Por: SentiLecto

Maria Stella Vasconcellos da Silva, de 76 anos, a avó de Mateus da Luz, 21, preso no sábado por atacar-la, “temiavingançass do neto”. A constatação é do delegado Felipe Santoro que tentou diminuir as agressões. O delegado Felipe Santoro é titular da 13ª DP , que também responde pela 14ª DP. Segundo Santoro, o medo da idosa era o de que, ao voltar ao convívio com o neto dentro de casa, ele pudesse machucá-la ainda mais., mas o próprio Mateus confessou os maus-tratos.

Maria Stella Splendore é uma atriz e modelo brasileira, considerada a primeira top model de Brasil.

— Ela se sentia culpada pelas agressões e temia vinganças, caso ambos regressassem à mesma residência — explicou o delegado. — Contudo, Mateus da Luz confessou, friamente, que praticava os fatos e afirmou que tudo isso acontecia por culpa da avó, que não vinha lhe dando apoio financeiro. Inclusive, contou que apagava cigarros na pele da idosa — declarou Santoro.

Na delegacia, Mateus da Luz confirmou que Maria Stella sustenta ele e disse que «perdeu a cabeça por causa da situação financeira da família». Num trecho do testemunho, ele conta que a avó «ficou sem lhe oferecer apoio financeiro por cinco dias e que tal fato lhe fez começar a violência no interior do elevador». Em relação às lesões aparentes no corpo da vítima, ele confessa que fse as provocarampor «fortes empurrões ao solo e por agarrões», assumindo também que provoca queimaduras na avó com pontas de cigarro aceso.

Na quarta-feira 28 de outubro policiais da 13ª DP prenderam um uruguaio acusado de furtar o celular de uma mulher dentro de um ônibus. Se flagrou Jaime Antonio Zabaletta com o aparelho em seu bolso, em a estação de o metrô de São Conrado, em a Zona Sul do Rio. Ele confessou que praticou o crime na empresa de um casal de estrangeiros.

A vítima, por sua vez, tentava inocentá-lo:

— A versão da idosa não é fidedigna. Há nítido intuito de absolver o neto, não por má-fé, mas, sim, por grande temor e por uma falsa percepção dos fatos, gerada por uma sensação de culpa, imposta pelo próprio autor — alegou o delegado.

Se flagrou Mateus por câmeras de o circuito interno de segurança, em o elevador de um edifício de classe média alta em o Leblon, onde mora com Maria Stella, jogando água em a cabeça de a avó. As imagens mostram ainda ele esmurrando o painel do elevador. O caso aconteceu na última quinta-feira. O rapaz é filho de criação de Maria Stella. Ele tem cinco registros como adolescente infrator, seis já na maioridade, de acordo com sua ficha de vida pregressa. A lista de transgressões é ampla. Constam crimes de prejuízo, ameaça, lesão corporal e insulto. Faz 3 anos, além de já ter atacado a avó antes em o ano passado, ele chegou a bater em a mãe biológica.

Preso após flagrante

Faz 3 anos, de acordo com laudo de o Sanatório Rio Mateus ficou internado por 20 dias em a unidade, em setembro de 2017, para tratar de dependência química. De acordo com o documento, datado de novembro do ano passado, ele tem transtorno de personalidade antissocial, «o que o torna bastante impulsivo».

O delegado explicou que serão realizadas novas diligências sobre o caso:

— Vamo chamar porteiros e habitantes para melhor esclarecimento dos fatos. A vítima vai prestar um novo testemunho que, desta vez, vai contar com acompanhamento psicológico.

Sobre o laudo de exame de corpo de transgressão na vítima, Santoro explicou que as equimoses e escoriações no corpo de Maria Stella não são compatíveis com arranhões de um cachorro, como ela afirmou.

— A idosa era submetida a intensa agonia física e mental há algum tempo. O fato já vinha sendo, inclusive, notado por vizinhos e porteiros, que percebiam as lesões na idosa. A vítima passava grande parte do tempo na portaria, evitando ficar em sua própria residência com o Mateus — declarou Santoro.

Segundo o testemunho de um dos habitantes do edifício, ao qual O GLOBO teve acesso, Maria Stella teme ficar dentro da própria casa: «Os vizinhos ouvem todos os dias a avó apanhar ou sendo maltratada por ele, que ela fica o dia todo na portaria, temendo pela sua integridade física dentro do próprio imóvel. A senhora é uma idosa de ótimas condições físicas, mas que aparece com constantes lesões não naturais para seu estado físico e sempre desconversa declarando que tinha levado uma queda».

— A vítima poderia se sentir culpada pela prisão de alguma maneira — deduziu ele.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Jovem confessa que atacava e apagava cigarros na avó de 76 anos
>>>>>Homem é preso no Leblon após flagrante de maus-tratos a avó: ‘por causa da situação financeira da família’. Veja vídeo – November 21, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Mateus 250 235 PERSON 20 ele (referent: Mateus): 2, Mateus: 2, ele (referent: Mateus_da_Luz): 2, (tacit) ele/ela (referent: Mateus_da_Luz): 6, (tacit) ele/ela (referent: Mateus): 2, (tacit) ele (referent: Mateus_da_Luz): 1, o próprio Mateus: 1, Mateus_da_Luz: 3, o (referent: Mateus): 1
2 Maria Stella Splendore 70 60 PERSON 7 Maria_Stella: 3, (tacit) ele/ela (referent: Maria_Stella_Splendore): 1, Maria_Stella_Splendore: 1, Ela (referent: Maria_Stella_Splendore): 1, Maria_Stella_Vasconcellos_da_Silva de 76 anos a avó de Mateus_da_Luz 21 preso em o sábado por agredi a: 1
3 Felipe Santoro 0 0 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Santoro): 1, ele (referent: o delegado Felipe_Santoro): 1, o delegado Felipe_Santoro (apposition: titular de a 13ª DP): 1, Santoro: 4
4 vítima 30 300 NONE 5 A vítima: 4, a vítima: 1
5 eu 0 60 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 lesões 80 0 NONE 3 constantes lesões: 1, as lesões: 1, as lesões aparentes: 1
7 DP 0 0 ORGANIZATION 3 a 13ª DP: 1, a (referent: a 14ª DP): 1, a 14ª DP: 1
8 avó 0 0 NONE 3 a avó: 3
9 delegado 0 0 NONE 3 o delegado: 2, O delegado: 1
10 O GLOBO 0 80 PERSON 2 ela (referent: O_GLOBO): 1, O_GLOBO: 1