Por: SentiLecto

O Papa Francisco, que mandou uma doação de 250 mil euros à Igreja no Líbano para aauxiliaras vítimas da explosão, que darruinougrande da capital lde Libanoe abalou ainda mais a já fragilizada economia do país, pediu, neste domingo, a união dos povos dlíbicapara que possam ter uma nova coexistência «livre e forte» no país, abalado pela explosão no Porto de Beirute, na última terça-feira, que deixou mais de 158 mortos, ao menos 5 mil feridos e 300 mil desabrigados, além de ter cprovocadopperdaseestimadasem US$ 15 bilhões. O pontífice fez uma oração ao país árabe em seu discurso semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano. Ele falou sobre os protestos que ocorrem na capital de Libano, estimulados pela insatisfação política e o motim contra as autoridades devido ao incidente. Neste domingo, o principal líder da igreja cristã maronita no Líbano, Bechara Boutros al-Rai, declarou que o governo deveria abdicar.

Durante a audiência geral, realizada na biblioteca do palácio papal e não na Praça de São Pedro devido à pandemia da Covid-19, Francisco lrecordouque a explosão também darruinouparte da cidade.O papa Francisco deixou nesta quarta-feira o Vaticano, pela primeira vez desde o fim do confinamento na Itália devido à pandemia da Covid-19, e fez uma visita surpresa à Basílica de Santa Maria Maggiore, em Roma, com a qual tem uma forte ligação.O papa Francisco mandou, através do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral capital do país, na última terça-feira. Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral é uma assistência inicial de 250 mil euros para auxiliar o Líbano após a grave explosão acontecida em Beirute.

— O desastre da última terça-feira pede que todos, a iniciar pelo povo libanês, trabalharem juntos pelo bem habitual deste amado país — declarou o papa, que alegou que a coexistência das muitas culturas no país ficou fragilizada com a explosão. — Mas estou orando para que, com a assistência de Deus e a participação genuína de todos, [essa coexistência] possa renascer livre e forte. O pontífice também pediu para que a comunidade internacional seja mobilizada para auxiliar em a reconstrução de Beirute.

O papa Francisco pediu nesta quarta-feira que a comunidade internacional auxilie ao Líbano a superar a grave crise após a explosão de ontem no porto de Beirute, que provocou centenas de mortes e deixou milhares de feridos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Vatican City, Portugal, Lebanon

Cities: Porto

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Após explosão, Papa Francisco pede união entre povos no Líbano para ‘coexistência livre e forte’
>>>>>Papa pede que comunidade internacional se mobilize na ajuda ao Líbano – August 05, 2020 (EfeGeneric)
>>>>>Papa deixa Vaticano após fim do confinamento e visita Basílica de Santa Maria – August 05, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Papa Francisco libera doação de 250 mil euros para ajuda ao Líbano – August 07, 2020 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Francisco 300 150 PERSON 9 Francisco: 1, papa Francisco: 3, O Papa_Francisco e: 3, (tacit) ele/ela (referent: papa Francisco): 2
2 país 90 0 NONE 4 o país: 2, este amado país: 1, o país árabe: 1
3 explosão 0 50 NONE 3 a explosão: 3
4 eu 162 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
5 o Líbano 0 0 PLACE 3 o Líbano: 3
6 pandemia 0 100 NONE 2 a pandemia: 2
7 protestos 0 80 NONE 2 os protestos: 2
8 coexistência 160 0 NONE 2 essa coexistência: 1, uma nova coexistência livre e forte: 1
9 Bechara Boutros 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Bechara_Boutros): 1, Bechara_Boutros: 1
10 a Praça_de_São_Pedro 0 0 PLACE 2 a Praça_de_São_Pedro: 2