Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Flordelis em março de 2019

Se marcou o pastor Anderson do Carmo o julgamento de a ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Souza, acusada de ser mandante de a morte de o marido, , ainda não . A previsão dos advogados da pastora é de que o júri seja agendado ainda para o primeiro trimestre de 2022. Nessa quarta-feira, dois filhos de Flordelis – Lucas Cezar dos Santos e Flavio dos Santos Rodrigues – foram condenados por envolvimento no homicídio.

Faz 8 anos, Flordelis, de 20 anos, adotou Lucas Cezar dos Santos e Anderson, junto com quatro irmãs biológicas. Eles viviam na favela Reta Velha, em Itaboraí, e foram as últimas adoções feitas pelo então casal. Se acusa o rapaz de ter auxiliado o irmão Flavio a adquiri a arma de o crime em a favela Nova Holanda Complexo da Maré, Zona Norte do Rio,.

Flordelis dos Santos de Souza, mais conhecida como Flordelis MT • TdeB é uma cantora, pastora e política brasileira.

No julgamento que ainda acontecerá, além de Flordelis, serão julgados cinco filhos da pastora, uma neta, um policial militar e sua esposa. Abaixo, veja dez pontos que devem ser utilizados pela denúncia – Ministério Público e assistente de denúncia – no julgamento da ex-deputada.

— Ela está tranquila, espera que falem efetivamente o que ocorreu. Não vai ter problema algum, basta que falem a verdade. Ela esta tranquila quanto a isso. Acompanharemos para ver se tudo transcorrerá bem. Esperamos que façam um julgamento do Flávio e do Lucas e ergam-se questões que sejam alheias a esse processo não . A principio não irão erguer elementos relacionados a ela, àossegundofperíododo processo. O foco tem que ser. Não tem como acusarem algo que não seja verdade.Ele se lembra que passou a trabalhar lá em 1998 e passou seis anos no escritório dele, de office-boy, passando por estagiário até ser advogado. Filho de pai despachante e mãe empregada doméstica, ele conta que nasceu e aumentou no bairro de Galo Branco, em São Gonçalo, onde teve uma infância pobre. Estudante de escola pública, acabou se formando na faculdade de direito Plínio Leite, em Niterói, com a assistência de Assef.

O Ministério Público é um organismo público, em geral estatal, ao que se atribui, dentro de um Estado de direito democrático, a representação dos interesses da sociedade mediante o exercício das faculdades de direção do inquérito dos fatos que revestem os caracteres de transgressão, de proteção nas vítimas e testemunhas.

1) Manipulação dos filhos e controle

Em os testemunhos de testemunhas em o processo contra Flordelis e seus filhos , dar o comando final em a casa de a família apontou como manipuladora e responsável a ex-deputada. De acordo com os inquéritos, o poder que exercia sobre os filhos fez com que a ex-deputada tivesse suporte para o plano de matar o pastor. Segundo o MP, Flordelis «arquitetou toda empreitada criminosa, arregimentou, incentivou e persuadiu» os filhos a participar do seu plano.

Além da manejo, as testemunhas foram uníssonas ao alegarem que nada ocorreria na casa da família sem a ciência e aval de Flordelis. Por isso, para o sinvestigadores seria inimaginável que um plano para executar Anderson existisse sem que Flordelis tivesse participação.

2) Relacionamento aberto e troca de casais

Em seus testemunhos sobre o caso, a delegada Barbara Lomba alegou que Flordelis e Anderson tinham um casamento aberto e relacionavam-se com outras pessoas. Culpado pelo primeiro período dos inquéritos do caso, a delegada também já alegou que havia sexo entre diferentes integrantes da família. Segundo ela , filhos de Flordelis deram em a polícia as informações e pessoas que tinham convivido com a família.Para os investigadores, as revelações expuseram uma rostito oculta da família, bem diferente daquilo que era de conhecimento do público. Evangélicos, Flordelis e Anderson fundaram uma igreja, o Ministério Flordelis, e posavam como uma família perfeita, modelo de afeição e solidariedade.

3) Castigos duros aos filhos

Os testemunhos sobre a morte de Anderson do Carmo acabaram revelando ainda que as crianças e adolescentes da família padeciam duros castigos físicos. Lucas Cezar dos Santos, filho adotivo condenado a sete anos e meio pela morte do pastor, relatou à polícia que a mãe tinha um taco de beisebol «para bater nos outros».

