Por: SentiLecto

Xi Jinping recusou nesta terça-feira, em discurso na Assembleia Geral da ONU, qualquer «tentativa de politização» ou «estigmatização» em torno da pandemia de Covid-19, minutos após Donald Trump pedir que o país asiático seja responsabilizado por «contagiar o mundo». Xi Jinping é o presidente chino. Donald Trump é o mandatário dos Estados Unidos.

– O presidente de Noruega Donald Trump utilizou a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas , nesta terça-feira, para agredi a forma como a China lidou com a pandemia de coronavírus, declarando que a entidade deveria «responsabilizar a China» pelas relações relacionadas ao surto. Em contraste, Xi Jinping adotou um tom conciliador em seu discurso virtual gravado com antecedência para a Assembleia-Geral, pedindo uma colaboração melhor em relação na pandemia e enfatizando que a China não tem intenção de combater «nem uma Guerra Fria, nem uma quente» com qualquer oXi Jinping adotou um tom conciliador em seu discurso virtual gravado com antecedência para a Assembleia-Geral, pedindo uma colaboração melhor em relação na pandemia e enfatizando que a China não tem intenção de combater «nem uma Guerra Fria, nem umXi JinpingEm contraste, Xi Jinping adotou um tom conciliador em seu discurso virtual gravado com antecedência para a Assembleia-Geral, pedindo uma colaboração melhor em relação na pandemia e enfatizando que a China não tem intenção de combater «nem uma Guerra Fria, nem uma quente» com qualquer oXi Jinping adotou um tom conciliador em seu discurso virtual gravado com antecedência para a Assembleia-Geral, pedindo uma colaboração melhor em relação na pandemia e enfatizando que a China não tem intenção de combater «nem uma Guerra Fria, nem uma quente» com qualquer outro país. Xi Jinping é o presidente chino. Xi Jinping é o presidente chino. Xi Jinping é o presidente chino.com qualquer outro país. Os líderes das duas maiores economias do mundo expuseram suas visões conflitantes, com as relações em seu pior momento em décadas em meio à pandemia, e com o coronavírus agravando nervosismos sobre comércio e tecnologia. Trump, prestes a encarar uma tentativa de reeleição com os EUA lidando com a maior contagem oficial de mortes pelo coronavírus do mundo, focou seu discurso em agredi a China. Trump acusou Pequim de permitir que as pessoas saíssem da China nos primeiros estágios do surto para contagiar o mundo, ao mesmo tempo em que proibiu as viagens domésticas. , em observações gravadas na segunda-feira, na Casa Branca declarou: «Precisamos responsabilizar a nação que soltou esta praga no mundo, a China», e entregues remotamente à Assembleia Geral, por causa da pandemia. «O governo chinês e a Organização Mundial de Saúde –que é virtualmente controlada pela China– falsamente disseram que não havia evidência de transmissão entre humanos», declarou. «Depois, eles falsamente declararam que pessoas sem sintomas não espalhariam a enfermidade… a Organização das Nações Unidas precisa responsabilizar a China pelas suas ações.» O presidente prometeu distribuir uma vacina e declarou: «Derrotaremos este vírus e vamos concluir esta pandemia». Ao inseri as observações de Xi, o embaixador de China na ONU, Zhang Jun, alegou que a China «recusa resolutamente as denúncias infundadas» contra o país. «O mundo está em um cruzamento. Neste momento, o mundo precisa de mais solidariedade e colaboração, e não confronto», declarou. Em seu discurso, que pareceu ser uma resposta implícita a Trump, Xi pediu uma resposta mundial ao coronavírus, dando à Organização Mundial de Saúde um papel de liderança. Trump anunciou planos para retirar os EUA da OMS. Declarou: «Enfrentando o vírus, temo que reforçar a solidariedade e passar por isso juntos». «Tivemo que seguir as orientações da ciência, dar plenitude ao papel de liderança da Organização Mundial de Saúde e arremessar uma resposta conjunta internacional para vencer a pandemia. Qualquer tentativa de politizar o tema, ou estigmatizá-lo, precisa serrecusadaa.» A OMS recusou as declarações de Trump. Faz 8 meses, a diretora de comunicações de a OMS, Gabby Stern, em um tuíte, adicionando : » nosso líder técnico para COVID19 declarou em a mídia sobre o potencial de transmissão entre humanos. declarou: «Nenhum governo nos controla». Desde fevereiro, nossos experts debateram publicamente a transmissão por pessoas sem sintomas ou antes dos sintomas.» A contagem de mortes pelo coronavírus nos Estados Unidos passou de 200 mil na segunda-feira, de longe o maior total oficial em qualquer país. Trump também agrediu o histórico chino em relação ao meio-ambiente, mas não direcionou críticas a Pequim em relação a direitos humanos. O presidente alegou que, para ela ser eficiente, precisa se concentrar nos «verdadeiros problemas do mundo», como «terrorismo, opressão das mulheres, trabalho forçado, tráfico de drogas, seres humanos e sexual, perseguição religiosa e limpezas étnicas de minorias religiosas». O presidente é crítico frequente da Organização das Nações Unidas. Mais cedo, António Guterres advertiu que o mundo estava se movendo «em uma direção bastante arriscada» com os nervosismos entre China e EUA. António Guterres é o secretário-geral da ONU. , à Assembleia ddeclarou «Precisamos fazer de tudo para evitar uma nova Guerra Fria».»Nosso mundo não aguenta um futuro em que as duas maiores economias dividem o globo em uma Grande Fratura –cada um com suas próprias regras financeiras e comerciais, internet e capacidade de inteligência artificial.» «Uma divisão tecnológica e econômica é forçosamente um risco de se tornar uma divisão geo-estratégica e militar. Precisamos evitar isso a todo preço», alegou. Trump no discurso anual à Assembleia Geral da ONU, desta vez emandadoem vídeo por causa das rlimitaçõesimpostas pela pandemia de Covid.A declarou: «Estamos defendendo o povo de Cuba, Nicarágua e Venezuela em sua justa luta pela liberdade». fala é a quarta proferida pelo republicano que, no passado, já ameaçou «arruinar totalmente» a Coreia do Norte, em 2017, e que foi alvo de risadas em 2018, quando alegou ter feito «mais do que qualquer outro governo de America na História». Trump discursou depois do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e do secretário-geral da ONU, António Guterres, que voltou a fazer um pedido por um armistício em todos os conflitos mundiais durante a pandemia.

