Por: SentiLecto

O delegado Antônio Ricardo Lima Nunes, titular do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa , aalegouna manhã desta quarta-feira que a Polícia Civil do Rio tem certeza que «não há nenhuma participação da família Bolsonaro» na morte da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes.

— Não tem nenhuma participação da família Bolsonaro nesse acontecimento. Não temos indício dessa família no caso. Temos certeza que não há participação — alegou Nunes.

Questionado sobre quais são os indícios que levaram os investigadores a descartarem o envolvimento de algum parente do presidente da República Jair Bolsonaro na morte da parlamentar e seu motorista, Nunes garantiu que “não tem elementos que mencionem a participação”. No ano passado, um dos porteiros do Condomínio Vivendas da Barra, que teria informado ao porteiro que iria visitar a casa 58, de Bolsonaro, no Recreio do Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, onde vive a família Bolsonaro, declarou em testemunho à Delegacia de Homicídios da Capital que um homem chamado Élcio deu entrada no local em 14 de março de 2018 dconduzindoum Renault Logan prata. O porteiro alegou ter confirmado a entrada com o “seu Jair”.

Submersus II é o nome da operação desta quarta-feira. Acredita-se que uma submetralhadora HK-MP5, que teria sido utilizada na realização da parlamentar, tenha sido jogada no oceano da Barra da Tijuca, próximo às Ilhas Tijucas.Na casa de Suel, um triplex os agentes encontraram uma pequena lancha que estava estacionada na garagem. Já do lado de fora do imóvel os investigadores fizeram busca e apreensão na BMW-X6 pertencente ao agente. Segundo os investigadores, o carro está avaliado em R$ 172 mil.a Delegacia de Homicídios da Capital assinala o cabo e por o MP como cúmplice de o sargento de a reserva de a Polícia Militar Ronnie Lessa. Ele foi preso em casa. Faz 3 meses, Suel já estava em a mira de a polícia desde a prisão de Lessa e de o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz de o ano passado. De acordo com os investigadores, coube ao bombeiro auxiliar, logo após a prisão do sargento, no descarte das armas escondidas por Lessa.a Delegacia de Homicídios da Capital assinala Suel e por o MP como cúmplice de o sargento de a reserva de a Polícia Militar Ronnie Lessa. Ele foi preso em casa. Faz 3 meses, ele já estava em a mira de a polícia desde a prisão de Lessa e de o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz de o ano passado. De acordo com os investigadores, coube ao bombeiro auxiliar, logo após a prisão do sargento, no descarte das armas escondidas por Lessa.

O presidente, à época deputado federal, estava em Brasília conforme registros da Câmara dos Deputados.Questionado nesta quarta-feira se o porteiro havia mentido, Antônio Ricardo declarou que “o porteiro é um senhor e pode ter se iludido no momento”. Aos jornalistas, o diretor do DGHPP alegou que o caso vai poder será solucionado ainda este ano.

Segundo a Polícia Civil, até às 10h30 Maxwell Simões Corrêa, o Suel, de 44 anos, não havia prestado dtestemunhoaos pde Polinesia Francesa

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Brasilia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Caso Marielle: delegado declara que não há ‘não há nenhuma participação da família Bolsonaro’ no crime
>>>>>Bombeiro preso em investigação do caso Marielle tem renda incompatível com o padrão de vida, diz polícia – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Cabo do Corpo de Bombeiros preso por envolvimento no caso Marielle ostentava em rede social – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Sargento do Corpo de Bombeiros preso por envolvimento no caso Marielle ostentava em rede social – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Suel 0 80 PERSON 5 Ele (referent: Suel): 2, Suel: 2, o Suel de 44 anos: 1
2 investigadores 0 0 NONE 5 os investigadores: 5
3 porteiro 0 0 NONE 5 o porteiro: 4, O porteiro: 1
4 Élcio Vieira de Queiroz 0 30 PERSON 3 o ex-policial militar Élcio_Vieira_de_Queiroz: 2, Élcio: 1
5 a Delegacia_de_Homicídios_da_Capital 0 0 PLACE 3 a Delegacia_de_Homicídios_da_Capital: 3
6 casa 0 0 NONE 3 casa: 2, a casa: 1
7 certeza 0 0 NONE 3 certeza: 3
8 ajudar após a prisão de o sargento em o descarte de as armas escondidas por lessa 0 200 NONE 2 ajudar após a prisão de o sargento em o descarte de as armas escondidas por Lessa: 2
9 preso 0 160 NONE 2 preso: 2
10 a prisão de lessa 0 80 NONE 2 a prisão de Lessa: 2