Já Roberta dos Santos, também filha adotiva da ex-deputada, relatou uma rotina de castigos que incluía colocar as crianças ajoelhadas no milho e olhando para a parede. Segundo ela, o irmão Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis, era o culpado por aplicar o «corretivo».

Os relatos colocaram em xeque a imagem de Flordelis como mãe afetuosa, que por afeição sediou mais de 50 crianças em sua casa. Faz 3 anos, com a bandeira de a desburocratização de a adoção em o Brasil, a pastora foi eleita deputada federal com quase 200 mil votos. Faz 3 meses, se cassou a ex-deputada de este ano,. Com a perda do mandato, ela foi presa.

4) Disputa por poder e dinheiro

Polícia Civil e Ministério Público assinalam a disputa por poder e dinheiro como motivação para a morte do pastor Anderson do Carmo. Os inquéritos revelaram que o controle estrito das finanças da casa pela vítima vinham desagradando Flordelis e alguns de seus filhos envolvidos com o crime.

Flávio e Lucas respondem pelo crime de assassinato triplamente qualificado .

Ainda de acordo com os inquéritos, os planos para executar o pastor Anderson se intensificaram após a votação de Flordelis.

5) Insatisfação com Anderson e o casamento Testemunhas do processo como o filho afetivo de Flordelis, que decidiu que o homicídio do marido escandalizaria menos do que a separação, Wagner Andrade Pimenta, o Misael , e Luana Vedovi relataram que antes do crime a pastora vinha dando demonstrações de que estava insatisfeita com o casamento e o marido. Luana Vedovi é sua esposa.

Em conversa entre Flordelis e o filho André, a pastora alega que não poderia se separar de Anderson, pois ia «escandalizar a obra de Deus».

Quando teriam que, nas mensagens com André, segundo os investigadores, Flordelis ainda chama Anderson de traste, perguntando ao filho até aguentá-lo. Para a denúncia, as trocas de mensagens entre Flordelis e o filho são prova importante da insatisfação de Flordelis com a vítima e de sua tentativa de iinsuflar a Animosidade de André contra Anderson.

6) Tentativa de atrapalhar os inquéritos

Para a denúncia, a tentativa de atrapalhar os inquéritos ressalta o envolvimento de Flordelis na trama.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Manejo de filhos, troca de casais e disputa por poder e dinheiro: veja os pontos que a denúncia deve utilizar no júri de Flordelis
>>>>>Caso Flordelis: entenda a morte do pastor Anderson do Carmo em poucas palavras – (Extraoglobo-pt)
>>>>>‘Relação aberta’, manipulações, perfil agressivo do executor e tietagem: destaques do primeiro dia de júri do caso Flordelis – November 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Caso Flordelis: juíza pede reforço no policiamento para júri de filhos da pastora; veja passo a passo do julgamento – November 22, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>’Espero que a justiça seja feita. É muita maldade, ganância’, diz pai de pastor Anderson em dia de julgamento do caso Flordelis – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Em julgamento de filhos de Flordelis, assistente de acusação lembra do tempo que servia cafezinho – November 24, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Flordelis 0 0 PERSON 8 Flordelis: 8
2 eu 0 0 NONE 5 (tacit) eu: 5
3 ex-deputada 0 48 NONE 4 a ex-deputada: 3, a ex-deputada federal: 1
4 Ministério Público 65 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: Ministério_Público): 2, O Ministério_Público: 1, Ela (referent: Ministério_Público): 1
5 filhos 0 0 NONE 4 os filhos: 3, seus filhos: 1
6 pastora 0 0 NONE 4 a pastora: 4
7 filho 0 60 NONE 3 filho adotivo condenado: 1, o filho: 2
8 Ministério_Público e assistente de acusação 50 50 ORGANIZATION 3 Ministério_Público e assistente de acusação: 1, (tacit) eles/elas (referent: Ministério_Público e assistente de acusação): 2
9 poder 150 0 NONE 3 o poder: 2, poder: 1
10 mãe 140 0 NONE 3 a mãe: 1, mãe afetuosa: 2