Por: SentiLecto

A China destacou nesta quinta-feira a «necessidade urgente» de melhorar a higiene em seus mercados atacadistas e cadeia de fornecimento alimentar após o novo surto de Covid-19 detectado em Pequim, que ampliou o nível de resposta de emergência do novo coronavírus na tentativa de conter a disseminação maciça do surto, que eclodiu há uma semana no principal mercado atacadista de Xinfadi, que até agora deixou 158 contagiados.

Além dos 31 casos detectados na capital, a China registrou duas outras infecções locais: uma na província de Hebei, vizinha a Pequim, e a outra em Zhejiang. Além disso, dos 11 casos importados, dez foram reportados em Gansu e um em Sichuan.

Na terça-feira 09 de junho o coronavírus podia ter começado a se disseminar na China ainda em agosto do ano passado, de acordo com uma pesquisa da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, baseada em imagens de satélite de normas de visitas a clínicas e dados de sites de busca, mas a China refutou o relatório, que classificou como «grotesco».

Segundo a Comissão Central de Inspeção Disciplinar do Partido Comunista da China em um relatório publicado em seu site, «há uma necessidade urgente do país melhorar as normas de saneamento e diminuir os riscos à saúde nos mercados».

«A epidemia é um espelho que não somente reflete o aspecto sujo e desorganizado dos mercados atacadistas, mas também mostra o baixo nível de sua gestão», declara o relatório.

Se detectou o novo coronavírus pela primeira vez em o mercado de frutos de o oceano de Huanan, em a cidade de Wuhan, enquanto em Pequim, o surto foi encontrado em Xinfadi que cobre uma área de 112 hectares,, tem 1,5 mil funcionários e mais de 4 mil donos de barracas.

Na sua vez, esse confinamento parcial envolve a suspensão de todas as aulas do ensino fundamental, médio e superior, e os habitantes são aconselhados a trabalhar de casa, enquanto as comunidades em áreas vistas como de «alto risco» – por exemplo, com casos confirmados – serão fechadas, sem que ninguém possa sair.Faz 14 dias, a Comissão Nacional de Saúde da China reportou 28 novos casos de coronavírus em todo o país em esta de o exterior e 24 locais, incluindo 21 em Pequim que vive um novo surto desde a última quinta devido a uma contaminação em massa em o principal mercado de a cidade,.As origens de uma nova alta nas infecções por coronavírus em Pequim não são certas, declararam autoridades da Organização Mundial da Saúde nesta segunda-feira, descrevendo como «suposição» a alegação de que poderia ter sido provocada por importações ou empacotamento de salmão.

«construiu-se quando a drenagem e tratamento de esgoto eram relativamente subdesenvolvidos, a maioria de os mercados há 20 ou 30 anos», adiciona a agência.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: China

Cities: Wuhan

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>China reconhece falta de higiene de seus mercados e pede reformas urgente
>>>>>China registra 44 novos casos de coronavírus, 31 deles em Pequim – June 17, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Novo caso em Pequim acaba sequência de 18 dias sem contágios locais na China – June 12, 2020 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Diante de novo surto da Covid-19, Pequim inicia medidas para controlar a propagação do vírus iniciada em maior mercado de alimentos da Ásia – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>China terá mais voos internacionais de países com critérios anticoronavírus – (EfeGeneric)
>>>>>Pequim tem 21 dos 28 novos casos de coronavírus da China – June 18, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Pequim amplia restrições de movimentação para conter coronavírus ressurgente – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>OMS diz que causa de novo surto de coronavírus na China precisa de mais estudo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Em situação ‘extremamente grave’ por coronavírus, Pequim ordena quarentena para grupos de risco e fecha escolas – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Pequim 0 0 PERSON 6 Pequim: 6
2 relatório 0 160 NONE 4 um relatório publicado: 1, o relatório: 3
3 A China 0 0 PLACE 4 a China: 3, A China: 1
4 Xinfadi 0 0 PLACE 3 Xinfadi: 3
5 coronavírus 0 0 NONE 3 coronavírus: 1, o coronavírus: 1, O novo coronavírus: 1
6 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
7 surto 0 0 NONE 3 o surto: 2, um novo surto: 1
8 alegação 0 0 NONE 2 a alegação: 2
9 espelho 0 0 NONE 2 um espelho: 2
10 infecções 0 0 NONE 2 outras infecções locais: 1, as infecções: 1