Por: SentiLecto

– A prefeita de Seattle se opôs à chegada de forças táticas da polícia dos Estados Unidos à maior cidade do Estado de Washington, considerando-a um agravamento desnecessário dasosenervosismosor parte do governo do presidente node NoruegaDonald Trump, antes dos protestos de rua do final de semana. Uma equipe de agentes federais de fronteira comandada pelo Departamento de Segurança Interna de Noruega está «de prontidão» para proteger construção federais, declararam autoridades dos EUA na quinta-feira. A mobilização atiçou os nervosismos entre o presidente republicano e democratas locais eleitos a respeito do papel da polícia federal em protestos de rua. «Deixei claro ao secretário interino Wolf que mobilizações em Seattle, que vem sendo abalada por protestos pela igualdade racial e contra a brutalidade policial, parte de um movimento que varre o país desde a morte do afro-norte-americano George Floyd sob custódia da polícia de Mineápolis no dia 25 de maio, –como vimos em Portland– minariam a segurança pública e violariam a confiança comunitária», declarou a prefeita de Seattle, Jenny Durkan, no Twitter na noite de quinta-feira. Jay Inslee advertiu que agentes federais podem «piorar a coisa e atirar gasolina no fogo». Jay Inslee é o governador washingtoniano. Michael Horowitz declarou que seus escritório vai investigar as alegações de que agentes federais utilizaram força excessiva contra manifestantes pacíficos em Portland, no Oregon Michael Horowitz é o inspetor-geral do Departamento de Justiça., e Em 11 meses, vai realizar uma análise separada de as ações realizadas contra manifestantes perto da Casa Branca 1º de junho. Ainda na quinta-feira, um juiz federal emitiu uma medida cautelar provisória proibido as forças federais da lei de utilizarem força contra jornalistas e observadores legais nos protestos de Portland. Agentes federais dispararam gás lacrimogêneo contra manifestantes do movimento Black Lives Matter no centro de Portland na manhã desta sexta-feira, o 56º dia seguido de protestos.

Trump a jornalistas na Casa Branca. declarou: «Mandaremos forças de segurança». «Não podemos deixar isso ocorrer com as cidades.»»Não somente acredito que ele esteja quebrando a lei, como também ele está colocando em perigo as vidas dos cidadãos de Portland», alegou o prefeito de Portland, Ted Wheeler, no Twitter, que anteriormente classificou a presença federal como «teatro político» em um ano eleitoral.- Andrew Cuomo declarou nesta quinta-feira que Donald Trump não mandará agentes federais para a cidade de Nova York por enquanto, em um contexto em que a cidade lida com uma ampliação no crime. Andrew Cuomo é o governador de Nova York. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. «O presidente e eu tivemos uma boa conversa. Ele declarou que não mandará tropas para a cidade de Nova York –ele não declarou, ponto final, ad infinitum, mas declarou que antes que ele fizesse algo, conversaríamos», declarou Cuomo em um briefing. Trump ameaçou anteriormente nesta semana que mandaria agentes federais para várias cidades dos EUA e, na terça-feira, o presidente declarou que mandaria agentes para Chicago para controlar os crimes na cidade. [nL2N2ET24W] Cuomo alegou que, se o presidente mandar agentes federais para a cidade de Nova York, o Estado vai entrar com um processo na Justiça. Ele declarou: «Eu acredito que é uma manifestação inconstitucional». REUTERS CA ESAutoridades do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos declararam nesta segunda-feira que não têm intenção de se retirar de Portland, no Oregon, depois de uma operação federal de repressão a protestos antirracismo que incluiu a utilização de carros sem insígnias e agentes não identificados e camuflados.

Na quarta-feira 15 de julho o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu declarações diminuindo as mortes de pessoas negras nas mãos de policiais no país ao declarar que mais brancos falecem por esse motivo – e ignorando que os afro-americanos têm três vezes mais probabilidade de falecer por tiros ou pelas ações de agentes de segurança.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States

Cities: Washington, Seattle, Portland

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Seattle recusa escalada desnecessária de chegada de policiais federais
>>>>>Trump vai enviar forças federais para mais cidades ‘democratas’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Trump não enviará tropas federais para Nova York, diz governador – July 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Trump vai expandir ‘Operação Lenda’ contra violência a Albuquerque, diz autoridade – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Em mais uma noite de tumulto, prefeito de Portland é atingido pr gás lacrimogêneo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Autoridades dizem que ‘não se desculparão’ por repressão a atos antirracismo em Portland – July 20, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 agentes 0 0 NONE 7 agentes: 2, Agentes federais: 1, agentes federais: 4
2 Donald Trump 0 30 PERSON 6 Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 2, (tacit) ele/ela (referent: Trump): 1, Donald_Trump: 1, Trump: 2
3 eu 0 0 NONE 6 (tacit) eu: 5, Eu: 1
4 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
5 nós 0 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
6 Andrew Cuomo 0 0 PERSON 3 Cuomo: 2, Andrew_Cuomo (apposition: O governador de Nova_York): 1
7 presidente 0 0 NONE 3 o presidente republicano: 1, o presidente: 2
8 repressão 0 140 NONE 2 repressão: 2
9 protestos 0 80 NONE 2 protestos: 2
10 Reuters ca ESAutoridades_do_Departamento_de_Segurança_Interna_dos_Estados_Unidos 0 70 ORGANIZATION 2 (tacit) eles/elas (referent: Reuters ca ESAutoridades_do_Departamento_de_Segurança_Interna_dos_Estados_Unidos): 1, Reuters ca ESAutoridades_do_Departamento_de_Segurança_Interna_dos_Estados_Unidos: 1