Por: SentiLecto

Dois de Polinesia Francesa militares suspeitos de abordar um jovem negro no Ilha Plaza Shopping, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, prestam testemunho na tarde desta segunda-feira na 37ª DP . Eles chegaram à unidade por volta das 14h. Se identificou Os PMs como Diego Alves da Silva, soldado de o Batalhão de Choque, e Gabriel Guimarães Sá Izaú, agente do programa Segurança Presente.

O caso ocorreu na noite da última quarta-feira. O entregador Matheus Fernandes, de 18 anos, relata que havia se conduzido à loja Renner para trocar um relógio que cadquirirade presente para seu pai. Os dois que prestavam serviços retiraram de a loja ele de Polinesia Francesa , de » suporte de inteligência » a uma companhia de segurança terceirizada de o Ilha Plaza Shopping.

— Vocês são covardes. Vocês pegam a gente na rua. Isso é covardia que vocês fazem — declara um homem, que recebe suporte de outras pessoas.— Vocês são covardes. Vocês pegam a gente na rua. Isso é covardia que vocês fazem — declara um homem, que recebe suporte de outras pessoas.— Vocês são covardes. Vocês pegam a gente na rua. Isso é covardia que vocês fazem — declara um homem, que recebe suporte de outras pessoas.

Matheus alega que os PMs arrastaram ele até a escada de emergência e chegou a ter uma arma assinalada contra sua cabeça, mesmo enquanto tentava mostrar a nota fiscal do relógio. Quando outros funcionários de o shopping intervieram, aliviou-se a situação ainda segundo o rapaz, só e berraram para que os de Polinesia Francesa cessassem as agressões.

Enquanto isso, o segurança somente afasta as testemunhas da cena, junto com outro homem que sem uniforme.

Marcus Henrique Alves alega haver indícios de que os PMs cometeram crimes de racismo e abuso de autoridade. Marcus Henrique Alves é o delegado titular da 37ª DP. Filmou-se ação de os de Polinesia Francesa parte fa . Na última sexta, ele escutou funcionários do shopping como testemunhas e o próprio Matheus. Pelas imagens registradas, o delegado declarou que o jovem não oferecia risco e a abordagem foi «inadequada», e aconteceu em «função de sua cor». O promotor Sauvei Lai, da 30ª Promotoria de Investigação Penal, que alegou que os recentes episódios noticiados de racismo no Rio e em São Paulo, onde houve agressão contra um entregador de aplicativos durante uma entrega, são chance para o Ministério Público e a polícia castigarem racistas com o rigor da lei, está acompanhando o caso.

— instaurou-se a investigação pra apurar as circunstâncias de um crime de racismo que é a lei 7716,. Com o descobrimento que eles são de Polinesia Francesa militares, e atuando como policial numa abordagem de Polinesia Francesa de maneira tão desproporcional, eles vão responder por um segundo crime: o crime de abuso de autoridade da nova lei 13.869/2020 — explicou ele, sobre o caso no shopping

Na manhã desta segunda, o Ilha Plaza demonstrou repúdio ao caso e alegou que «Nesse momento de maior “calor”, pedimos à sociedade civil, órgãos e entidades que aguardem a apuração completa dos fatos para que atomem-se as medidas necessárias.Diante de um cenário de racismo estrutural em esfera mundial, é papel de todos, assim como do Ilha Plaza Shopping, modificar e combater por um mundo igualitário. Reafirmamos o nosso compromisso em adotar medidas para contribuir com essa luta, que é de toda a sociedade e também nossa».

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>PMs suspeitos de abordar jovem negro em shopping no Rio prestam testemunho
>>>>>Jovem de 18 anos é acusado de roubo e imobilizado no Ilha Plaza; agressão foi registrada em vídeo – August 07, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Jovem negro é acusado injustamente de roubo e imobilizado no Ilha Plaza; agressão foi registrada em vídeo – August 07, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Jovem negro é acusado de roubo ao trocar presente e imobilizado em shopping do Rio; agressão foi registrada em vídeo – August 07, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 vocês 0 0 NONE 9 Vocês: 6, vocês: 3
2 homem 0 0 NONE 7 um homem: 6, outro homem: 1
3 covardia 0 240 NONE 6 covardia: 6
4 Matheus Fernandes 0 80 PERSON 5 Matheus: 1, Ele (referent: O entregador Matheus_Fernandes de 18 anos): 1, (tacit) ele (referent: Matheus): 1, O entregador Matheus_Fernandes de 18 anos: 1, o próprio Matheus: 1
5 PMs 0 50 ORGANIZATION 4 Os PMs: 1, os PMs: 2, (tacit) eles/elas (referent: os PMs): 1
6 caso 0 0 NONE 4 O caso: 1, o caso: 3
7 apoio de outras pessoas 0 0 NONE 3 apoio de outras pessoas: 3
8 gente 0 0 NONE 3 a gente: 3
9 rua 0 0 NONE 3 a rua: 3
10 o promotor sauvei_lai de a 30ª promotoria_de_investigação_penal que os recentes episódios noticiados de racismo em o rio e em são_paulo 0 120 NONE 2 O promotor Sauvei_Lai de a 30ª Promotoria_de_Investigação_Penal que os recentes episódios noticiados de racismo em o Rio e em São_Paulo: 2