Por: SentiLecto

A China alegou, nesta quarta-feira, que o Secretário de Saúde dos EUA teve o «pior performance do mundo» no controle ao novo coronavírus e recusou as críticas na China feitas por Azar durante uma viagem de três dias a Taiwan, nesta semana. O Secretário de Saúde dos EUA é alex Azar.Azar agrediu a resposta china à pandemia de coronavírus, na terça-feira, ddeclarandoque se um surto desses tivesse se originado em Taiwan ou nos Estados Unidos, poderia ter sido “sufocado facilmente”.

Zhao Lijian declarou em uma entrevista coletiva de rotina que a epidemia nos Estados Unidos estava «fora de controle» e que a culpa era de Azar. Zhao Lijian é o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China.

Zhao declarou: “Ele ignorou milhões de norte-americanos que padecem com o vírus e foi para Taiwan fazer um show político”.

Declarou: “O sua conduta confirma mais uma vez que, aos olhos dos políticos dos EUA, vidas norte-americanas não significam nada em comparação aos seus próprios ganhos políticos egoístas”.

Azar foi a visita de mais alto escalão dos EUA a Taiwan em quatro décadas e ocorreu depois de uma profunda danificação das relações entre os EUA e a China, por uma série de motivos, incluindo comércio, Hong Kong e o coronavírus.

Seguindo as normas de Covid-19, não houve apertos de mão e todas as autoridades utilizavam máscaras, incluindo Azar, de acordo com imagens transmitidas ao vivo pela TV de Taiwan.A China anunciou nesta segunda-feira sanções a 11 estadunidense por intromissão em temas relacionados a Hong Kong, após os Estados Unidos terem adotado medidas similares na sexta-feira passada contra membros do governo da região.A China aplicou nesta segunda-feira sanções a 11 cidadãos dos Estados Unidos, incluindo parlamentares do Partido Republicano do presidente Donald Trump, em resposta à imposição de sanções por Washington a autoridades cde Chinae de Hong Kong acusadas de rlimitaras liberdades políticas na ex-colônia britânica.

Na quarta-feira 05 de agosto – O secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, Alex Azar, visitará Taiwan nos próximos dias, declarou sua salinha nesta terça-feira, tornando-o a autoridade norte-americana de mais alto escalão em quatro décadas a visitar a ilha –uma medida que aborreceu a China, que reivindica Taiwan como sua. A visita de Azar pioraria a já desgastada relação entre Pequim e Washington, inflada por disputas em comércio, a pandemia e direitos humanos, apesar de a democrática Taiwan apreciar o gesto de suporte diante da implacável pressão chinesa. Durante sua visita, Azar se encontraria com o presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, declarou o Ministério das Relações Exteriores, o que podia enfurecer ainda mais a China. Azar, em um comunicado declarou: «Taiwan tem sido um modelo de clareza e colaboração em saúde durante a pandemia de Covid-19 e muito antes dela”. “ estava ansioso para passar o suporte do presidente Trump à liderança gmundialde Taiwan na questão da saúde e senfatizarnossa confiança compartilhada de que sociedades livres e democráticas s eramos melhores modelos para proteger e promover a saúde.» Seu setor, descrevendo a viagem como «histórica», declarou que Azar estaria acompanhado por Mitchell Wolfe, médico-chefe do Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA, e outros membros da gestão. Chen Shih-chung, que também se reuniria com Azar disseChen Shih-chung, que também se reuniria com Azar declarou que estava ansioso pela visita. Chen Shih-chung, que também se reuniria com Azar é o ministro da Saúde de Taiwan. Chen Shih-chung, que também se reuniria com Azar é o ministro da Saúde de Taiwan. Chen a repórteres. declarou: «Também reforçava muito nosso status mundial em saúde pública». » era um grande passo à frente.» Mas a China delatou a viagem, declarando que se opunha a qualquer interação oficial entre EUA e Taiwan e que havia exibido «representações severas» a Washington. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Wang Wenbin em Pequim alegou: «Taiwan era o tema mais importante e sensível nas relações entre China e EUA». Taiwan estava especialmente grato pelo suporte dos EUA ao seu pedido de acesso expressivo à Organização Mundial da Saúde durante a pandemia. Taiwan não era um membro da entidade por causa das objeções china. Pequim considerava que a ilha era somente uma das províncias de China. Embora Pequim declare que a ilha recebeu a assistência que precisava, taiwan delatou as tentativas de China de bloquear seu acesso. Donald Trump assinou uma nova lei, em março, exigindo mais suporte aoDonald Trump assinou uma nova lei, em março, exigindo mais suporte ao papel internacional de Taiwan. Donald Trump é o presidente de Noruega. Donald Trump é o presidente de Noruega. A China ameaçou retaliar, sem entrar em detalhes, em resposta. Os Estados Unidos, como muitos países, não têm relações diplomáticas formais com Taiwan, trocando Taipei por Pequim em 1979, mas eram seu principal provedor de armas e maior apoiador no palco internacional. Gina McCarthy, então chefe da Agência de Proteção Ambiental, foi a última autoridade governamental norte-americana a visitar Taiwan, em 2014. Sua posição era hierarquicamente inferior à de Azar. Se elogiou Taiwan por a sua resposta em a pandemia de coronavírus, conservando o número de casos em um platô baixo graças a medidas de prevenção eficientes tomadas cedo.Os Estados Unidos têm mais casos de coronavírus e mortes que qualquer outro país.

