – (EfeGeneric)
>>>>>Mortes por casos confirmados de Covid-19 ultrapassam 40 mil no Reino Unido – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Número de mortos britânicos por Covid-19 se aproxima de 50 mil, mostra contagem da Reuters – June 02, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Inglaterra e Escócia iniciam programa de rastreamento de casos de Covid-19 – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 O Brasil 0 0 PLACE 14 o Brasil: 9, O Brasil era o segundo país de o mundo com maior número de casos em o mundo atrás apenas de os Estados_Unidos: 1, O Brasil: 3, (tacit) ele/ela (referent: O Brasil): 1
2 mortes 0 560 NONE 8 7.667 mortes: 1, mortes recentes: 1, 6.423 mortes: 1, mortes: 1, as mortes: 2, 1.188 mortes: 1, as mortes causadas: 1
3 mundo 0 0 NONE 7 o mundo: 7
4 eu 55 0 NONE 6 (tacit) eu: 6
5 casos 0 0 NONE 6 Os casos de Covid-19: 1, 20.803 casos: 1, 50.504 casos: 1, 111.296 casos: 1, os 86.017 casos: 1, os casos: 1
6 infecções 0 0 NONE 6 30.830 novas infecções: 1, 16.324 novas infecções: 1, 526.447 infecções: 1, 54.530 infecções: 1, infecções: 1, 40.024 infecções: 1
7 país 0 0 NONE 6 o país: 5, o segundo país: 1
8 Ministério da Saúde 0 0 ORGANIZATION 4 o Ministério_da_Saúde: 4
9 coronavírus 0 0 NONE 4 coronavírus: 2, o coronavírus: 1, o novo coronavírus: 1
10 esta 0 0 NONE 4 esta: 4