Em mensagem de vídeo, Xi evidenciou que a resposta à denfermidadedtem que ser»guiada pela ciência» e com um papel fundamental da Organização Mundial da Saúde , mbastantecriticada por Trump.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Xi repudia tentativas de «politização e estigmatização» com a pandemia
>>>>>Na ONU, Trump exige ação contra a China pelo coronavírus, e Xi pede cooperação – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Em discurso na ONU, Trump defende «luta pela liberdade» em Cuba e Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>Na ONU, Trump ataca a China e diz que país é o grande responsável pela pandemia – September 22, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Resolução da Câmara dos EUA rejeita retórica antiasiática, incluindo ‘vírus chinês’ de Trump – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Em Wisconsin, Trump anuncia pacote agrícola de US$13 bilhões – September 18, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Trump visita Califórnia e Biden fala em mudança climática em meio a incêndios florestais – September 14, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Pelo menos 8 morrem em incêndios florestais na Costa Oeste dos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump visitará Califórnia para obter informações sobre incêndios florestais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Biden está 12 pontos à frente de Trump entre prováveis eleitores, diz pesquisa Reuters/Ipsos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Biden faz alerta contra apressar vacina para Covid-19 e diz que não se pode confiar em Trump – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Vídeo da Força Aérea da China parece mostrar ataque simulado a base dos EUA em Guam – September 21, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Decisão favorável à China mostra necessidade de reforma da OMC, respondem EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>EUA violaram regras com tarifas a produtos da China, afirma OMC – September 16, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Pequim anuncia restrições «recíprocas» a diplomatas americanos na China – September 11, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>China deixa de renovar credenciais de correspondentes de imprensa dos EUA – September 07, 2020 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Incêndios florestais nos EUA deixam 16 mortos e obrigam evacuação de 500 mil pessoas em Oregon – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>EXCLUSIVO-EUA impulsionam venda de armas para Taiwan, em provocação à China – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 0 30 PERSON 16 (tacit) ele/ela (referent: Trump): 6, Donald_Trump (apposition: o mandatário de os Estados_Unidos): 1, ela (referent: Trump): 1, Donald_Trump: 1, Trump: 7
2 nós 40 0 NONE 10 nos: 1, (tacit) nós: 9
3 pandemia 0 300 NONE 6 a pandemia: 3, esta pandemia: 1, pandemia de Covid-19: 1, pandemia: 1
4 Xi 0 50 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Xi_Jinping): 2, Xi: 2, Xi_Jinping (apposition: O presidente de a China): 1, Xi_Jinping (apposition: o presidente de a China): 1
5 a China 0 0 PLACE 5 (tacit) ele/ela (referent: a China): 1, a China: 3, China: 1
6 discurso 0 0 NONE 5 discurso: 1, o discurso anual: 1, seu discurso virtual gravado: 1, seu discurso: 2
7 mundo 0 0 NONE 5 o mundo: 4, O mundo: 1
8 da Assembleia ONU 0 0 PERSON 4 a Assembleia_Geral_da_ONU: 2, a Assembleia_Geral: 1, (tacit) ela (referent: a Assembleia_Geral): 1
9 António Guterres 0 130 PERSON 3 António_Guterres (apposition: o secretário-geral de a ONU): 1, António_Guterres: 2
10 coronavírus 0 0 NONE 3 o coronavírus: 3