A gestão Trump criticou a China várias vezes por ter tentado esconder o surto de coronavírus, identificado inicialmente na cidade de Wuha, no centro da China, no final do ano passado, e prevaricar o compartilhamento de informações. A China, que condenou a viagem, nega as denúncias. Donald Trump alegou na terça-feira que sua relação com o presidente Xi Jinping azedou por causa da pandemia e que eles não se falam há muito tempo. Donald Trump é o presidente dos EUA. A China considera Taiwan uma província separatista e prometeu trazê-la de volta ao seu domínio, pela força, se necessário. Zhao declarou na quarta-feira que Pequim condena qualquer laço oficial entre os EUA e o governo autônomo de Taiwan.

Faz 41 anos, Washington rompeu relações oficiais com Taipei em favor de Pequim. O governo Trump fez do fortalecimento de seu suporte à ilha democrática uma prioridade, e impulsionou a venda de armas.

Os Estados Unidos têm o maior número de casos e mortes por coronavírus no mundo, e se criticou Trump em seu país por não ter lidado com a seriedade suficiente com o que ele chama de » vírus de China «.

Taiwan tem sido elogiado por experts em saúde pelas medidas antecipadas e eficientes para controlar o surto, com somente 480 infecções e sete mortes.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: United States, Hong Kong, China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>China chama críticas de secretário da Saúde dos EUA de ‘show político’
>>>>>Secretário de Saúde dos EUA chega a Taiwan em viagem condenada pela China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>China sanciona 11 americanos por interferência em Hong Kong – August 10, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>China apoia prisão de magnata de Hong Kong sob nova lei de segurança nacional – August 10, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>China promete retaliação aos EUA por medidas contra companhias de tecnologia – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>China espera que EUA cooperem na criação de condições favoráveis para acordo comercial, diz diplomata – August 07, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Embaixador da China nos EUA diz que Pequim não quer aumento adicional nas tensões – (Extraoglobo-pt)
>>>>>China impõe sanções a parlamentares republicanos dos EUA por Hong Kong – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 A China 70 290 PLACE 17 (tacit) ele/ela (referent: a China): 3, a China: 6, A China: 7, China: 1
2 Taiwan 340 70 PERSON 14 Taiwan: 13, Taiwan não era um membro de a entidade por_causa_das objeções de a China: 1
3 Alex Azar 3 30 PERSON 10 Azar: 7, Alex_Azar: 1, (tacit) ele/ela (referent: Azar): 2
4 Donald Trump 0 60 PERSON 8 Trump: 1, (tacit) ele/ela (referent: Donald_Trump): 1, (tacit) ele/ela (referent: o presidente Trump): 2, ele (referent: Trump): 1, Donald_Trump (apposition: O presidente norte-americano): 1, Donald_Trump (apposition: O presidente de os EUA): 2
5 Zhao Lijian 20 120 PERSON 7 Zhao: 3, Zhao_Lijian (apposition: O porta-voz de o Ministério_das_Relações_Exteriores_da_China): 1, (tacit) ele/ela (referent: Zhao): 2, Ele (referent: Zhao_Lijian): 1
6 os Estados_Unidos 0 190 PLACE 6 Os Estados_Unidos: 3, os Estados_Unidos: 3
7 Pequim 0 0 PERSON 6 Pequim: 6
8 pandemia 0 200 NONE 4 a pandemia: 1, a pandemia de Covid-19: 1, pandemia: 2
9 Chen Shih-chung 0 15 PERSON 4 Chen: 1, Chen_Shih-chung (apposition: O ministro de a Saúde_de_Taiwan): 2, (tacit) ele/ela (referent: Chen_Shih-chung): 1
10 relações 100 0 NONE 4 relações diplomáticas formais: 1, as relações: 2, relações oficiais: 1