Por: SentiLecto

Os parisienses estão adquirindo bicicletas novas ou levando as antigas para oficinas na tentativa de evitar metrô e ônibus lotados e diminuir o risco de infecção pelo novo coronavírus.

Enquanto tentam impedir a propagação da Covid-19, enfermidade provocada pelo novo coronavírus que até agora matou mais de 27.000 pessoas em toda a França, como em outras cidades do mundo, as autoridades de Paris buscam incentivar um meio de transporte mais seguro e ambientalmente amigável. enfermidade provocada pelo novo coronavírus que até agora matou mais de 27.000 pessoas em toda a França.

Após 55 dias trancados em casa, os franceses retomaram a regressar às ruas nesta segunda-feira, em meio a incertezas e estranhezas, e em uma vida bem diferente daquela que existia antes do surgimento da pandemia. “Desconfinados, mas não liberados”, em um novo regime de “semiliberdade”, eram definições de sentimentos que surgiram neste primeiro dia de desconfinamento no país.

Claire Bouvet, que levou uma bicicleta que não utilizava há 10 anos para consertar declarou: «É claramente inimaginável respeitar as medidas de segurança do distanciamento social «.

«É melhor pedalar e respirar ar fresco do que ficar trancado nos sistemas de transporte subterrâneo ou no trem», adicionou a administradora de mídia social.

A prefeita Anne Hidalgo, que desde que assumiu a prefeitura em 2014, faz campanha contra a utilização de carros na capital de Francia, somou 50 quilômetros provisórios de ciclovias nas últimas semanas, buscando capitalizar o clima de mudança na população.

Por outro lado, em queda de confiança junto à população em relação a sua chabilidadepara gdirigia crise, o presidente Emmanuel Macron depende do sêxitodo desconfinamento para poder liderar esta nova fperíodona luta contra o coronavírus e de rrecomeçadaeconômica do país, com uma recessão estimada em -8% em 2020. Na pesquisa de opinião Cevipof-Ifop-Sopra Steria sobre o nível de confiança dos cidadãos de seis países europeus em relação aos seus dirigentes durante a pandemia, o líder de Francia amargou o último lugar, com 24% — longe de seus colegas da Áustria , Alemanha , Reino Unido , Itália e Suécia .

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: France, Brazil

Cities: Paris, Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Parisienses recorrem a bicicletas para fugir do coronavírus
>>>>>Franceses e espanhóis voltam às ruas com restrições; veja as regras do desconfinamento – May 12, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pandemia 0 100 NONE 2 a pandemia: 2
2 propagação 0 100 NONE 2 a propagação: 2
3 Anne Hidalgo 0 0 PERSON 2 A prefeita Anne_Hidalgo: 2
4 Claire Bouvet 0 0 PERSON 2 Claire_Bouvet: 2
5 bicicleta 0 0 NONE 2 uma bicicleta: 2
6 definições de sentimentos 0 0 NONE 2 definições de sentimentos: 2
7 os parisienses 0 95 NONE 1 Os parisienses: 1
8 minimizar o risco de infecção por o novo coronavírus 0 95 NONE 1 minimizar o risco de infecção por o novo coronavírus: 1
9 o último lugar 0 80 NONE 1 o último lugar: 1
10 retornar em as ruas em esta em meio a incertezas e estranhezas 0 70 NONE 1 retornar em as ruas em esta em meio a incertezas e estranhezas: 1