Por: SentiLecto

A juíza Elizabeth Machado Louro, do II Tribunal do Júri, negou, nesta tarde, o pedido dos advogados Lúcio Adolfo, Telmo Bernardo, Eric de Sá Trotte e Bruno Albernaz, novos culpados pela defesa do médico e ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Jairinho de deferimento do interrogatório dele e de sua ex-namorada, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva. O blog revelou a informação de o jornalista Ancelmo Gois. O prosseguimento da audiência de instrução e julgamento do processo em que os dois são réus por torturas e morte de Henry Borel Medeiros está marcada para às 9h30 da próxima quarta-feira, dia 9, no II Tribunal do Júri. A juíza evidenciou o esforço que vem “envidando no afã de superar a complexidade” do caso, dando a ele o ritmo mais célere possível, sem, contudo, “atropelar as garantias asseguradas constitucionalmente e pela lei processual penal”.

A juíza Elizabeth Machado Louro, do II Tribunal do Júri, negou, nesta tarde, o pedido dos advogados Lúcio Adolfo, Telmo Bernardo, Eric de Sá Trotte e Bruno Albernaz, novos culpados pela defesa do médico e ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Jairinho de deferimento do interrogatório dele e de sua ex-namorada, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva. O blog revelou a informação de o jornalista Ancelmo Gois. O prosseguimento da audiência de instrução e julgamento do processo em que os dois são réus por torturas e morte de Henry Borel Medeiros está marcada para às 9h30 da próxima quarta-feira, dia 9, no II Tribunal do Júri. A juíza evidenciou o esforço que vem “envidando no afã de superar a complexidade” do caso, dando a ele o ritmo mais célere possível, sem, contudo, “atropelar as garantias asseguradas constitucionalmente e pela lei processual penal”.

Elizabeth Machado Louro escreveu: “Verifico que a audiência está marcada desde 15 de dezembro de 2021, portanto, há quase dois meses, certo que a nova defesa recebe a causa no estado em que se encontra, até porque se a constituiu com pelo menos 14 dias de antecedência de o ato, prazo que se afigura suficiente para que possa orientar seu defendente para o momento do interrogatório do acusado, que depõe sobre fatos e não sobre finalizações periciais”.

Na abaixo-assinado, os advogados apelaram para o “senso se justiça e razoabilidade” da juíza e afirmaram que ainda há “diligências pendentes de cumprimento”, o que prejudicaria o “exercício da defesa de forma extensa”. Eles argumentam que as pendências são: esclarecimentos do perito legista Leonardo Tauil em relação aos quesitos exibidos pela defesa, o exame de raio-x que teria sido realizado em Henry no Hospital Barra D’Or, além de imagens do circuito interno do Instituto Médico-Legal .

Na abaixo-assinado, os advogados apelaram para o “senso se justiça e razoabilidade” da juíza e afirmaram que ainda há “diligências pendentes de cumprimento”, o que prejudicaria o “exercício da defesa de forma extensa”. Eles argumentam que as pendências são: esclarecimentos do perito legista Leonardo Tauil em relação aos quesitos exibidos pela defesa, o exame de raio-x que teria sido realizado em Henry no Hospital Barra D’Or, além de imagens do circuito interno do Instituto Médico-Legal .

“Como é de sabença, o interrogatório do acusado é ato de defesa e, para ser realizado em harmonia com os primados da extensa defesa e do contraditório, mister se faz que aconteça após a juntada de todos os elementos de prova aos autos, como último ato instrutório, verdadeiramente. Esta é a única maneira de se garantir o exercício da defesa de forma extensa, não somente a defesa técnica, mas também a autodefesa”, escreveram Lúcio Adolfo, Telmo Bernardo, Eric de Sá Trotte e Bruno Albernaz.

Faz 1 dia, s advogados ediram : » Ancorado em o senso de justiça e razoabilidade de esta juíza, solicita se que seja até que tenham sido aduanados a os autos todos os elementos de prova pendentes, a os quais seja franqueado acesso em a defesa em tempo competente a execução de o interrogatório, em homenagem a os princípios de a extensa defesa, devido processo legal e contraditório «,.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Gambia

Cities: Barra

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Caso Henry: juíza nega pedido de Jairinho e conserva interrogatório nesta quarta-feira
>>>>>Caso Henry: juíza nega pedido de Jairinho e mantém interrogatório nesta terça – February 08, 2022 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 defesa 0 0 NONE 5 a nova defesa: 1, a defesa: 3, a defesa técnica: 1
2 esforço 280 0 NONE 4 o esforço: 4
3 magistrada 0 0 NONE 4 A magistrada: 2, a magistrada: 2
4 o exame de raio-x 0 0 NONE 4 o exame de raio-x: 4
5 Elizabeth Machado Louro 0 0 PERSON 3 A juíza Elizabeth_Machado_Louro de o II_Tribunal_do_Júri: 2, Elizabeth_Machado_Louro: 1
6 advogados 0 0 NONE 3 os advogados: 3
7 o Hospital_Barra_D 0 0 PLACE 3 o Hospital_Barra_D: 2, (tacit) ele/ela (referent: o Hospital_Barra_D): 1
8 o interrogatório de o acusado 0 210 NONE 2 o interrogatório de o acusado: 2
9 Jairinho 0 160 ORGANIZATION 2 o Jairinho de adiamento de o interrogatório de ele: 2
10 torturas 0 160 NONE 2 torturas: 2