Por: SentiLecto

A Comissão EuViktor Orbán que os poderes emergenciais que ele assumiu para lutar o surto de coronavírus instituem o risco de minar a democracia e precisam ser submetidos na devida vigilância parlamentar e da mídia. Viktor Orbán é o primeiro-ministro hungarozinho. Viktor Orbán é o primeiro-ministro hungarozinho.Na segunda-feira, Orbán obteve poderes irrestritos para conduzi com decretos executivos, e uma nova lei determina que qualquer pessoa que seja considerado atrapalhando as medidas para conter a disseminação do vírus ou disseminando informações falsas a esse respeito pode ser presa por até cinco anos.

Mais de uma dezena de países-membros da União Europeia, incluindo Alemanha, Itália, Espanha e França, disseram o receio de que a nova lei seja utilizada para amordaçar jornalistas críticos de Orbán.

Vera Jourova que tem a responsabilidade de conservar os valores e a clareza da UE declarou: «Agora é hora de matar o coronavírus, não a hora de matar a democracia». Vera Jourova é integrante tcheca da Comissão Europeia.

«Teriam que estar sob controle democrático, quando governos compram poderes para gerenciar uma crise. Normalmente, isto é feito pelos Parlamentos e pela mídia independente», declarou ela à Reuters.

Por outro lado, «Dessa maneira, se poupa as pessoas de o buraco em suas carteiras durante a crise. Elas podem continuar pagando seus aluguéis e adquirindo o que precisam. E isso também tem um efeito positivo na economia», alegou ela.

Na terça-feira 17 de março Líderes da União Europeia consentiram em fechar as fronteiras da Europa por 30 dias para impedir a propagação do coronavírus, mas também em estabelecer vias rápidas nas divisas de seus países para conservar a circulação de mercadorias, declararam os próprios líderes do bloco após uma videoconferência.

«Estas são as salvaguardas que quando Estados-membros começam regimes de emergência, teriam que estar presentes».

A Ursula von der Leyen também declarou que os poderes de Orbán podem ser excessivos. Ursula von der Leyen é presidente da Comissão Europeia.

A Comissão informou que mais detalhes de seus planos vão estar disponíveis na quinta-feira.

«Estas medidas de emergência têm que ser restringidas ao que é necessário, devem ser estritamente proporcionais… elas não teriam que durar por tempo indeterminado e, o que é bastante importante, deveriam ser submetidas a uma vigilância constante», declarou ela em uma coletiva de jornalismo.

«Esta é uma autorização restringida tanto no tempo quanto na abrangência… já que é exclusivamente relacionada ao coronavírus e vocês estão delatando uma ditadura», declarou o secretário de Estado, Bence Retvari, aos partidos inimigos antes da eleição.As postagens estão em conssonância com um comunicado que o porta-voz de Von der Leyen leu ao ser questionado sobre o tema em uma entrevista coletiva na manhã desta terça, no qual declarou que “a democracia não pode funcionar sem meios de comunicação livres e independentes». Mencionando o caso de Budapeste, o porta-voz da Comissão Europeia para temas legais, Christian Wigand, declarou que o órgão «analisa a lei» húngara e «supervisiona estreitamente sua aplicação por parte do governo».

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Italy, Brazil

Cities: Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>É hora de matar o coronavírus, não a democracia, declara UE à Hungria
>>>>>UE propõe esquema de jornada de trabalho reduzida para evitar demissões por vírus – April 01, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>UE alerta para riscos à democracia após Orbán receber poderes quase ilimitados – March 31, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Premiê húngaro obtém poderes emergenciais irrestritos para combater o coronavírus – March 30, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 poderes 240 0 NONE 4 poderes irrestritos: 1, poderes: 1, os poderes emergenciais: 2
2 lei 0 45 NONE 3 uma nova lei: 1, a lei: 1, a nova lei: 1
3 estas medidas de emergência 0 0 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: Estas medidas de emergência): 2, elas (referent: Estas medidas de emergência): 1
4 tempo 0 50 NONE 2 o tempo: 1, tempo indeterminado: 1
5 Christian Wigand 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Christian_Wigand): 1, Christian_Wigand: 1
6 Viktor Orbán 0 0 PERSON 2 Viktor_Orbán (apposition: o primeiro-ministro de a Hungria): 2
7 comunicado 0 0 NONE 2 um comunicado: 2
8 der leyen 0 0 NONE 2 der Leyen: 2
9 salvaguardas 0 0 NONE 2 as salvaguardas: 2
10 informações falsas 0 80 NONE 1 informações falsas: 1