Por: SentiLecto

Faz 10 meses, a cantora gospel Quesia Freitas, que tenta ir embora, atacada por o marido, Bruno Feital, em o feriado em o Rio de Janeiro, havia passado por uma violência semelhante e uma ameaça de morte três dias antes de o vídeo feito por uma frequentadora de o Americas Shopping em o Recreio, em a Zona Oeste. Em imagens obtidas com exclusividade pelo EXTRA, da câmera de segurança do condomínio onde o casal habitava, a mulher, de 35 anos, aparece no corredor debatendo com o esposo, também de 35., mas Bruno que a atacava persegue ela , e a puxa com força para dentro do apartamento. Minutos depois, a cantora surge tentando escapar enquanto o marido corre e a carrega para dentro da casa. Faz 10 dias, a gravação foi feita de o dia 17 de novembro, logo após em as 23h.

A cena ocorreu no Américas Shopping Recreio, no Recreio do Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Em sua publicação, Juninho Black contou que a irmã padecia com as constantes agressões do marido há mais de um ano. Ele ainda advertiu os seguidores que as cenas eram «fortes e revoltantes».

Foi nesse mesmo dia que o marido ameaçou matar Quesia Freitas e atirá-la pelavarandaa, conforme ela contou ao EXTRA nesta semana. Faz 1 dia, de quinta-feira, dia 26, a cantora gospel compareceu em a Delegacia de Atendimento da Mulher, dtransferiu-se o caso de Jacarepaguá, em a Zona Oeste, para onde após ser registradona 42ªDP, em a tarde.Foram três horas de testemunho para ela refazer a sua declaração inicial e contar detalhes das agressões que vem padecendo desde que se casaram, há mais de um ano e três meses , em agosto de 2019. Na queixa registrada após o flagra no shopping, a cantora havia omitido detalhes da relação conturbada e até dispensou de realizar um exame de corpo de transgressão. A Deam Já Bruno Feital , que tirou a barba e raspou a cabeça após a história ganhar repercussão , escutou ele em a manhã de quarta-feira. Lesão corporal enquadrou ele em a Lei Maria da Penha.

Ocorrências na Lei Maria da Penha e medidas protetivas

Nesse fase, Quesia já havia feito dois registros de ocorrência na Lei Maria da Penha, dois pedidos de medida protetiva — que foram arquivados a pedido da vítima —, além do divórcio litigioso. A cantora alega que sempre sentiu medo, principalmente porque ele já havia ameaçado com uma arma, tentou estrangulá-la, além das constantes brigas queocorriamm.

— Está tudo bem dolorido. Têm dias que estou melhor, outros não. Foram muitas coisas. Essa agressão do shopping só o empurrão e o puxão, mas só eu sei o que passava dentro de casa. Ele sempre me ameaçou, declarava que iria me matar, que iria me jogar da varanda, que tinha coragem para isso. Já me ameaçou com uma arma diversas vezes e até tentou me estrangular em uma das brigas que tivemos — declara a cantora, que desabafa:

— Hoje, eu me arrependo de tudo. É duro falar, mas eu tinha e ainda tenho um sentimento por ele, aquele que rasga por dentro. Mas hoje vocês viram esse vídeo, mas poderia ser um vídeo do meu óbito, de eu caindo da janela ou de ele me jogando da varanda.

«A gente só quando ocorre dentro da nossa fami, acreditália e infelizmente dessa vez está ocorrendo com minha irmã. Autoridades responsáveis, aqui fica o pedido para que esse covarde pague pelo que vem fazendo com minha irmã e todo transtorno que está trazendo a minha família. Ele deve estar atrás das grades. Peço assistência a todos vocês amigos e artistas compartilhem o caso e a fotografia dele para chamar atenção da justiça», pediu.»A gente só quando ocorre dentro da nossa fami, acreditália e infelizmente dessa vez está ocorrendo com minha irmã. Autoridades responsáveis, aqui fica o pedido para que esse covarde pague pelo que vem fazendo com minha irmã e todo transtorno que está trazendo a minha família. Ele deve estar atrás das grades. Peço assistência a todos vocês amigos e artistas compartilhem o caso e a fotografia dele para chamar atenção da justiça», pediu.»A gente só quando ocorre dentro da nossa fami, acreditália e infelizmente dessa vez está ocorrendo com minha irmã. Autoridades responsáveis, aqui fica o pedido para que esse covarde pague pelo que vem fazendo com minha irmã e todo transtorno que está trazendo a minha família. Ele deve estar atrás das grades. Peço assistência a todos vocês amigos e artistas compartilhem o caso e a fotografia dele para chamar atenção da justiça», pediu.

— Ele começou a berrar, e eu fiquei com desonra. Ele me empurrou e eu frear. Mas na hora eu pensei: «Chega! Cansei dessa vida». Estava exausta, e vi que ali, em um lugar público, seria o empurrão que eu precisava para acabar com tudo. Eu perdi a guarda do meu filho mais novo por causa dele. Meu filho viu ele me atacando e declarava que «ele era mal e que tinha medo». Mas é complicado… Hoje tem a ferramenta, que são os vídeos, que confirmam tudo — fala.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Se atacou Cantora gospel e ameaçada por o marido três dias antes de violência em shopping de o Rio; veja
>>>>>Cantora gospel é agredida pelo marido em shopping no Rio; irmão denuncia nas redes sociais – November 25, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Cantora gospel agredida pelo marido pede medida protetiva; homem está foragido – November 25, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Cantora gospel agredida pelo marido no Rio pede medida protetiva e está em retiro – November 25, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 120 105 NONE 30 (tacit) eu: 12, eu: 8, Eu: 1, me: 9
2 Autoridades 0 0 PERSON 12 Ele (referent: Autoridades): 3, Autoridades: 3, (tacit) ele/ela (referent: Autoridades): 6
3 cantora 50 0 NONE 6 A cantora: 1, a cantora gospel: 1, a cantora: 4
4 lia 0 0 NONE 6 lia: 6
5 vez 0 270 NONE 3 vez: 3
6 covarde 0 240 NONE 3 esse covarde: 3
7 transtorno 0 225 NONE 3 todo transtorno: 3
8 brigas 160 120 NONE 3 constantes brigas: 2, as brigas: 1
9 Bruno Feital 0 120 PERSON 3 Bruno_Feital: 1, Bruno: 2
10 marido 0 30 NONE 3 o marido: 3