Por: SentiLecto

Donald Trump confirmou um alerta que fizera por mais de uma vez e anunciou neste domingo a interdição da entrada de brasileiros e de demais não estadunidense que estiveram no Brasil por causa do descontrole do coronavírus no país. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.

O próprio presidente de America divulgou por meio de um decreto assinado a resolução em este domingo. De acordo com o decreto, cidadãos não estadunidense que estiveram no Brasil pelos últimos 14 dias estão proibidos de ingressar nos EUA. A resolução é válida a partir da próxima sexta-feira, dia 29 de maio.

Uma autoridade militar não identificada, segundo menção da Irna. declarou: «As unidades navais da República Islâmica do Irã no Golfo Pérsico e no Golfo de Omã vão continuar com suas missões frequentes, de acordo com princípios profissionais, como no passado».Existem 104.020 casos confirmados no país, e o número de mortos ampliou para 3.024, ante 2.914 no dia anterior, de acordo com o ministério.

Na quinta-feira 30 de abril a Food and Drug Administration , órgão de America de vigilância sanitária equivalente à Anvisa no Brasil, planeja anunciar uma autorização de uutilizaçãoemergencial para o remdesivir, mremédioantiviral experimental que e estava sendo testadono tratamento da Covid-19. A informação era do New York Times, cuja fonte era um alto funcionário do governo dos Estados Unidos.

No decreto, Trump declara que “considera que a entrada irrestrita nos EUA de pessoas descritas na seção 1 deste decreto é prejudicial aos interesses dos EUA, e que sua entrada portanto tem que estar sujeita a certas limitações, restrições e exceções”.

«Hoje, o presidente tomou uma ação decisiva para proteger nosso país interrompendo a entrada de estrangeiros que estiveram no Brasil durante o fase de 14 dias antes de buscarem admissão nos EUA. Até o dia 23 de maio de 2020, o Brasil tem 310.087 casos confirmados de Covid-19, o terceiro maior número de casos confirmados no mundo. A ação de hoje vai auxiliar a garantir que estrangeiros que estiveram no Brasil não se tornem uma fonte complementar de infecções em nosso país», declara o comunicado divulgado pela Casa Branca.

Na sua vez, os Estados Unidos possivelmente imporão limitações de viagem ao Brasil neste domingo, declarou o consultor de segurança nacional da Casa Branca, dois dias após o país de Sullana se tornar o número 2 do mundo em casos de coronavírus.

O texto alega que não a resolução não é aplicada a o fluxo comercial entre os dois países que será conservado.

Havia, antes da resolução, somente nove voos semanais em operação entre Brasil e EUA, todos para a Flórida e para Houston, no Texas.

Robert O’Brien declarou ao programa ‘Face the Nation’ da rede CBS acreditar que vai haver uma resolução neste domingo sobre interromper a entrada de viajantes que chegam do Brasil. Robert O’Brien é o conselheiro de segurança nacional.

Trump já proibira antes viagens de Europa, Reino Unido e China, lugares atingidos fortemente pelo vírus. O Brasil é o único país da America do Sul a padecer tais limitações.

Se o desejarem, as companhias aéreas nesses lugares têm o direito de conservar as rotas. Residentes permanentes estão isentos das sanções, assim como pessoas casadas com cidadãos de America ou residentes permanentes.

Há algumas exceções no decreto, que incluem estadunidense e residentes permanentes nos Estados Unidos.

A medida foi antecedida por diversas advertências. Faz 1 mês, já em o final o presidente de America declarou, durante reunião com o governador de a Flórida que estava considerando a ideia de interromper os voos provenientes de a América Latina, que estava considerando a ideia de interromper os voos provenientes da América Latina, e mencionou especificamente o Brasil. O Brasil, que agora tem mais de 347 mil pessoas contagiadas pelo vírus e mais de 22 mil mortes, segundo o Ministério da Saúde, se tornou o segundo país do mundo em casos da Covid-19 na sexta-feira, perdendo somente para os Estados Unidos , e A situação de Brasil fez que com a Organização Mundial da Saúde alegasse que América do Sul se tornou o novo epicentro mundial da pandemia.

Embora a pandemia comece a ser contida em estados que impuseram medidas de isolamento social rígidas, como Nova York e Califórnia, nos EUA, são mais de 1,6 milhão de casos e mais de 97 mil mortes e a enfermidade continua se alastrando pelo interior.

Na terça-feira, Trump declarou que os Estados Unidos ainda consideravam limitar voos e a entrada de brasileiros devido à expansão da Covid-19. O presidente de Americade America então disse que não desejava «pessoas vindo para cá e contagiando nosso povo».

— Esperamos que seja provisória, mas, devido à situação no Brasil, tvamo tomartodas as medidas necessárias para proteger o povo aestadunidense— ddeclarouO’Brien, aadicionandoque os brasileiros estão «passando por um mau momento».

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States, United Kingdom, China

Cities: Houston

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Trump proíbe a entrada de brasileiros nos EUA por causa do coronavírus
>>>>>EUA podem proibir em breve viajantes do Brasil por causa de pandemia, diz Casa Branca – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Irã diz que continuará operando no Golfo Pérsico apesar de alerta dos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Peru supera 100 mil casos de coronavírus e vê aumento nos preços de remédios – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 o Brasil 0 240 PLACE 14 O Brasil: 1, o Brasil: 10, O Brasil e mais de 22_mil mortes: 2, Brasil: 1
2 decreto 0 0 NONE 6 um decreto assinado: 1, o decreto: 4, este decreto: 1
3 Donald Trump 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Trump): 1, Donald_Trump (apposition: O presidente de os Estados_Unidos): 1, Trump: 3
4 presidente 0 50 NONE 4 o presidente: 1, o próprio presidente americano: 1, o presidente americano: 1, O presidente americano: 1
5 os Estados_Unidos 0 4 PLACE 4 os Estados_Unidos: 4
6 decisão 50 0 NONE 4 uma decisão: 1, a decisão: 1, A decisão: 2
7 casos 0 0 NONE 4 104.020 casos confirmados: 1, 310.087 casos confirmados de Covid-19: 1, casos: 2
8 os EUA 0 0 PLACE 4 os EUA: 2, os EUA de pessoas descritas: 1, EUA: 1
9 país 0 0 NONE 4 o país sul-americano: 1, o país: 2, nosso país: 1
10 ação 0 0 NONE 3 uma ação decisiva: 1, A ação: 2